web analytics

Câmara aprova obrigatoriedade de dispositivo contra esmagamento em janela de carros

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 5125/09, do deputado Jefferson Campos (PSD-SP), que inclui, entre os equipamentos obrigatórios dos veículos automotores, dispositivo antiesmagamento nas janelas cujo vidro é acionado por circuito elétrico.

A proposta, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), tem como objetivo evitar que a mão ou o braço de algum ocupante do automóvel seja comprimido pelo vidro contra a janela. O autor destaca que o movimento de vidros elétricos não é automaticamente interrompido quando algo se interpõe à sua trajetória ascendente, o que gera frequentes acidentes, especialmente em crianças e bebês.

O parecer do relator na CCJ, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), foi favorável à proposta, comemenda de redação. O projeto segue agora para análise do Senado Federal, a não ser que haja recurso para apreciação antes pelo Plenário da Câmara. (Agência Câmara) (mais…)

Alice Portugal lidera ranking de gastos com verbas entre deputados baianos

A deputada federal Alice Portugal, pré-candidata à prefeitura de Salvador pelo PCdoB, foi a parlamentar baiana que mais gastou dinheiro público em 2015 com o chamado “cotão”, valor repassado pela Câmara Federal para custear itens como telefonia, passagens aéreas, combustível, divulgação das ações do mandato, aluguel de carros, imóveis e aviões, dentre outros.

Segundo informações levantadas pela coluna Satélite, do jornal Correio, a legisladora comunista gastou em 2015 e início de 2016 R$ 559.512,13 mil. Alice também é a única baiana que aparece no ranking nacional dos dez que mais gastaram em quarto lugar. Os maiores dispêndios da deputada foram com passagens aéreas, R$ 248 mil, divulgação, R$ 172 mil, e com combustível, R$ 32 mil.

Dentre os baianos, os outros deputados que completam o top 5 dos que mais gastaram estão: José Nunes (PSD), Daniel Almeida (PCdoB), Márcio Marinho (PRB), José Carlos Araújo (PSD), todos na casa dos R$ 450 mil de gastos. Em resumo, os deputados baianos custaram ao bolso do contribuinte R$ 14,5 milhões em 2015, sem contar salários e benefícios.

Na parte dos que menos gastaram com o “cotão”, estão o deputado João Gualberto (PSDB), com R$ 140 mil. Em seguida vem Lúcio Vieira Lima (PMDB), Roberto Brito (PP), Fernando Torres (PSD), Irmão Lázaro (PSC), com custos de R$ 220 mil, R$ 230 mil, R$ 238 mil e R$ 256 mil, respectivamente. (Bocão News) (mais…)

Dilma anda de bicicleta na orla do Guaíba em Porto Alegre

Após o nascimento do neto Guilherme em Porto Alegre, a presidente Dilma Rousseff andou de bicicleta na orla do Guaíba na manhã deste domingo (10/01). Por volta das 7h, Dilma pedalou na ciclovia da Avenida Diário de Notícias, no bairro Cristal, nas proximidades da região onde mora a filha Paula, que teve alta junto com o bebê no sábado (9).

O menino nasceu nesta quinta-feira (7), no Hospital Moinhos de Vento, na região central da cidade. Na saída da casa de saúde, Dilma e sua filha não apareceram publicamente para a imprensa. Guilherme é irmão de Gabriel, o neto mais velho da presidente e do ex-marido Carlos Araújo. O avô da criança informou que o menino pesa 3,95 kg. Dilma não presenciou o nascimento do neto e teve que cancelar compromissos e vir às pressas para Porto Alegre.

A presidente chegou a passar os feriados de Natal e Ano Novo, quando já havia expectativa do nascimento, na capital gaúcha, mas retornou a Brasília na tarde de sexta-feira (1). Neste último final de ano, a presidente decidiu não viajar para a praia da base naval de Aratu, na Bahia, onde costuma passar um período de férias todo início de ano. (G1 Foto: Ricardo Duarte)
(mais…)

Vereadores aprovam orçamento com emendas da oposição em Santo Antonio de Jesus

Aconteceu na sessão da Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus nesta segunda-feira (28/12), a votação do orçamento proposto pelo prefeito municipal Humberto Leite (PDT). Por conta das emendas apresentadas pela oposição e pelo fato do prefeito ter minoria na Câmara, não foi garantida a suplementação de 100% dos recursos estimados em 170 milhões de reais. Desse montante, apenas 10% poderão ser remanejados entre as secretarias e setores do município durante o ano de 2016.

Segundo o vereador Antônio Nogueira Neto, ‘Tom’ (PSB), líder da bancada de oposição na Casa que foi autor das emendas, essas emendas são legais e foram aprovadas pela maioria dos edis. “Isso mostra a responsabilidade dos vereadores que estão para fiscalizar, identificar erros e consertá-los”.

518Ainda segundo Tom, o prefeito Humberto Leite queria pegar os R$ 170 milhões para fazer o que quiser, no entanto só será possível remanejar 10% do montante, o equivalente a 17 milhões. O município também terá R$ 6 milhões para ser aplicado no São João, que segundo o prefeito, é insuficiente para a realização do evento. “Como não dá para fazer com esse valor? Ele quer quanto para o São João? Fora o patrocínio que todo ano vem do Governo Federal, Governo Estadual e de empresas privadas”, questionou Tom.

Durante o ano, o prefeito pode enviar um novo projeto para a Câmara, que será analisado e se for necessário será aprovado, com a finalidade de liberar mais recursos para o remanejamento. (Redação: Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Rádio Andaiá FM)   (mais…)

Nilo faz balanço da Alba e fala sobre seu futuro político durante almoço com jornalistas

Durante o já tradicional almoço de final de ano com jornalistas, na tarde desta quarta-feira (16), o presidente Marcelo Nilo apresentou o balanço anual dos trabalhos da Assembleia Legislativa da Bahia e falou sobre seu futuro político.

De acordo com Marcelo Nilo, as atividades da Alba nunca foram tão intensas, desde o seu primeiro mandato de deputado. “Eu estou nesta Casa há 25 anos e nunca vi a Assembleia funcionar tão bem como esse ano. As comissões, a atuação aguerrida das bancadas de oposição e governo e todas as atividades funcionaram a todo vapor”, arrematou.

Nos números apresentados no balanço constam 231 sessões realizadas, entre 126 ordinárias; 20 extraordinárias; 82 especiais; uma solene e duas preparatórias. Em plenário, foram proferidos 2.501 discursos, além de 189 proposições apreciadas em plenário, sendo 33 projetos de lei provenientes do Executivo, Ministério Público e Judiciário; um projeto complementar do governo do Estado e de iniciativa parlamentar foram votados 106 projetos de lei e mais 49 de resolução. Já na comissão diretora foram apreciadas 1.884 proposições entre elas, 549 indicações; 1.208 moções e 127 requerimentos.

Sobre o cronograma de votações das duas últimas semanas do ano, ficou agendado para esta quinta-feira (17), a votação do orçamento nas comissões a partir das 10h e a convocação para sessão extraordinária para a votação em 1º turno da PEC 148, a partir das 12h. Já na terça-feira (22) estão na pauta de votação o projeto de lei da Defensoria Pública; o da criação da BahiaInveste; o Plano Plurianual Participativo (PPA); e um PL referente às Universidades públicas. Na quarta-feira (23) está prevista a votação do 2º turno da PEC 148 e do requerimento de urgência para a votação do projeto 21631/2015 que estabelece mudanças trabalhistas aos servidores estaduais. A última sessão do ano está programada para a terça-feira (29), quando será votado o PL dos servidores e o 2º turno do orçamento estadual.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de ser presidente da Assembleia pelo 6º mandato, Marcelo Nilo afirmou que “se eu sentir que é importante para os deputados da bancada do governo e da oposição, se vocês da imprensa não forem contra ou se eu não conseguir viabilizar minha candidatura ao Senado, é possível sim”.

O presidente disse ainda que tem quatro possíveis destinos. “Ou eu me aposento, ou tento uma vaga no Tribunal de Contas do Estado, ou me candidato a deputado federal, mas isso, se não conseguir me viabilizar minha primeira opção que é me candidatar a senador na chapa de Rui Costa”, explicou.

Segundo Nilo, seu futuro político depende ainda da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre a sua desfiliação do PDT, que deve sair já na próxima semana. A tendência é que o chefe do legislativo baiano entre mesmo para o PSD, já que tem o aval do presidente do partido na Bahia, o senador Otto Alencar. (Ascom ALBA | Fotos: Sandra Travassos)

DSC_8357-1024x544 (1)

Prefeito Humberto diz: “Se projeto não for aprovado, não haverá São João”. Vereador Uberdan rebate. Confira !

O assunto bastante comentado durante esta última semana na Câmara de Vereadores de Santo Antônio de Jesus diz respeito a votação do Orçamento proposto pela administração municipal para o ano de 2016. Na última sessão o assunto não foi colocado em pauta.

A polêmica gira em torno do fato de que o prefeito Humberto Leite pretende a suplementação de 100% do valor estimado em R$170 milhões, ou seja, as secretarias poderiam então movimentar quaisquer valores entre os setores das mesmas, enquanto na Câmara a bancada de oposição, liderada pelo vereador Antônio Nogueira Neto, conhecido como ‘Tom’ (PSB) propôs uma emenda que modifica o percentual de suplementação de 100% para 10%, uma quantia de 17 milhões, o que segundo o grupo que é maioria na Câmara, é mais do que suficiente para ofertar condições às secretarias sem prejudicar o funcionamento dos projetos elaborados pelas mesmas.

Aparentemente descontente com isso, o prefeito Humberto Leite chegou a dizer que não vai ficar se humilhando para que consiga fazer alguma coisa e nem ficar parado vendo a oposição ‘rir de sua cara’, uma vez que alega não ter mais idade para ficar suportando tais coisas e afirmou: “Se de fato o projeto não for aprovado, não haverá São João”.

O vereador que também integra o grupo opositor à atual administração, Uberdan Cardoso (PT), não ficou de braços cruzados e em rede social na última sexta-feira, 25 de Dezembro, expôs sua opinião sobre o assunto, colocando que o prefeito Humberto Leite não tem o direito de responsabilizar a Casa Legislativa por sua falta de planejamento. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Voz da Bahia)

COMENTÁRIOS:

Marcos Lessa: Para poder situar melhor a população se esta questão é técnica ou trata-se de querela da politicagem seria interessante uma pesquisa sobre como ficou a questão do remanejamento nos últimos 8 anos, assim poderíamos situar se esta situação ocorre apenas porque o governo não tem maioria. (mlessaesilva@gmail.com)

Confira aqui a fala do vereador Uberdan Cardoso»» (mais…)

Eleições de 2016 podem ser realizadas com cédulas de papel

Na segunda-feira (30/11), o Poder Judiciário anunciou que, por falta de verba, as eleições de 2016 não usarão urnas eletrônicas. Em nota, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou que “o contingenciamento de recursos determinado pela União para cada área do Poder Judiciário, incluindo a Justiça Eleitoral, inviabilizará as eleições de 2016 por meio eletrônico”.

Segundo a Justiça Eleitoral, os valores disponíveis para as eleições de 2016 são de 428 milhões de reais. Esse valor compromete severamente vários projetos do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), como a aquisição de urnas eletrônicas, com licitação já em curso e de imprescindível contratação até o fim do mês de dezembro. Apenas para comprar novas urnas seriam necessários R$200 milhões de reais.

A medida anunciada pelo Planalto pode ser revista caso o governo consiga organizar suas contas. Contudo, se o bloqueio se concretizar, a compra de novas urnas será inviável, o que obrigará o TSE a realizar as eleições de 2016 por meio de cédulas de papel. Vale ressaltar que desde 2000, as eleições são realizadas eletronicamente. (mais…)

Vereadores têm mandatos cassados na Bahia por compra de votos nas eleições de 2012

Após o Ministério Público Eleitoral (MPE) reforçar os pedidos de impugnações dos mandatos de políticos por compras de votos durante as eleições municipais de 2012, a Justiça da 178ª Zona Eleitoral caçou declarou a inelegibilidade por oito anos de seis vereadores da cidade de Santo Amaro da Purificação, na Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com a decisão, os vereadores Artur Pereira Suzart (PT), Elias Pereira Neto (PRB), Jair Oliveira Santana (PSB), Júlio César de Jesus Pinho (PHS), Luciano dos Reis Caldas (PSL) e Raimar Fabiano Costa (PSC) ofereceram vantagem a determinados eleitores, por meio de assinatura de contratos temporários em período não permitido por lei, com a finalidade de conseguir votos.

Ainda segundo as sentenças, no dia da eleição, houve compra maciça de votos, tendo alguns eleitores que filmar ou tirar foto da votação para receber o dinheiro prometido. O vereador Júlio César Pinho chegou a distribuir cestas básicas no bairro de Candolândia, em Santo Amaro/BA. Além disso, os acionados agiram com abuso de poder político e econômico ao receber recursos desviados dos cofres públicos ou de fontes privadas não declaradas.

De acordo com a juíza Ana Gabriela Trindade, autora da sentença, a vitória desses políticos é ilegítima e desleal em face dos demais candidatos. A captação ilícita de sufrágio, ou compra de votos, é configurada com a abordagem direta do eleitor, pelo candidato ou por seus parceiros, com a oferta de qualquer vantagem com o intuito de angariar seu voto, conforme o art. 41-A, da Lei nº 9.504/97.

Confira a íntegra das sentenças: LucianoRaimarJairArturElias; e Júlio. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM MPF-BA). *Favor creditar também nossa fonte ao publicar as matérias editadas pelo Tribuna.

(mais…)

População sente falta da decoração natalina nas ruas de Santo Antônio de Jesus

A cidade de Santo Antônio de Jesus ainda não entrou no clima de natal. Até avenidas que tradicionalmente eram ornamentadas pela Prefeitura como a Roberto Santos, Luiz Viana, Urscicino Pinto de Queiroz e Bairros e Almeida, não apresentam sinais natalinos. Até então só as lojas estão enfeitadas.

Segundo a Secretária de Cultura Zeliane Santos de Jesus, os preparativos já estão prontos. “Acredito que ainda essa semana estaremos colocando a iluminação do Natal nas ruas, vai ser uma iluminação bem interessante, exatamente do jeito que a população merece e está aguardando”, disse Santos.

A secretária também falou sobre outra novidade que é a caravana da Coca Cola. “Nós enquanto Secretaria de Cultura iremos estar juntos com a Caravana da Coca Cola e pretendemos fazer nossa abertura do Natal em Santo Antônio de Jesus junto com o pessoal da Coca Cola, vai ser um momento bastante interessante e as pessoas podem aguardar”, concluiu. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Gildásio Cavalcante/Infosaj)

rrrrata2

Ornamentação no comércio de Santo Antonio de Jesus

(mais…)

Agricultor é baleado durante assalto em São Miguel das Matas

Um homem foi assaltado na noite desta última sexta-feira (30/10) na zona rural de São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriçá.

O agricultor Antônio Alberto José de Almeida, de aproximadamente 50 anos de idade, morador da localidade conhecida como Cabeça do Boi foi assaltado em sua residência por um elemento armado.

Antônio foi atingido por disparos de arma de fogo. O mesmo foi socorrido para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, onde ficou internado. (Tribuna do Recôncavo). (mais…)

S. A. de Jesus: Radialista Gildásio Cavalcante desabafa após exoneração

No último dia 20/10 foi publicado no diário oficial de Santo Antônio de Jesus, a exoneração do radialista Gildásio Cavalcante, do cargo de Assessor de Comunicação Geral do município. Segundo Gildásio, a vida é feita de desafios e as vezes é preciso pagar pra ver.

“Eu estava trabalhando na Rádio Clube, apresentando o Programa Cidade Alerta em parceria com Inácio Inô e tinha também o meu blog Infosaj…recebi o convite para ser assessor de comunicação da prefeitura e por questão de ética, passei o Portal Infosaj para minha filha (Avana Cavalcante) e deixei também a Rádio Clube, já que eu estaria assessorando a Prefeitura Municipal e não achava ético continuar no rádio”, explicou.

Cavalcante relatou que solicitou uma reunião com todos os secretários municipais, mas o prefeito Humberto Leite não concordou. “Eu não tenho nada contra o prefeito, tenho sim contra a organização na prefeitura. Essa reunião era para saber o cronograma de cada secretaria, mas em nenhum momento eu tive êxito para conseguir divulgar os atos da prefeitura. Mesmo sendo muito poucas as realizações do prefeito, elas precisar ser publicadas”, disse Gildásio.

O radialista ainda falou que reivindicou um veículo, e novamente o seu pedido não foi atendido. “Todos os deslocamentos que eu fiz foi com o meu próprio carro, e em nenhum momento usei celular ou gasolina da prefeitura. Tudo que fiz foi com recursos próprios. A assessoria não tem como receber uma equipe de jornalistas porque não tem sala, não tem computador, enfim não tem os equipamentos necessários para publicarmos os atos e fatos do município”, pontuou.

Gildásio ainda falou sobre as fofocas que acontecem nos bastidores da Prefeitura de Santo Antônio de Jesus. Segundo ele, ultimamente sua filha Avana Cavalcante assumiu a Assessora de Comunicação do Hospital Regional, através de convite feito pelos diretores, Dr. José Antônio e Dr. Idelbergue, “mas falaram para o prefeito que a indicação teria sido feita pelo deputado Rogério Andrade”.

Gidásio concluiu pedindo as pessoas que têm cargos de confiança no município para manter distancia do deputado Rogério. “Se você ver Rogério Andrade num passeio, vá para o outro lado da rua porque se passar um pelo outro é demitido”, encerrou Gildásio. (Redação: Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Inácio Inô/Rádio Clube AM)

Ibope aponta que 55% não votariam em Lula nas eleições 2018

De acordo com a pesquisa Ibope, divulgada nesta segunda-feira (26/10) o percentual daqueles que dizem que não votariam de jeito nenhum no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na próxima eleição a presidência da República em 2018, aumentou de 33% (maio de 2014) para 55%. O índice dos que votariam em Lula em 2018 é de 23%. Em maio do ano passado, o percentual de possíveis eleitores era de 33%.

O levantamento foi realizado entre os dias 17 e 21 de outubro e testou também os nomes dos tucanos Aécio Neves, Geraldo Alckmin e José Serra, além de Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT). A rejeição a Lula foi a maior entre todos os nomes testados. Mas os outros nomes também apresentam aumento na rejeição. Segundo o Ibope, cresceu o percentual dos que não votariam de jeito nenhum em Aécio (de 42% para 47% em um ano), em Marina (de 31% para 50% em um ano) e em Serra (de 47% para 54% em dois anos). Não há comparativo para a rejeição a Alckmin e a Ciro Gomes, ambos com rejeição de 52%.

As taxas não somam 100% porque um eleitor pode apontar que votaria em mais de um candidato ou que não votaria em nenhum deles. (O Estado de São Paulo) (mais…)

S. A. de Jesus: Radialista é exonerado do cargo de Assessor de Comunicação da Prefeitura

Nesta terça-feira (20/10/2015), foi publicado no Diário Oficial de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, a exoneração de Gildasio Trindade Gonçalves Cavalcante do cargo de Assessor Geral de Comunicação da prefeitura municipal. O radialista vinha fazendo queixas de que não conseguia desenvolver seu trabalho do jeito que planejava executar, e alega que não encontrou apoio dentro da prefeitura.

A sua saída já era prevista, mas não se sabe se esse episódio tem alguma coisa a ver com o fato dele estar trabalhando em sua empresa de assessoria juntamente com sua filha Avana Cavalcante no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, Instituto Fernando Filgueiras.

Recentemente o deputado Rogério Andrade intermediou um impasse entre o governo do estado e o instituto, coincidentemente Gildasio apareceu neste mesmo período como quem estaria a frente da assessoria. Gildasio também é assessor da presidência da câmara de vereadores de Santo Antônio de Jesus, e o presidente da câmara é um aliado do prefeito Humberto Leite, que constantemente é assediado pelo deputado Rogério.

Outro motivo que pode ter abalado a relação entre Gildasio e a prefeitura foi a publicação de uma matéria enviada pela assessoria de comunicação de Rogério Andrade sobre a reinauguração de um sistema de eletrificação rural na comunidade do Bonfim, no último final de semana. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Redação: Léo Valente – Blog do Valente)

Saiba o que muda nas campanhas eleitorais das próximas eleições

As próximas eleições sofrerão alguns impactos por conta do projeto de reforma política aprovado no Congresso Nacional e sancionado pela presidente Dilma Rousseff no dia 29 de setembro de 2015. O item que permitia o financiamento empresarial de campanha foi vetado pela presidente, mas pode ser derrubado pelo Congresso. No entanto, se o veto for mantido, não haverá doação de empresas para campanhas no ano que vem. Confira as mudanças:

Tempo de campanha: A duração da campanha eleitoral fica reduzida de 90 para 45 dias.

Gastos nas campanhas: Nos municípios com até dez mil eleitores, o limite de gastos será de cem mil reais para Prefeito e de dez mil reais para Vereador. Para os municípios com mais de 10 mil eleitores, o limite será de:

  1. 70% do maior gasto declarado para o cargo, na circunscrição eleitoral em que houve apenas um turno;
  2. 50% do maior gasto declarado para o cargo, na circunscrição eleitoral em que houve dois turnos;
  3. Para o segundo turno das eleições, onde houver, o limite de gastos será de 30% do valor previsto acima.

Período de propaganda eleitoral no rádio e na TV: Diminuiu de 45 para 35 dias.

Participação de debate no Rádio e na TV: Só vai participar o candidato de partido com mais de nove representantes na Câmara.

Propaganda em carros: Só com adesivos comuns de até 50 cm x 40 cm ou microperfurados no tamanho máximo do para-brisa traseiro. “Envelopamentos” estão proibidos.

Propaganda em vias públicas: Permitidas bandeiras e mesas para distribuição de material, desde que não atrapalhem o trânsito e os pedestres. Bonecos e outdoors eletrônicos estão vetados.

Redes sociais: A campanha nas redes sociais estará liberada, mas é proibido contratar direta ou indiretamente pessoas para publicar mensagens ofensivas contra adversários.

Propaganda cinematográfica: Nas propagandas eleitorais, não poderão ser usados efeitos especiais,  montagens, trucagens, computação gráfica, edições e desenhos animados.

Veículos com propaganda em jingles: Fica proibido o uso de qualquer tipo de veículo com auto falantes, inclusive carroça e bicicleta, no dia das eleições.

Propaganda no rádio: De acordo com o advogado Ademir Ismerim (em reportagem publicada pelo Bahia Noticias em 21/09/15), os vereadores não terão mais programa de bloco, terão somente inserções. Então será reduzido para dez minutos o programa de prefeito, sendo que antes eram [veiculados] segundas, quartas e sextas. Agora serão todos os dias, sendo de 10 minutos, de segunda a sábado. Serão 10 minutos, divididos 90% para [os partidos que tem] representação no Congresso e 10% igualitariamente; além de uma hora de inserções, aqueles foguetinhos, sendo que 60% são de prefeito e 40% para vereadores.

Punição por rejeição de contas de campanha ou não prestação de contas: O partido passa a não mais ser punido, somente o candidato em questão pode ter o registro suspenso.

Teto de gasto de campanha de prefeito em município com até 10 mil habitantes: Até R$ 100 mil.

Tempo de filiação partidária para candidatura: Exigida filiação por no mínimo seis meses antes das eleições.

Cabos eleitorais: Podem ser contratados como cabos eleitorais um número limite de trabalhadores de até 1% do eleitorado por candidato nos municípios de até 30 mil eleitores. Nos demais, é permitido um cabo eleitoral a mais para cada grupo de mil eleitores que exceder os 30 mil.

Substituição de candidatos: Fica limitada a substituição de candidatos. O pedido de troca deve ser apresentado até 20 dias antes do pleito (com exceção do caso de morte). A foto do candidato será substituída na urna eletrônica.

Horários de comícios: Comícios de encerramento de campanhas podem ir até  2h da madrugada. Nos demais dias, das 8h à meia-noite. Nas eleições anteriores, os comícios de encerramento de campanha também deviam acabar à meia-noite.

Adesivos em carros: Serão permitidas, mas só com adesivos comuns de até 50 cm x 40 cm ou microperfurados no tamanho máximo do para-brisa traseiro. “Envelopamentos” estão proibidos. (Redigido por Tribuna do Recôncavo)

Dr Everaldo tece críticas ao governador Rui Costa e ao deputado Rogério Andrade

O médico e ex-vereador Dr. Everaldo Ferreira Júnior, atualmente presidente do PTN, comentou a situação do Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus. Para ele, a saúde no estado da Bahia em geral vem sendo tratada de maneira equivocada.

“A gente acreditava que esse governo ia dar continuidade à gestão e os ganhos que foram obtidos na gestão do então secretário Jorge Solla e do próprio governador Wagner, o que a gente observa é uma transferência de responsabilidade de tudo que não tem dado certo no governo de Rui pra o seu criador, no caso, Wagner.

Everaldo criticou o governo do Bahia por centralizar os cargos públicos da região a uma só pessoa. “Quem indica qualquer manutenção de cargos ou órgãos públicos do estado é o deputado Rogério Andrade. Isso é um critério que o governador escolheu, mas ao mesmo tempo ele não reconhece, por exemplo, o apoio de Everaldo, o apoio de Humberto Leite, então ele deixa a gente à vontade para tomar as decisões que a gente queira em relação a posição de estar ou não no governo”, assinalou.

Reeleição municipal: Dr. Everaldo diz que é momento de dar as mãos, e não antecipar o processo eleitoral partidário. Segundo ele, agora é tempo de ajudar o prefeito Humberto Leite a cumprir com seu mandato, pois o mesmo ainda está em prazo de validade, e atribui os bônus e os ônus dessa gestão tanto ao prefeito m quanto ao deputado Rogério.

“A gente não pode trazer a responsabilidade de tudo que tá acontecendo para uma única pessoa! Até porque ninguém administra sozinho, ninguém faz gestão sozinho”, concluiu Everaldo, solicitando o apoio do deputado Rogério Andrade na conclusão das obras já iniciadas e na resolução da situação do Hospital Regional. “O prefeito vai, mas a cidade fica”. (Redação: Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Rádio Andaia FM)

Ex prefeito Euvaldo Rosa responde se apoiará Humberto Leite nas próximas eleições

O ex prefeito Euvaldo Rosa se manteve calado por alguns instantes, nesta terça-feira (29/09), o mesmo comentou que não será candidato em 2016, porém estará participando da política juntamente com amigos da cidade.  Euvaldo  descartou a possibilidade de aliança com o atual prefeito. “O nosso grupo disputou as últimas eleições com o prefeito eleito, Humberto Leite, e estamos na oposição a essa administração” disse.

O ex prefeito falou que teve uma conversa com Rogério Andrade, disse que o deputado colocou a possibilidade de está caminhando novamente com o seu grupo, mas ele deixou claro para Rogério que antes de acertar tudo, é necessário uma posição definitiva, em relação a estar ou não acompanhando o grupo político de Humberto Leite, a partir de então poderiam sentar pra conversar.

Quanto as questões políticas entre o governador Rui Costa e o prefeito Humberto Leite, Euvaldo Rosa preferiu não comentar.  “Nós pensamos que a gente não pode trazer as eleições de 2018 para 2016.” comentou, e continuou dizendo que apesar de ACM Neto ser seu amigo, o que está norteando a conjuntura local que continua em oposição ao prefeito conforme a população colocou seu grupo político.

Embora não seja candidato na próxima eleição, o ex prefeito garante que há possibilidade de ser lançado um candidato à prefeitura em seu grupo político, que estará sempre se baseando em princípios importantes para o município. Quanto a relação entre ele e o deputado Alan Sanches, Dr. Euvaldo conta que são amigos e que o fato de não caminharem juntos não significa um rompimento. “Podemos não caminhar juntos nas próximas eleições” , pontuou

O ex-prefeito ainda afirmou que falar sobre formação de chapa no momento é muito precoce, e o que todos precisam agora é discutir os princípios. “A gente fica feliz com Rogério participar desse grupo de oposição aqui no município.” afirmou.

Ele explica para a população que os motivos que o leva a não concorrer às eleições são pessoais e familiares, mas isso não impedirá que esteja em palanques, de mãos dadas com seus aliados na política. (Redação: Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Lélis Fernandes/Rádio Andaiá FM).

Voltar à página inicial