O presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, recebeu nesta quinta-feira (31), o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, em um encontro oficial em Pyongyang. Lavrov tinha sido convidado para visitar a Coreia do Norte pelo seu homólogo Ri Yong-ho. A ida do russo ao país acontece em um momento em que Pyongyang negocia a realização de uma reunião histórica entre Kim Jong-un e o norte-americano Donald Trump, programada para 12 de junho, em Singapura.

No encontro, Lavrov prometeu pedir a progressiva remoção das sanções internacionais contra a Coreia do Norte. “É absolutamente óbvio que, como estão sendo negociadas soluções para o problema nuclear, é razoável que haja uma retirada das sanções”, disse Lavrov. O chanceler russo disse que o Kremlin está “interessado na paz e no progresso da península coreana”, e convidou Kim Jong-un a visitar Moscou.

“Venha à Rússia, ficaremos felizes de recebê-lo”, disse Lavrov, de acordo com um comunicado do Ministério das Relações Exteriores de Moscou. “Mas ainda é muito cedo para falar de um encontro entre Kim Jong-un e Putin”, esclareceu o governo russo. Kim nunca viajou à Rússia. Seu pai, Kim Jong II, visitou o país em 2011 e 2012. (ANSA)