O TRE-BA, por meio da 202ª Zona Eleitoral, informa que 2.243 eleitores de Muniz Ferreira, no Recôncavo Baiano, correm o risco de terem o título eleitoral cancelado. O número corresponde à quantidade de cidadãos que ainda não realizaram a revisão biométrica, obrigatória no município. O prazo, iniciado em 14 de abril de 2017, encerra-se no próximo dia 31 de julho.

Até o último dia 12 de julho, dos 7.404 eleitores aptos ao exercício do voto, 5.161 foram recadastrados (70% do total). O posto de atendimento em Muniz Ferreira fica localizado em frente à lavanderia municipal, na 1ª Travessa 13 de Maio, Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h.

Entre os transtornos para quem não se recadastrar estão, restrições no CPF, o que poderá também acarretar em dificuldades para realizar cadastro e receber benefícios federais, como o Bolsa Família. Também será impedido de tirar passaporte, receber aposentadoria ou pensão paga pelo governo federal, fazer matrícula em instituição de ensino superior e tomar posse em cargo público.

O eleitor deverá apresentar original e xérox do RG, CTPS ou CNH e um comprovante de residência recente em nome do solicitante ou de parente (com comprovação de parentesco). O comprovante deve ser recente (emitido há, no máximo, três meses). (Editado por Tribuna do Recôncavo | Matéria: Hellene Silva)