A Paróquia São Roque em Mutuípe, no Vale do Jiquiriça, realizou neste domingo (08/07) mais uma Feira Chic, que nesse ano trouxe uma inovação, a presença da imagem de Nossa Senhora de Brotas, a qual foi levada de carro da cidade de Milagres até uma fazenda em Mutuípe, e da Fazenda para o Mercado Fest (local da Feira Chic), foi levada por um grupo de cavaleiros que participava de uma cavalgada.

Para Edy Barbicha, morador da cidade de Milagres, foi um momento de alegria levar aos irmãos de Mutuípe a imagem da mãe de Jesus. “Viemos como um exercito de Maria para entregar a imagem da mãe de Jesus a outro exercito. Nós unimos o nosso coração louvando a Maria e adorando a Jesus, é um momento bonito porque a gente sente a Fé vibrando no coração de cada mutuipense e de cada visitante aqui presente. É só alegria e Fé”, disse.

De acordo com o pároco, Padre José Roberto, a Feira Chic é apenas o começo de todo um trabalho de evangelização que será realizado até a festa de São Roque, padroeiro da Paróquia de Mutuípe. “A partir desta segunda-feira [09] vamos visitar cada comunidade, não somente para celebrar a missa, mas também para falarmos um pouco de tudo que significa Nossa Senhora em nossa vida e na vida da Igreja Católica”, disse.

Por conta do retiro dos padres da Diocese de Amargosa que acontece nesta segunda semana de julho, padre Ailton iniciará esse trabalho missionário com as comunidades mutuipenses, e quando o Padre José Roberto retornar ele dará prosseguimento. Haverá um intervalo de 4 ou 5 dias que a imagem irá para a Paróquia vizinha de São Benedito em Serra Grande. O último dia da imagem de Nossa Senhora de Brotas em Mutuípe será numa quinta-feira, 16 de agosto, na Festa de São Roque.

Fonte: Tribuna do Recôncavo

Foto: Genilson Pereira

MATÉRIA RELACIONADA: Mutuípe: Jovens fazem excelente apresentação de Capoeira na Feira Chic; confira o vídeo

MATÉRIA RELACIONADA: Mutuípe: Crianças fazem brilhante apresentação de Judô na Feira Chic; professor comenta

MATÉRIA RELACIONADA: Feira Chic de Mutuípe: Apresentação do EJC mostra as agonias enfrentadas pela juventude