Mercado Livre conseguiu uma liminar provisória contra a imposição do aumento abusivo de 51% no frete dos Correios, que aconteceria nesta terça-feira, 6 de março. O site de vendas lembra aos seus clientes que é preciso continuar com força total para que a decisão seja definitiva, pois, esse aumento afetaria o consumidor e, principalmente, os pequenos e médios empreendedores que vendem pela internet..

“Muito obrigado a todos que compartilharam #FreteAbusivoNão e postaram suas cartas e encomendas nos Correios com a hashtag. O protesto virou pauta nos principais veículos de notícia e nas conversas de milhares de brasileiros. E isso foi vital para conseguirmos fazer pressão”.

O Mercado Livre lembra que a liminar não significa que o aumento abusivo está descartado de vez, mas significa que a voz do povo foi ouvida e que, por enquanto, o aumento abusivo não poderá ser aplicado para os seus clientes. “Estabelecemos o compromisso de continuar lutando para que sempre seja cobrado um frete justo. E contamos com sua ajuda para mais vitórias”.

Fonte: Tribuna do Recôncavo