Oito em cada dez brasileiros (77,8%) afirmam não ter “nenhuma confiança” nos partidos políticos, aponta o estudo realizado pelo INCT (Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia). O resultado é o maior já registrado em pesquisas com metodologia similar. Há quatro anos, em 2014, 46,4% dos brasileiros não confiavam nas siglas.

Os principais motivos citados para a desconfiança são a existência de corrupção nos partidos políticos e a falta de capacidade de representar os interesses dos eleitores. Além dos dois pontos, a falta de espaço para a participação dos cidadãos e a falta de um programa político claro também foram citados como problemas.

Para Oswaldo Amaral, um dos autores da pesquisa e diretor do Centro de Estudos de Opinião Pública da Unicamp, o crescimento da desconfiança era esperado, mas não com o volume observado. O levantamento foi feito entre 15 e 23 de março com 2.500 entrevistas em 26 Estados (com exceção do Amapá) realizadas pelo Instituto da Democracia e Democratização da Comunicação, parte do INCT. (Metro1)