Mesmo antes de estrear na Série C do Brasileirão, a Juazeirense enfrenta dificuldades com a competição nacional. O Cancão de Fogo tem reclamado da logística oferecida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para as viagens do time nos jogos como visitante. Segundo o presidente do clube, Roberto Carlos, a entidade foi alertada sobre a situação.

“Na última reunião que tivemos na CBF eu comuniquei ao presidente. Ele me disse que ia tomar providências e analisar. A gente fica muito tempo no aeroporto e isso é ruim porque cansa os jogadores. Estamos esperando a resposta”.

O primeiro compromisso fora de casa será em Natal, no Rio Grande do Norte, diante do ABC, no dia 22 de abril. O presidente do clube explicou que ao invés de fazer um voo direto, a equipe faria escala em São Paulo e Rio de Janeiro. “Nós saímos de Juazeiro, vamos para São Paulo, esperamos quatro horas para ir para o Rio de Janeiro e de lá iremos para Natal. Poderia ser um caminho mais curto por Petrolina, Recife e Natal”.

Um dos motivos para essas escalas é porque os voos da GOL, patrocinadora do torneio, só saem de madrugada. Entretanto, o pedido do clube foi atendido, ao menos para a primeira partida fora de casa. O time viajará pela empresa Azul, saindo de Petrolina até Recife e de lá embarca até Natal.

Bahia Noticias