Com o tema “O Espírito Santo descerá sobre ti” (Lc 1: 35) ocorreu no último final de semana (06 a 08/10) na Arena Fonte Nova, em Salvador, o 17º Congresso Estadual da Renovação Carismática Católica, reunindo aproximadamente 5.500 carismáticos, sendo cerca de 450 da Diocese de Amargosa.

O Congresso teve como intuito continuar a obra de libertação iniciada em 2015 e celebrar os 50 anos, o “Jubileu de ouro”, dessa “Corrente de graça” no mundo. O evento contou com a participação de bispos, padres, coordenadores diocesanos, conselhos, grupos de oração de todas as dioceses da Bahia e simpatizantes da RCC.

Também estiveram presentes, Frederico Mastroangelo (coordenador Estadual da RCC Bahia); Irmã Ana Paula (Irmãs Carmelitas Mensageiras do Espírito Santo); Meire (Comunidade Nascidos da Cruz); João Paulo Rufino (membro da Comissão de Reflexão Teológica da RCC Brasil) e Katia Zavaris (presidente Nacional da RCC Brasil).

O evento foi marcado por pregações, louvor, adoração, escuta profética, Missas e noite carismática (animada pela Irma Ana Paula e por membros dos grupos de oração). Também houve o Congressinho destinado às crianças e confissões durante o evento.

O congresso iniciou-se na sexta à noite (06) com acolhida das caravanas e Missa de abertura; no sábado(07) iniciou-se com a Oração do ofício de Nossa Senhora, animação/ oração; cerimônia de abertura, seguido de pregações; Santa Missa e noite carismática(com o show da Irma Ana Paula, onde colocou o público para louvar, cantar e dançar ao ritmo de músicas variadas: “Sopra em nós” “Mãe do Verbo” e “Fogo do céu”; no domingo(08), iniciou-se com o Santo Terço; animação/oração; pregações; apresentação das crianças do Congressinho; Santa Missa e encerramento.

Em uma de suas pregações João Cláudio Rufino ressaltava o olhar de Deus sobre o Congresso e sobre o Estado da Bahia, onde nascera o Brasil: “…O nosso olhar se volta para o novo tempo, para esse estado, com esperança e fé. O olhar agora é para a frente.”

Frederico em sua pregação frisava a importância de se clamar ao Espírito Santo para que um novo Pentecostes possa acontecer nos grupos de oração e diariamente na vida de cada um “Não se pode propagar aquilo que eu não tenho e não vivo.” E citando São João Paulo II dizia: “Vida longa aos carismáticos.” E Monsenhor Jonas Abib “Carismáticos até morrer.”

Essa cultura de Pentecostes, que é a Renovação Carismática Católica, tem sido difundida a cada dia derramando graças e transformando a vida de tantas pessoas no mundo inteiro.

 

Veja mais fotos na fanpage: facebook.com/pg/RCCBahiaOficial

 

Matéria: Jocinere Soares

Fonte: Tribuna do Recôncavo