Na última quarta-feira(07/02) a Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na comunidade do Cajueiro, em Santo Antonio de Jesus, completou um ano de implantação e para comemorar o seu aniversário foi realizada uma Missa, às 19h30, presidida pelo filho da comunidade, padre José Raimundo e concelebrada pelo pároco Wilson Vitória, padre Lourival Hélio(Paróquia São Roque em Dom Macedo Costa e Reitor do Seminário Maior em Salvador); a missa contou com a participação do diácono Jorge Pereira e do seminarista Fernando.

Em sua homilia, padre Wilson ressaltou a importância de se ter um olhar para o outro, assim como foi nas primeiras comunidades cristãs. “Não basta só estarmos na igreja, nos reunirmos para momentos orantes e celebrativos; a igreja tem que ser sal da terra e luz do mundo. Embora a igreja esteja cheia, ainda há muitos irmãos que ainda não participam e vivem sua fé isolados na sua casa. Não podemos nos acomodar, [vamos] colher e semear um pouco mais”, disse o pároco.

Quanto à Paróquia padre Wilson salientou: “Ainda estamos engatinhando enquanto paróquia, dando os primeiros passos, se já colhemos alguns frutos, foi graças a tudo que antes foi semeado. Pedimos a Deus nesse dia para que outros grupos, pastorais e outras comunidades possam surgir, que possamos cultivar a sabedoria de Salomão e levar a palavra de Deus ao outro”.

Integram a Paróquia do Cajueiro as comunidades do Riachão, Sobradinho, Benfica, Riacho Dantas, Vila Bonfim, Baixa do Morro, Rio das Pedras e as casas populares do Minha Casa Minha Vida.

Já o padre José Raimundo contou que o Cajueiro foi uma das primeiras comunidades a existir em Santo Antônio de Jesus, a qual tinha o caixa da comunidade, que funcionava como um empréstimo.

“Muitas vezes fui para encontros vocacionais em Amargosa com o dinheiro do caixa e se hoje sou um padre, agradeço a comunidade do Cajueiro. Essa comunidade vai além do que estamos celebrando hoje, tem raízes, com a vida de tanta gente que por aqui passou. Aqui estão unidos um passado, um presente e um futuro que ainda vai acontecer”, ressaltou José Raimundo que continua em estudos em Roma.

Na missa de anversário houve um bolo enorme com a imagem da padroeira e toda comunidade cantou os parabéns para a paróquia.

 

Matéria: Jocinere Soares

Fonte: Tribuna do Recôncavo