Nesta segunda-feira (16/10), seria o dia de marcação de viagens para pacientes de Santo Antônio de Jesus, que buscam atendimento medico na capital baiana. Muitas pessoas que realizam cirurgias e exames, chegaram na Central de Marcação, por volta das 20h de domingo em busca de uma vaga. Ao amanhecer, os primeiros atendentes informaram aos usuários que não seria possível a marcação, por falta de um dos computadores.

Em entrevista ao repórter Hélio Alves, a usuária Maria Julia dos Santos relatou a dificuldade para fazer a marcação: “Eu cheguei aqui 3h30, para marcar a viagem do HEMOBA para meu filho, e agora soube que só vai ser possível marcar amanhã, e já tô com consulta marcada, e pra gente vim amanhã, pra quem veio cedo, fica difícil”, disse.

A mesma ainda falou sobre a falta de comunicação para com os dependentes do transporte: “Um guarda que chegou aqui, que nos informou que o computador está na Secretaria de Saúde, mas não colocaram um aviso pra gente e nem colocaram na rádio pra gente saber que não iria ter, saí de casa 3h30, me arrisquei pra sair do Alto pra cá”, disse.

Uma outra paciente reclamou sobre um motorista que transporta pacientes para Salvador, que está correndo bastante e se recusa a entrar nas travessas. “De madrugada, por volta das 3h, quando ele leva as pessoas para Salvador, ele quer que as pessoas desloquem-se para a rua principal. (Uanderson Alves/ Tribuna do Recôncavo)