Dom Antônio Tourinho Neto tomou posse na manhã deste domingo (28), como bispo da nova Diocese de Cruz das Almas criada pelo Papa Francisco em 22 de novembro de 2017. Em cerimônia que reuniu dezenas de padres e bispos, autoridades políticas de toda região e milhares de fiéis, Dom Murilo Krieger, vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), pediu que fossem levadas ao Papa as mensagens de agradecimento do povo do recôncavo.

“Transmitam ao Santo Padre a alegria desse povo e a certeza de que, em retribuição por essa iniciativa, irão se multiplicar adorações para que o pastoreio do Papa Francisco seja sempre mais iluminado pelas luzes do Espirito Santo”, disse. Desmembrada de Salvador, a diocese cruzalmense passa a abranger as cidades de Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Governador Mangabeira, Maragogipe, Muritiba, Santo Amaro, São Félix, Sapeaçu e Saubara, totalizando 2.049 km² de área e população de 324 mil pessoas, sendo dessas, 191 mil católicas.

O primeiro bispo de Cruz das Almas, Dom Antônio Tourinho Neto, nasceu em 9 de janeiro de 1964. Estudou filosofia em Salvador e teologia e direito canônico no Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote em 20 de janeiro de 1990 e incardinado na Diocese de Jequié. No decorrer do seu ministério sacerdotal, desempenhou inúmeros cargos, como pároco, promotor vocacional, chanceler, diretor espiritual de vários movimentos e coordenador regional da Fazenda Esperança para os Estados de Bahia, Alagoas e Sergipe.

Dom Antônio foi nomeado pelo Papa Francisco bispo auxiliar de Olinda e Recife em 12 de novembro de 2014 e ordenado bispo em 17 de janeiro de 2015. Já em 2017, foi nomeado bispo diocesano da recém-criada Diocese de Cruz das Almas.

 

Forte na Notícia