NOTA ENVIADA POR VLADEMIR:

Foram tantas lutas nessa batalha mas graças a Deus eu consegui. Como toda criança tem um sonho na vida, o meu sempre foi estudar, me formar e prestar concurso para a Polícia Militar da Bahia.

Aos 18 anos conclui o ensino médio, servi o tiro de guerra e aos 19 anos prestei concurso para a PMBA. Em 17 de julho de 1989 eu ingressei na escola de formação CEFAP  na cidade de Governador Mangabeira, concluindo o curso em 11 meses, sendo a maior turma da PMBA até hoje.

Após concluir o curso me apresentei no 14º Batalhão em Santo Antônio de Jesus, onde servi até 1994, em seguida me apresentei na Cidade de Conceição do Almeida, trabalhando naquela cidade até 2010.

No ano de 2003 na cidade de Santo Antonio de Jesus eu sofri uma grande injustiça, quando fui acusado por dois perigosos marginais de tê-los prendido e torturado, resultando em uma ação penal movida pelo Ministério Público local e pelo Fórum de Direitos Humanos, que mesmo sem nenhuma prova, (inquérito policial, laudo médico e/ou lesões que comprovassem a suposta tortura alegada), eu fui condenado em 2005 e em 18 de janeiro de 2010 fui excluído da PM em um processo administrativo.

Hoje retorno a minha casa com muita alegria depois de travar uma batalha jurídica provando a minha inocência.

Sempre me pautei na legalidade e assim serei combatendo o crime em defesa da sociedade. Estou retornando para a cidade de Conceição do Almeida, cidade pela qual tenho muita admiração por aquele povo de bem. Para finalizar deixo uma mensagem para aqueles que quiseram ver a minha derrota.

Que Deus tenha misericórdia das suas maldades, tentaram mas não conseguiram, pois eu tenho um Deus que me fortalece, não é atoa que mesmo com tantas lutas e dificuldades hoje estou no sétimo semestre no curso de DIREITO. Obrigado meu Deus!!

Agradeço a minha família que sempre esteve do meu lado orando o tempo todo, aos verdadeiros amigos e colegas das polícias Militar e Civil, ao grande Prefeito de Conceição do Almeida Adailton Campos Sobral, popular Ito de Bêga, por ter me apoiado e me dado emprego esses oito anos que estive afastado. Enfim…Obrigado Senhor Jesus por minha Vitória com sabor de mel.

 

Vlademir Reis de Oliveira Filho