Uma família por pouco não caiu no golpe do sequestro em Santo Antônio de Jesus na última quarta-feira, dia 19. Em entrevista ao portal Tribuna do Recôncavo, a senhora Júlia Barbosa, residente na Rua Marita Amâncio, contou que recebeu a ligação de um jovem se passando por filho dela, dizendo que tinha sido sequestrado por três homens fortemente armados.

“A senhora vai fazer o que eles pedirem pra me soltar, mãe? Fala com eles aqui pelo amor de Deus”, disse o rapaz ao telefone.

A neta da senhora Júlia, Eloisa Barbosa, tomou o telefone da mão da sua avó e continuou a conversa, já com o suposto sequestrador que disse: “Você não quer que eu mate seu filho, né? Vamos resolver numa boa pra não ter derramamento de sangue, ok?”.

Ao ser perguntado por Eloisa sobre o que ele queria, o elemento pediu que fizesse uma transferência de R$ 5 mil reais para o mesmo recuperar o prejuizo que o filho da vítima tinha dado a eles. Como Dona Júlia não tem filho homem, Eloisa percebeu que se tratava de um golpe e encerrou a ligação. Os elementos ainda ligaram novamente várias vezes, mas a vítima não atendeu. (Tribuna do Recôncavo)