A paralização dos caminhoneiros causou o desabastecimento de combustíveis, na redução da frota de transporte público e até dificuldade de locomoção para a população em geral. Em razão disso, vários eventos foram cancelados. Um deles foi a aplicação de provas para a seleção de Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem das Obras Sociais Irmã Dulce. O concurso seria realizado neste domingo (27). Por nota, a organizadora do certame informou que “tão logo esteja restabelecida a normalidade da situação, será divulgada aos inscritos a nova data para a aplicação das provas”.

Confira outros concursos e provas canceladas:

TRE

Também neste domingo (27) seriam realizadas as provas do programa de estágio do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), mas a aplicação foi suspensa “em virtude das dificuldades ocasionadas pela greve dos caminhoneiros e no intuito de assegurar a integridade dos inscritos”, justificou o órgão em comunicado. Uma nova data será agendada e divulgada posteriormente, informou ainda o TRE.

 

OAB 2ª fase

A segunda fase do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, que seria realizada neste domingo (27) em todo o país, também foi suspensa. A instituição informou que vai divulgar depois um novo cronograma para o exame.

 

UFSB

As provas do concurso para professores da Universidade Federal do Sul da Bahia, previstas para amanhã, foram canceladas e não há ainda uma nova data para a realização da seleção.

Nacionais – Ao menos outros 7 concursos em nível nacional também sofreram o impacto da paralização dos caminhoneiros, entre eles os das Polícias Civis de São Paulo e Rio Grande do Sul, do Tribunal do Trabalho da 15ª Região -em Campinas, Conselho Regional de Medicina do Estado do Paraná, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFFluminense), da Aeronáutica e do Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima).

 

A Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (ANPAC) divulgou em seu site oficial que está pedindo o adiamento da aplicação de provas. “É notório que essa greve dos caminhoneiros que assola nosso país durante toda essa semana já prejudica o trânsito de passageiro pelas cidades e estados.  Muitas companhias aéreas já cancelaram voos por falta de gasolina e muitas estradas estão fechadas. Dessa forma, muitos candidatos não vão conseguir chegar aos locais de prova, muitos já estão tendo voos cancelados, já que são de outros estados. Por conta disso, estamos buscando um posicionamento solidário das Bancas Organizadoras a fim de remarcarem as provas já que o direito de ir e vir de diversos candidatos estão prejudicados por fatos notórios e alheios à vontade”.

 

Fonte: Correio24h