Integrantes da cúpula do PT aconselharam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a pedir asilo político à embaixada russa para escapar da prisão. A sugestão foi dada nesta quinta-feira (5), após Supremo Tribunal Federal (STF) negar o pedido de habeas corpus preventivo feito pela defesa do petista.

Além da Rússia, integrantes do partido também tentaram convencê-lo a se refugiar em Brasília no prédio da embaixada de Cuba. Lula mantém boa relação com os dois países.

A ideia era que, de lá, ele pudesse se manter dando entrevistas durante toda a campanha ao Planalto. No entanto, o ex-presidente descartou a ideia e, conforme a coluna, se comparou a Nelson Mandela, preso por 27 anos em regime fechado por lutar contra o apartheid.

Fonte: Coluna do Estadão, do jornal O Estado de S. Paulo | Redação: Bahia Noticias