A Suprema Corte dos Estados Unidos legalizou em junho de 2015 o casamento entre pessoas do mesmo sexo em todo o país, o que motivou uma campanha nas redes sociais, onde 26 milhões de pessoas modificaram suas fotos no facebook para mostrar apoio a comunidade LGBT.

O Portal Tribuna do Recôncavo ouviu Joilza Renate, 39 anos e Jussara de Jesus, 39 anos, 1º casamento homoafetivo do Recôncavo Baiano realizado em 31/10/2013 em Santo Antônio de Jesus. Segundo Jussara, coordenadora do LGBT em SAJ, o grupo surgiu em 1969 após a “Revolta Stonewall”, um famoso bar em Nova York, frequentado por gays, lésbicas, travestis e transexuais que foram perseguidos, extorquidos e muitos deles foram mortos pela polícia. Em 1970, um ano depois, surge a 1ª parada do orgulho gay nos Estados Unidos.

“Pra gente é muito bom ver esse novo projeto aceito nos Estados Unidos… o bom é que nós brasileiros nos sentimos muito orgulhosos porque o Brasil dar o pontapé inicial, e Santo Antônio de Jesus também deu o seu pontapé inicial com o primeiro casamento homoafetivo do Recôncavo Baiano que foi o nosso”, disse Jussara.

Quanto a formalidade do casamento, Jussara informou que ao chegar no cartório para dar entrada na documentação, a atendente se assustou quando ela informou que iria se casar com outra mulher. “A moça que nos atendeu disse. – ‘aqui não dar entrada não’. – Eu disse dar entrada sim, já existe uma portaria que pessoas do mesmo sexo podem casar”. Jussara retornou pra a sua residência e duas horas depois recebeu um telefonema da chefe do cartório comunicando que já estava com a portaria em mãos. “Foi um susto que a atendente tomou, mas depois de tudo resolvido, Dona Olga realizou o nosso casamento, e através da nossa união veio o segundo casamento homoafetivo de SAJ”. Em 15 de janeiro de 2014 casaram na Câmara de Vereadores em Santo Antônio de Jesus, Marcelo Sena e Emerson Pereira.

Segundo Jussara, em Santo Antônio de Jesus aconteceram muitos avanços, nas Unidades de Saúde os transexuais já podem usar o nome social, porém ainda há casos de discriminação. “Tem um determinado restaurante na cidade que barrou um homossexual que estava entrando com o seu namorado de mãos dadas. – 28 de julho é um dia de orgulho, mas é necessário continuar lutando”.

Em 2013 o grupo gay da Bahia registrou 388 casos de assassinatos contra LGBT. “É um crime de ódio – Precisamos muito que esses crimes sejam punidos”. As denúncias podem ser feitas no Disque 100.

Jussara concluiu falando sobre o direito adquirido com o casamento homoafetivo. “Na maioria das vezes as famílias excluem seus filhos homossexuais, mas quando morrem, querem seus bens e o companheiro (a) que ajudou a construir o patrimônio não recebe nada. Com o casamento o cônjuge passa a ter direito a herança”. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

ASSISTA O VÍDEO COM JUSSARA E JOILZA:

Com cobertura jornalística abrangente e atualizada, agregada de fontes do mundo inteiro, o Portal Tribuna do Recôncavo é uma das mídias que mais cresce na Bahia de Todos os Santos, passando também a ser conhecida em outras regiões do Brasil e do mundo. Mesmo assim, seu alvo principal é o público local e regional, se reafirmando como mídia alternativa da informação. Curta nossa página no facebook e fique atualizado. CLIQUE AQUI!