Um goleiro baiano de 17 anos foi assassinado na noite de sábado (13), durante a comemoração de acesso do Floresta Esporte Clube à Série A do Campeonato Cearense, em Fortaleza. O corpo de Alisson Mateus será sepultado em Salvador. Na mesma noite, Felipe Gustavo, camisa 10 do time, foi baleado de raspão. A Federação Cearense de Futebol divulgou a informação no domingo.

Alisson teve passagem na base do Vitória, em 2016. Alisson e Felipe foram baleados em um carro na Rua São Lázaro. Baleado na cabeça e no ombro, o goleiro chegou a ser socorrido para uma unidade de saúde, onde acabou falecendo, segundo o G1CE. Já Felipe passa bem. O caso é investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa. A comemoração do acesso acontecia no centro de treinamento do clube, Estádio Felipe Santiago.

“A gente estava na festa, e o Alisson vinha chegando de carro com o Felipe Gustavo quando dois homens armados chegaram de moto e mandaram eles pararem. Antes deles poderem parar eles (criminosos) já tinham atirado na cabeça do Alisson”, relatou o supervisor do clube, Everardo Alves de Sousa, que acredita que a situação foi uma tentativa de assalto. Por conta do crime, o jogo entre Iguatu e Maracanã, que definiu o rival do Floresta na final da Série B do Ceará, teve um minuto de silêncio antes de começar.

Na final, o Floresta vai homenagear o jogador, que treinava nas categorias de base do time. O velório de Alisson será na Igreja Deus do Brasil, em Mirantes de Periperi, nesta terça. O corpo será sepultado na Quinta dos Lázaros na manhã de quarta.

 

Correio