Rodoviários e empresários não chegaram a um acordo durante o último encontro que aconteceu nesta sexta-feira (19), na sede da Superintendência Regional do Trabalho na Bahia (SRT).

Segundo a TV Bahia, uma nova reunião foi agendada para a próxima segunda-feira (22), às 10h, no mesmo local e, caso não cheguem a um acordo, a greve da terça-feira (23) está mantida. Os Ministérios do Trabalho e Público do Trabalho sugeriram um reajuste salarial de 5,5% com 1,51% de ganho real, no entanto, categoria e empresas não aceitaram a proposta.

Os trabalhadores reivindicam um ajuste salarial de 9%, além de plano de saúde pago pela empresa, aumento do vale-refeição, retirada da função dupla (em que o motorista também exerce a função de cobrador) e a contratação de mais mulheres. (Varela Noticias)