No último dia 15/03 o Grupo Ambientalista da Bahia (GAMBÁ) recebeu denúncia de moradores das localidades próximas a uma grande área de Mata Atlântica destruída na localidade do Monte Cruzeiro em Elísio Medrado, no Vale do Jiquiriça.

Após visita ao mutirão de reflorestamento no Rio Jacutinga, na terça feira dia 20, o promotor ambiental, Dr. Julimar Barreto Ferreira, enviou prepostos ao local, que após averiguação da denúncia foi constatado crime ambiental de grandes proporções.

Após confirmação dos atos, os agentes do Ministério Público Ambiental notificaram o proprietário que deu a seguinte justificativa. “Tinha dado entrada em um protocolo no INEMA para tirar a licença e estou esperando o retorno, mas ainda não tenho em mãos para fazer a limpeza da área”. O mesmo recebeu a notificação das mãos dos agentes e ficou incumbido de se apresentar ao MP Ambiental  para ser ouvido.

Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Criativa On Line