O governador Rui Costa lançou nesta terça-feira (9) um investimento de R$ 5 milhões que promete aquecer o mercado de artesanato baiano nos próximos dois anos. Viabilizada por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), a ação tem como objetivo facilitar o escoamento da produção de aproximadamente 13 mil artesãos.

“A arte de criar não pode estar presa. Estamos abrindo a possibilidade para que os artesãos possam comercializar melhor e ter mais apoio à produção. Com isso, a gente pretende aumentar a referência simbólica do artesanato baiano no Brasil e no mundo inteiro”, destacou Rui.

Nos próximos 30 dias estará aberto o processo de licitação para que seja contratada uma organização social (OS) que irá trabalhar junto com a Coordenação de Fomento ao Artesanato da Bahia, vinculada à Setre. 

A expectativa da categoria é de que o artesanato baiano alcance um novo patamar após a contratação da instituição que irá ajudar a dinamizar e difundir a produção do estado. Para a vice-presidente da Associação de Artes da Bahia, Rita Maria Matos, o lançamento do edital já é um marco.

Na ocasião, Rui ainda participou da entrega de 100 carteiras para artesãos e artesãs. O documento é exigência para que os profissionais possam emitir notas fiscais, exportar os produtos e participar de feiras de artesanato.

 

bahianoticias