O Prefeito de Amargosa, Júlio Pinheiro (PT), suspendeu o decreto que congelava seu salário e o do vice-prefeito, aumentando em 26% suas remunerações. O novo decreto que suspende o anterior foi assinado no último dia 06 de abril, mas só foi divulgado no Diário Oficial nesta quarta-feira (19). Com a publicação, o salário do prefeito Júlio Pinheiro volta a ser R$ 18.973,00 e o do vice Eliseu das Mercês R$ 9.468,50.

Outra medida polêmica ocorreu em março com um Projeto de Lei do Executivo que foi aprovado às pressas pela Câmara de Vereadores, que tem a maioria governista, onde ficou autorizado um aumento nos gastos de quase R$ 100 mil reais a mais por mês, na ocasião, nenhum Estudo do Impacto Financeiro e Orçamentário foi apresentado.

O prefeito Júlio Pinheiro disse que abriu mão de boa parte do salário por três meses no momento que teve que suspender as convocações do concurso e do processo seletivo. “Agora que já convoquei a maior parte dos servidores que tiveram a posse suspensa, e que já consegui ajustar as finanças, revoguei o decreto que eu mesmo fiz para cortar boa parte do salário do prefeito e vice”, disse. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Vale Mais Notícias)