A Polícia Civil da cidade de Santo Estevão investiga o caso de uma mulher de 30 anos, que teria enterrado um feto no quintal de sua residência na segunda feira (22). Segundo o delegado da região, Dr. Felipe Ghiraldelli, durante o interrogatório a genitora afirmou que teria sentido vontade de ir ao banheiro, quando ocorreu o nascimento espontâneo do bebê, que já estava sem vida quando caiu no vaso sanitário.

A avó da criança também foi interrogada pela Policia Civil, onde declarou que depois de constatar o falecimento do recém-nascido, decidiu enterra-lo no quintal de sua casa. O delegado instaurou um inquérito para apurar a ocorrência e juntamente ao Departamento de Polícia Técnica e o Serviço de Inteligência da cidade, realizaram a exumação do corpo e o encaminharam para DPT para a necropsia.

Dr. Felipe Ghiraldelli afirmou que a investigada já tem 3 filhos, e essa criança nasceria com um problema na coluna, constatado durante o pré-natal. A necropsia revelará se a criança nasceu com vida ou morto. “Ela disse que estava sem vida, mas eu prefiro aguardar a análise da necropsia ”, destacou Ghiraldelli.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Rádio Clube FM | Redação: Voz da Bahia