Queremos usar nossas transmissões hoje para passar-lhes uma informação de muita importância quanto à segurança dos nossos filhos, crianças, adolescentes ou mesmo alguns jovens adultos. Todos corremos riscos, porém o alvo principal é a geração à qual muito de nós somos pais e mães.

Acreditamos que muito de vocês já assistiram nos noticiários esta informação. A grande vilã mais uma vez é a rede social. Trata-se de uma espécie de jogo chamado Baleia Azul, que segundo informações, surgiu numa rede social na Rússia e já se estendeu por diversos países, através de grupos fechados que estão atraindo jovens desavisados, sedentos de novas modalidades nas aventuras arriscadas dos entretenimento radicais, conhecidos como hardcore, que como eles dizem, “está bombando”.

Acontece que o objetivo deste jogo é estimular o particante a tirar a própria vida:

  • Provocando-lhes perturbações psicológicas
  • Levando-os à automutilação e enfim
  • Suicídio sob ameaça de terem sua família dizimada se tentarem “desertar do jogo

Infelizmente muitos pais não perceberam o que havia por detrás daquelas mudanças de comportamento dos seus filhos e descobriram as causas tarde demais. Investigações revelaram que algumas das vítimas já apresentavam sintomas de transtornos psicológicos antes de adentrarem neste pesadelo sombrio, o que indica que este jogo visa alcançar os jovens com quadros clínicos de depressão.

Muitos deixaram rastros de conversas com os criminosos e cartas de despedida para a família dizendo que aquele ato era necessário para o bem de quem devia ficar. Sabemos que é uma informação muito séria, por isso, resolvemos fazer algumas pesquisas para lhes falar com propriedade, pois nossa consciência não ficaria em paz sabendo que alguém pode estar “brincando com a morte.”

Cuidado, verifiquem, por favor, as redes sociais as pessoas com as quais seus filhos mantém conversas. A privacidade de um jovem inexperiente e ingênuo, no que tange a internet, não é mais importante que a vida deles, é?! Certamente que não! O que há de tão pessoal para um filho – numa rede que todo mundo vê – que seus pais, seus principais guardiões, não possam inspecionar? Apenas um toque, e lágrimas poderão rolar.

Se verem alguma imagem ou algo relacionado à baleia azul, matéria, informação ou conversas sobre automutilação, filmes com cenas fortes de violência ou músicas psicodélicas e comportamentos estranhos, isto não é normal. Vão sem demora às autoridades, denunciem e procurem ajuda psicológica para ele (a). Fiquem atentos à qualquer mudança brusca de comportamento deles e cortes no corpo, poderão estar sob ameaça.

Consideramos que já tá na hora de quebrar o tabu. todo esse lixo tem sido promovido durante décadas, por redes de internet ocultas, diferentes da world wide web (www). Ocorre que essas redes do submundo virtual tem sido amplamente divulgadas desde esta década nas redes sociais. Elas hospedam tudo o que é desnatural. este assunto é um exemplo disso. o mais surpreendente é que hoje isso não é nenhuma novidade para os jovens, para os jovens. poderíamos apostar que muitos de vocês assim com os pais deles não tinha noção de que, *na internet, o mundo é muito mais do que “www” E “.com”. Não daremos quaisquer outros detalhes, pois isto constitue um risco muito grande para o bem-estar de vocês, em todos os sentidos. Assim, tenham consciência da seriedade desta informação e usem de bastante critério ao permitir que seus filhos façam uso de redes sociias, internet e jogos.

Não estamos fazendo campanha de repasse, aliás, cuidado se resolverem postar esta informação em redes abertas ao público, pois é lá que residem estes meliantes, e não desejamos que sofram represálias. Desejamos que alerte com os meios que for seguro, conforme julgar necessário, à todos os usuários destas redes e “games” que podem ser uma vítima em potencial.

ESTEJAM ATENTOS E, POR FAVOR, ACATEM “O AVISO”! Agradecemos a sua atenção!

 

 

Autor:

Assis Cavalcante

Radialista

Residente na cidade de Varzedo (BA).