Um ponto branco no céu na manhã deste sábado (18/06), chamou a atenção de moradores do Vale do Jiquiriçá. O objeto voador faz parte do ‘Projeto Loon’ que é uma rede de balões que viajam na borda do espaço, com o objetivo de estender a conectividade à Internet para pessoas em áreas rurais e remotas em todo o mundo.

O balão está a aproximadamente 15 mil metros de altura e viaja a uma velocidade de 9km por hora. Desde que foi lançado ele já passou pelos estados de Goiás, Minas Gerais e Bahia, percorrendo na região, os municípios de Caculé , Brumado, Tanhaçu, Contendas do Sincorá, Jequié, Ubaíra, Mutuípe, Amargosa e Elisio Medrado.

Como funciona o projeto: A Internet de alta velocidade é transmitida ao balão mais próximo da rede parceira de telecomunicações no solo, retransmitida para a rede do balão e depois para os usuários no solo. A demonstração de transmissão de dados entre balões a 100 km de distância entre si na estratosfera e para pessoas no solo com velocidades de conexão de até 10 Mbps, diretamente para smartphones com LTE.

O projeto pretende lançar e manter uma frota de balões para fornecer cobertura de Internet a usuários no solo, com  lançadores automáticos sendo capazes de lançar um novo balão de forma segura e consistente a cada 30 minutos. Desde o início do projeto, já foram percorridos 19 milhões de quilômetros em voos de teste, com um dos balões batendo o recorde de permanecer na estratosfera por 190 dias.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fontes: Flightradar24 e Mídia Bahia