A Campanha de doação de sangue destinada ao pequeno Helber Cardoso Rodrigues, será realizada nesta quinta, dia 12 do mês de abril, na Câmara de Vereadores de Mutuípe. O intuito é obter uma quantidade significativa de sangue e também evitar o deslocamento até Feira de Santana.

Helber Rodrigues Cardoso é morador do município de Mutuípe, tem 10 anos de idade e foi diagnosticado com uma doença chamada APLASIA. Doença que ataca o sistema imunológico, pacientes que apresentam este distúrbio não produzem uma quantidade adequada de células sanguíneas, deixando o mesmo imunossuprimido e, consequentemente, mais propenso a adquirir graves infecções. Atualmente ele tem feito tratamentos com remédios e transfusões de sangue e necessita de doadores de sangue e também de medula óssea.

Sobre a doação de sangue

Doar sangue é um ato simples, rápido e seguro. O organismo repõe o volume de sangue doado nas primeiras 24 horas após a doação. Todo o material utilizado na coleta é descartável, o que elimina qualquer risco de contaminação para o doador.

Para doar sangue, o voluntário deve portar um documento oficial com foto, estar em boas condições de saúde, pesar acima de 50 quilos e ter idade entre 16 e 69 anos – menores de 18 anos devem estar acompanhados por um responsável legal. É necessário estar descansado (ter dormido pelo menos 6h nas últimas 24h) e bem alimentado, tendo, preferencialmente, ingerido alimentos sem gordura.

 

Sobre o cadastro de medula óssea

Para incluir os dados no Redome, o candidato precisa ter entre 18 e 55 anos incompletos, gozar de boa saúde, preencher um formulário com dados pessoais e realizar a coleta de uma amostra 5 ml de sangue para testes de compatibilidade.

Os dados pessoais e os resultados dos testes da amostra de sangue serão armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados de pacientes que estão necessitando de um transplante. Em caso de compatibilidade, o doador é chamado para exames complementares e para realizar a doação de medula óssea.

 

Mais informações podem ser acessadas através do site da Hemoba (www.hemoba.ba.gov.br), das páginas oficiais da Fundação no Facebook (fb.com/hemoba) e no Instagram (@hemobaoficial).