O perfil oficial das Organizações das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, no Twitter desmentiu a atriz Larissa Manoela, de 16 anos, logo após ela ter anunciado, no início da tarde desta segunda-feira, que era a nova embaixadora da entidade no Brasil, que é ligada às Organizações das Nações Unidas (ONU).

“Larissa, essa informação não é verdadeira, pois não houve entrega de título da UNESCO hoje. Pode informar à UNESCOBrasil de que se trata?” Ao longo da tarde desta segunda-feira (02), toda a movimentação da atriz foi divulgada por ela em tempo real no Instagram, incluindo vídeos de matérias e fotos da jovem no Senado, em Brasília, local do evento. O site oficial do Senado, inclusive, confirmou a versão de Larissa Manoela, destacando que ela falou à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa pouco depois de receber o título de Embaixadora da Boa Vontade em Defesa do Jovem Aprendiz da Unesco.

Com a repercussão, a atriz se manifestou e disse em seu Twitter que, na verdade, a condecoração foi pelo Clubes Unesco. Os Centros ou Clubes Unesco são grupos de pessoas (associações sem fins lucrativos, ONG, escolas, universidades, fundações, círculos culturais, sociais e administrativos da comunidade), de todas as idades, todos os horizontes, de todas as condições, que acreditam nos ideais da entidade e desejam apoiar a Organização na sua missão. (Extra)