Nesta sexta-feira (10), Valença, no baixo sul do estado, tem comemoração em dobro. Além do aniversário da cidade, serão celebrados os 31 anos do Centro de Cultura Olívia Barradas – espaço cultural administrado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult). A partir das 19h, haverá atividades das mais diversas linguagens com convidados especiais e entrada gratuita.

Iniciando as celebrações, será aberta a exposição ‘Valença: Centro de Cultura’, reunindo oito artistas visuais Nem Cardim, realizada a Ocupação Cultural, com performances, poesia, música e dança. O evento é promovido pela Secult, Biblioteca Municipal Ruy Barbosa, Instituto Federal da Bahia (Ifba), Secretaria Municipal de Governo e Cultura de Valença.

Na opinião do coordenador do Centro de Cultura Olivia Barradas, Otávio Mota, “as sementes que plantadas ao longo do tempo dão para ser traçado uma história importante no segmento da cultura, quer em Valença e territorialmente. Nossos sonhos continuam latentes, possibilitando assim novas colheitas e novos frutos que venham somar em todos os segmentos artísticos culturais e sua diversidade”.

O Centro de Cultura Olívia Barradas, coordenado por Otávio Mota, foi inaugurado em 10 de novembro de 1986, e tem como destaque a programação artístico-cultural de dança, linguagem que mais realiza apresentações no espaço e que mobiliza o maior público, teatro, circo e artes visuais.

Espaços Culturais

A Secult mantém 17 espaços culturais, administrados pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC) e localizados em diversos territórios de identidade. Destes, cinco funcionam em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro de Cultura de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro,Valença e Vitória da Conquista. Mais informações estão disponíveis na página da ação ou podem ser obtidas pelo telefone 71 3116-2000.

Fonte: Ascom/Secult