Nesta segunda-feira (2), o morador da região do Pé de Serra, identificado por Antônio, cobrou da prefeitura de Mutuípe a pintura das faixas de pedestres. Segundo o denunciante, no sábado (31), por muito pouco ele não foi atropelado. “As pessoas de fora [outra cidade] não sabem da existência da faixa naquele local”, disse.

O trânsito de Mutuípe é repleto de vícios e irregularidades, a população não respeita a sinalização, destacando-se os trechos da rua Maria Júlia e Rui Barbosa, onde os motociclistas estacionam em qualquer local e de qualquer forma, diminuído a oferta de vagas de estacionamento para carros, o horário de carga e descarga não é respeitado pelos donos de caminhões, que na maioria das vezes param em qualquer lugar e em qualquer hora, as vezes até no meio da rua.

A privatização de vagas de estacionamento é outro problema grave, no trânsito de Mutuípe, qualquer comerciante compra cones ou cavaletes e demarca a área em frente ao seu estabelecimento. A sinalização vertical tem deficiências e a horizontal está totalmente apagada devido a ação do tempo.

Reportagem: Programa Acorda Vale | Redação: Midia Bahia