Após 7 anos em pleno funcionamento na cidade de São Felipe, no Recôncavo Baiano, a Escola Técnica de Enfermagem Zoraide Bomfim fechou suas portas. Em entrevista concedida ao Portal Tribuna do Recôncavo, o seu fundador Juracy Bomfim, contou que a escola funcionava à noite no Colégio Francisco Guedes, mas o município solicitou as salas.

O senhor Juracy contou que está levando a escola para Maragojipe porque não contou com o apoio do poder público. Segundo ele, a escola funcionava muito bem com salas de professor, diretoria e laboratório e o seu propósito era permanecer em São Felipe, mas lamentavelmente não teve outra alternativa a não ser levar para Maragojipe.

“Nesses sete anos formamos mais de cem jovens em técnica de enfermagem, por sinal tem três que trabalham comigo, no Hospital tem vários, tem pessoas trabalhando em Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus, todas formadas pela Escola Técnica de Enfermagem Zoraide Bomfim”, disse.

Juracy que é ex-militar, enfermeiro e empresário no ramo de farmácias, disse que a Escola de Enfermagem era uma referência de São Felipe para toda região. “Hoje se você chegar em qualquer cidade, até Valença, a referência de São Felipe é a Escola de Enfermagem e a Farmácia Comunitária que está aberta dia e noite, domingos e feriados e que tem os procedimentos ambulatoriais de graça”, concluiu.

No vídeo produzido pelo Portal Tribuna do Recôncavo, o senhor Juracy que foi combatente na Revolução de 60 fala que sente saudades do regime militar: “a Ditadura Militar serviu para frear a vagabundagem que estava na época. Hoje eu sinto saudade porque se a ditadura voltar… ASSISTA O RESTANTE NO VÍDEO ABAIXO. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo | Vídeo: Cosme Santos | Foto: Jéssica Santos). [Confira neste link um breve histórico sobre Juracy] [youtube]https://www.youtube.com/watch?v=Hs02ksQhyoc[/youtube]Aproveite e curta nossa fanpage. Clique aqui !