Sem apoio financeiro da Prefeitura Municipal e do Governo do Estado, a ONG Amo Animais em Santo Antônio de Jesus, em cinco anos, já tirou das ruas em média 600 animais.

Em entrevista ao site Tribuna do Recôncavo nesta sexta-feira (11/08), Cordélia Queiroz contou que em 2015 fechou um convênio com o município, na gestão de Humberto Leite, para receber 9 parcelas de R$ 7 mil reais, mas só recebeu 8 parcelas. Disse também que em 20 de janeiro de 2017, deu entrada na Prefeitura Municipal no pedido de convênio de nº 99/2017, que até o presente momento não foi liberado. “Esse projeto encontra-se no Controle Interno do município no Shopping Itaguari”, disse.

A ONG Amo Animais funciona em um local improvisado no Campo do Governo e atualmente cuida de 150 cachorros. “Nossa meta e recolher cachorros atropelados, cadelas que parem na rua e filhotes abandonados. Esses animais consomem um saco de 25 quilos de ração por dia”, disse Queiroz.  A despesa mensal da ONG é de aproximadamente R$10 mil reais.

Enquanto não recebe apoio do poder público, a Amo Animais realiza bazares com a finalidade de angariar recursos para alimentar os animais recolhidos. Informações sobre a ONG: (75) 9.8813-1649 – falar com Cíntia Leal ou Cordélia Queiroz. (Tribuna do Recôncavo)