Funcionários do Hospital Regional de Castro Alves parara suas atividades por 24h nesta quarta-feira (15/02). Segundo o diretor do Sindsaúde-Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Cosme Souza, os trabalhadores estão com salários atrasados há dois meses e os funcionários demitidos não receberam os valores de rescisão.

A paralisação atinge 70% do funcionamento do hospital e apenas 30% está mantido. Profissionais como auxiliar de enfermagem e agentes de limpeza e portaria aderiram ao movimento. O Prefeito Thiancle Araújo, se reuniu na manhã desta quarta-feira (15), com os representantes do Sindsaúde, para tratar da situação do hospital que é gerido pela Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APMI).

Preocupado com a situação da saúde do município, o prefeito entrou em contato com o assessor do secretario de saúde do estado, e na oportunidade foi marcada uma audiência pública com os representantes e diretores do Sindicato, que está prevista para a próxima segunda-feira (20), para tratar da situação dos salários atrasado dos funcionários. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia10)