Desde o final do mês de março centenas de peixes estão morrendo em um tanque de criação na localidade da Jacutinga, zona rural de Elísio Medrado. Segundo o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Paulo Henrique , há suspeitas que a mortalidade está acontecendo em decorrência de um proprietário de terras ter colocado veneno conhecido como Rodape para matar ervas daninhas no leito de um riacho.

O fato ocorreu após as chuvas quando a água desceu pelo riacho e chegou até o tanque causando o desastre ambiental. “Nós estamos muitos sentidos não pela perda material, mas pelo que representava para nós como terapia e lazer cuidar e dar comida aos peixes”, destacou um dos proprietários que já retirou mais de 1.000 quilos de peixes mortos.

Além da perda dos peixes, o gado foi retirado do local para não se contaminar com a água. Vários sapos e rãs também foram encontrados mortos em áreas próximas ao tanque e no leito do riacho. A Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente está acompanhando e investigando o caso para comprovar as suspeitas do crime ambiental e os responsáveis irão responder conforme a Lei de Crimes Ambientais. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Criativa On Line)