A Polícia Civil de Castro Alves prendeu na tarde desta quarta-feira (22/03), Edmundo Francisco Soares Filho e Erisvaldo Conceição dos Santos. O primeiro, mais conhecido por “NEN” foi o autor dos disparos de arma de fogo que ceifaram a vida de Elvis Araújo dos Santos, mais conhecido por “Branco”, de 18 anos de idade.

O motivo do crime foi uma divida de drogas de R$ 50 reais que a vítima não pagou ao acusado, razão pela qual no dia 22/10/2016, por volta das 22h, na Rua Bahia, Centro de Castro Alves, “NEN”, de posse de uma arma de fogo desferiu vários disparos contra a vítima, que foi socorrida para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, mas veio a óbito no dia 01/11/2016, dez dias após os disparos.

A Polícia Civil investiga se houve participação de Erisvaldo Conceição dos Santos no crime. Um outro acusado, conhecido por “Pio” já veio a óbito. A Polícia Civil de Castro Alves trabalha com foco na elucidação de todos os homicídios ocorridos no ano de 2016, para que nenhum deles fique impune, sendo que em alguns casos os autores já foram presos e os demais, as investigações estão em fase de conclusão, com autoria definida. (ASCOM-PC)