Após dois meses de investigação, a Polícia Civil de Cachoeira encerrou neste final de março, as investigações do homicídio que vitimou a vendedora de roupas, Antônia Oliveira da França, de 38 anos, fato ocorrido em fevereiro de 2017. As investigações apontaram como autor Clerisvaldo, vulgo “Tina”.

O corpo de Antônia, mais conhecida no meio evangélico como “Binha”, foi encontrado no dia 04/02 num pasto localizado na região da Villa Real em Cachoeira-Ba. Populares ficaram chocados ao ver o crânio da vítima esfacelado pelas pedradas.

Após duas decretações de prisão temporária, a Autoridade Policial pediu a prisão preventiva de “Tina”, que foi deferida pela justiça, e ele foi indiciado por homicídio qualificado. “Tina”, reside no povoado de Ladeira de Padre Inácio, mesma zona rural onde a vítima vivia e foi assassinada.

O acusado, que afirmou ter um relacionamento amoroso com a vítima em segredo, encontra-se preso preventivamente na Delegacia de Cachoeira aguardando julgamento. (Editado por Tribuna do Recôncavo)