O curso de Medicina da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) passará por um processo de modernização, após recentes investimentos feitos pela instituição.

Os alunos poderão, por exemplo, realizar atividades de laboratório com o auxílio do Syndaver, um boneco feito de um polímero à base de sódio e água, que possui todos os sistemas do corpo humano e pode ser programado para ter reações como respirar, mover os membros e até gritar durante a simulação de um procedimento médico.

“Nós compramos dois desse modelo, eles devem chegar no final de julho. Só tem uma universidade, em São Paulo, que tem esse modelo cadavérico sintético. Nós vamos ser a primeira do eixo Norte-Nordeste e a segunda do Brasil”, afirmou o coordenador do curso, André Nazar. (Bahia Noticias)