Uma obra do artista italiano Amedeo Modigliani, representando uma mulher nua, foi leiloada nesta segunda-feira (14) por US$ 157,2 milhões pela casa de leilões Sotheby’s, em Nova York. A quantia desembolsada pela tela a torna a quarta obra de arte mais cara já leiloada na história, sendo superada apenas por Leonardo Da Vinci, Pablo Picasso e pelo próprio Modigliani, já que a quantia não foi maior do que os US$ 170,4 milhões pagos em 2015 por um outro nu do pintor italiano.

O quadro “Nu Couché” ou “Nu deitado” foi pintado em 1917, pouco antes da morte de Modigliani. A obra retrata uma mulher deitada de costas sob um lençol branco, olhando por cima dos ombros diretamente ao público. Ela é uma das mais famosas do pintor.

Modigliani realizou 22 nus recostados e 13 sentados entre 1916 e 1919, a grande maioria está atualmente em museus, como no de Arte Moderna (MoMa) de Nova York. O “Nu Couché” é o único pintado pelo italiano que representa uma mulher nua da cabeça aos pés. O artista nasceu em 1884 na cidade de Livorno, na Itália, e morreu em 1920, em Paris, aos 35 anos, em decorrência de uma meningite tuberculosa. (ANSA)