A Câmara Municipal de Laje aprovou nesta terça-feira (27/03), um requerimento em que antecipa em 8 meses a eleição da Mesa Diretora do Legislativo Municipal para o biênio 2019/2020. Com a antecipação,  a eleição acontecerá no dia 03 de abril de 2018, às 9horas, no plenário da Câmara Municipal.

A vereadora Eliene Batista questionou qual a necessidade de antecipar a eleição e como tal decisão trará benefícios para a população ou para o Legislativo Municipal. Já a vereadora Nete Argolo, líder do Governo, também lamentou o ocorrido: “É muito triste a gente voltar a Ditadura Militar aqui em laje”. Segundo ela, existe algo por traz da decisão de antecipar a eleição e questionou “Qual o Medo?”.

Nete ainda disse que não saiu do governo, porém está sendo colocada para fora do grupo de situação do município. A vereadora pediu licença e desculpas aos presentes e se retirou do Plenário, em manifestação de repúdio ao momento que a mesma denominou como “Palhaçada”.

O presidente disse que falta de respeito é não respeitar a maioria e que o requerimento está dentro do que exige a Lei Orgânica Municipal e o Regimento Interno da Câmara. Votaram contra o requerimento em que antecipa a eleição da Câmara, os Vereadores Jeir, Geovane e Eliene Batista. Votaram a favor os vereadores: Jamaica, Robeval, Zé Pinto, Jaquinho, Lucia do Hospital e Renê.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Vale Mais Noticias