Baiano, o senador Magno Malta (PR-ES) desconversa sobre a possibilidade de assumir a vice na chapa que deve ser encabeçada por Jair Bolsonaro (PSL). “Quem fala isso são as redes sociais. Sou candidato à reeleição. Agora, minha vida está na mão de Deus. Do meu futuro não sei. A única coisa que sei é que o presidente será Bolsonaro, eu de vice ou não”, disse, segundo a Folha.

Apesar de não confirmar, o parlamentar mostra alinhamento com o pré-candidato. “O povo se enojou do politicamente correto”, afirma, em um eco do discurso bolsonarista. “A gente acredita em um Brasil que volte a cantar o Hino Nacional, que não glamouriza vagabundo”.

Nos bastidores, o homem que Malafaia descreve como “político evangélico de maior prestígio no país” opera para se viabilizar como opção. Demonstrações públicas de afeto vêm em fotos juntos publicadas nas redes dele e de Bolsonaro. O que Malta admite: ambos têm muito em comum, das bandeiras que defendem ao jeito pouco sutil de fazê-lo. (Metro1)