Obama enviou mais de 200 milhões de dólares à Palestina nas últimas horas de mandato

Ganhador do prêmio Nobel da Paz em 2009, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama passou os oito anos de governo com seu país envolvido em guerras. Atualmente, forças americanas estão presentes em 7 países com algum tipo de conflito bélico em andamento. Agora, vem à tona que um dos últimos atos de seu mandato foi enviar US$ 221 milhões à Palestina, conforme mostram as agências internacionais.

De acordo com a Associated Press, o Congresso foi informado sobre essa intenção na sexta-feira (20), de manhã, poucas horas antes de Donald Trump tomar posse. Ao todo, os EUA enviaram US$ 227 milhões. Sendo que US$ 4 milhões de dólares eram destinados a programas relacionados com mudanças climáticas e US$ 1,25 milhão foi dado a organizações que trabalham com a ONU.

Pessoas ligadas ao ex-secretário de Estado John Kerry explicam que o assunto foi tratado como prioridade e que havia ordens para não ser divulgado. Oficialmente a verba é doada para “causas humanitárias”, mas não existe prestação de contas.

Ou seja, o Fatah e o Hamas, grupos políticos que controlam a Autoridade Palestina, podem usar da maneira como quiserem, embora o próprio governo americano reconheça que o Hamas e as Brigadas de Al Aqsa -braço militar do Fatah – sejam classificadas como organizações terroristas que frequentemente fazem atentados contra Israel. Especialistas avaliam que a decisão de Obama se deu graças a postura abertamente pró-Israel de Trump e o fato de Obama ser inimigo político do premiê Benjamin Netanyahu. (Gospel Prime)

Vereadora doa primeiro salário a igreja e fiel critica exposição

A vereadora Lorena Brandão (PSC) doou o seu primeiro salário (R$ 15.031,76) à Igreja Batista do Caminho das Árvores, liderada pelo seu pai, o bispo Átila Brandão. Em um ato bíblico chamado de “primícia” – que é, para os cristãos, o primeiro fruto do trabalho –, a edil discursou e entregou a quantia à instituição religiosa neste domingo (22).

“Hoje trouxe ao altar do meu senhor a minha primícia de vereadora. Primícia é o primeiro fruto que temos, nesse caso, o resultado financeiro desse primeiro mês de trabalho”, postou no Facebook.

A publicação não caiu bem para uma suposta fiel. “Não esquecendo que esses feitos devem ser em segredo: ‘que a mão esquerda não veja’. Mas o gesto é válido, Lorena Brandão”, disse.

Logo em seguida, a bispa rebateu. “O feito em segredo é esmola! Não é esse o caso. As ofertas sempre foram uma coisa pública”, pontuou. Não satisfeita com a resposta, Marilucia Carvalho contrapôs novamente. “Pense se todos nós ofertássemos nossos dízimos e publicasse nas redes sociais. Parece que é a primeira vez que faz isso, deve ser por que é seu primeiro emprego (sic)”, concluiu. (Bahia.ba)

Isenções a igrejas podem ser revistas

Segundo informações divulgadas pela Folha de S.Paulo, os deputados federais pretendem aproveitar o gancho existente da discussão previdenciária e reanalisar algumas isenções tributárias existentes no país. As isenções tributárias, que incluem entidades como igrejas, indústrias, pequenos empresários, produtores rurais e times de futebol, representam um terço do rombo previsto para o Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS, no ano de 2017.

Assim, segundo o jornal, igrejas e times de futebol são os principais alvos de possível discussão. O presidente da câmara dos deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem incentivado outro deputado, Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), para levar a pauta adiante. Rodrigo, responsável pela argumentação de que a previdência quebrará em 2024 caso nada for feito, defendeu a discussão da pauta.

“Recebi a incrível informação de que todos os clubes de futebol do Brasil, todos, Flamengo, Corinthians, Internacional, nenhum paga a Previdência Social”, afirmou. O deputado João Campos (PRB-GO), presidente da bancada evangélica, discorda da proposta e acredita que seria um retrocesso. “A isenção não é um benefício, mas uma contrapartida por aquilo que as entidades filantrópicas realizam no lugar do Estado”.

Já Leonardo Rolim, que trabalha como consultor de Orçamento da Câmara, afirma que “tem muita instituição que cobra mensalidades caras e poderia se virar sem isso”, a respeito de universidades religiosas e instituições privadas. As centrais sindicais, no geral, aprovam a proposta de rever as isenções propostas pelo governo Temer. (Gospel Prime) (mais…)

Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro

O Datafolha, instituto de pesquisas pertencente ao Grupo Folha, realizou uma pesquisa com mais de 2 mil brasileiros em 174 municípios, acerca da relação entre a fé e o sucesso financeiro. Os resultados, divulgados pelo jornal Folha de S.Paulo, apontam que nove entre cada 10 brasileiros concordam com a frase “Todo o sucesso financeiro da minha vida eu devo, em primeiro lugar, a Deus”, utilizada na pesquisa.

Os índices foram altos em vários grupos. Entre os religiosos, a concordância com a afirmação superou mais de 90% das respostas. 70% dos que se declararam sem-religião, por sua vez, também concordam de que a questão econômica tem relação direta com a fé. O dado mais curioso, no entanto, foi que, do grupo dos ateus, ou de pessoas que declararam não acreditar em Deus, dos que se declaram sem-religião, 23% concorda com a frase de que a vitória no campo financeiro deve-se a Deus.

Com base nos resultados do estudo, foi considerado que quanto menor é a renda e a escolaridade, maior são as chances de um indivíduo concordar com a frase utilizada pelo Datafolha. Em contrapartida, o nível de concordância entre pessoas com formação superior também foi alto: 77% dos indivíduos com alguma espécie de graduação concordam com o impacto divino nas questões econômicas, assim como sete entre 10 pessoas com renda acima de dez salários mínimos.

A frase “As pessoas pobres, em geral, não têm fé em Deus, e por isso não conseguem sair dessa situação”, no entanto, alcançou resultados mais díspares. O nível de concordância atingiu níveis maiores entre populações mais pobres e dentre os de renda mais alta, a frase não alcançou sinais de consenso. Da mesma forma, as origens da pobreza é questão de motivos diferentes entre católicos e protestantes. Segundo o Datafolha, evangélicos costumam acreditar mais que a pobreza é motivada pela falta de fé. (Gospel Prime)

(mais…)

Supremo suspende lei que proibia manifestações contra “fé cristã”

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli decidiu nesta terça-feira (20) suspender uma lei do município de Novo Gama (GO) que proibia qualquer manifestação pública “que fira ou afronte a fé cristã”. Na decisão, Toffoli entendeu que a norma, aprovada pela Câmara Municipal da cidade, hierarquizou as religiões.

Ao atender a um recurso protocolado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro disse que a proteção à liberdade das crenças não autoriza “sobreposição do credo à descrença”. Além disso, Toffoli entendeu que o município legislou sobre Direito Penal ao criminalizar a conduta e violou a competência do Congresso para tratar da matéria.

“A proteção à liberdade individual de crenças e ao direito de exercê-las desautoriza a criação de sobreposição jurídica de um credo em detrimento de outro, como desautoriza, ainda, a sobreposição do credo à descrença, de forma que são livres todos os cidadãos para crer e exercer seu credo”, decidiu o ministro.

De acordo com a lei, aprovada em 2015, “qualquer movimento ou manifestação pública que fira ou afronte o cristianismo no município de Novo Gama (GO) deverá ser interrompida imediatamente pelas autoridades locais”. (varelanoticias) (mais…)

“Ninguém Explica Deus” é um dos clipes mais assistidos em 2016; assista

A canção “Ninguém Explica Deus”, parte do primeiro trabalho da banda Preto no Branco, é uma das mais assistidas na VEVO em 2016. Em uma lista divulgada pela plataforma nesta semana, foram anunciados os dez clipes da VEVO mais assistidos pelos brasileiros. O hit do grupo mineiro aparece em nono lugar.

Das dez faixas que incluem “Ninguém Explica Deus”, só a canção “O Nosso Santo Bateu”, de Matheus & Kauan, é nacional. Preto no Branco e a dupla de sertanejo universitário competem espaço de destaque com artistas internacionais como Rihanna (“Work”), Adele (“Hello”), Justin Bieber (“Sorry”) e Drake (“Hotline Bling”).

O clipe do Preto no Branco foi publicado originalmente em dezembro de 2015 e, atualmente, soma mais de 61 milhões de visualizações. Sucesso nas rádios evangélicas em 2016, a canção, de autoria do cantor Clovis Pinho, trouxe a participação de Gabriela Rocha nos vocais. Em entrevista ao Guia-me, Clovis Pinho comentou como a música surgiu.

“Eu conversava com uns amigos sobre Deus, sobre a glória de Deus, sobre teologia. Eu tenho uns amigos muito afiados e sábios no sentido da Palavra, e eles sempre estão fazendo as perguntas mais absurdas que a gente pode imaginar. E respondendo a uma dessas perguntas, eu comecei a pensar nessa frase ‘ninguém explica Deus’, que ficou na cabeça”, afirmou.

“Foi a primeira música que eu compus desse jeito. Geralmente, me vem a melodia e eu vou colocando a letra, mas dessa vez me veio o nome da música e eu comecei a perseguir a alma dela”, finalizou o músico, que a regravou em seu segundo disco solo, lançado este ano pela Sony. (Gospel Prime) (mais…)

Pastor Malafaia chora ao receber apoio de sua igreja

O deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) publicou, em suas redes sociais, uma frase de apoio ao pastor e palestrante Silas Malafaia. Com uma foto que expõe uma homenagem feita por membros da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec), o político divulgou uma campanha de apoio feita a Silas, investigado pela Polícia Federal.

“Assim recebemos nosso pastor hoje na ADVEC Sede, quem conhece a sua vida é sua integridade sabe muito bem, quem são os nossos “inimigos””, disse Sóstenes. Na página oficial da igreja, foram publicadas fotos do culto em que Silas foi homenageado.

“A unidade da igreja sempre fará a diferença. Estamos contigo Pastor!”, estava escrito em uma das publicações. A imagem publicada pelo deputado traz Malafaia chorando ao observar cartazes escritos com frases como ‘Estamos contigo pastor’, ‘Somos todos Malafaia’, ‘Nós estamos contigo pastor’ e ‘Estamos contigo’. (Gospel Prime)                                    (mais…)

Pr Silas Malafaia é alvo de condução coercitiva da Polícia Federal e diz que não é corrupto

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, foi alvo de condução coercitiva da Polícia Federal (PF), nesta sexta-feira (11), devido a uma oferta de R$100 mil reais que o mesmo recebeu de um advogado que ele ajudou em oração no ano de 2013.

Silas está sendo suspeito na operação “Timóteo” que investiga um esquema de corrupção envolvendo royalties advindos de exploração mineral. A PF esteve em sua residência, no Rio de Janeiro, enquanto ele estava em São Paulo, onde recentemente inaugurou uma igreja.

Malafaia postou um vídeo em suas redes sociais explicando o que realmente aconteceu: “Minha gente estou indignado, a PF lá na minha casa com minha esposa e minhas netas chorando, eu não quero nem falar sobre isso, quero expressar minha revolta com oque estão tentando fazer com minha imagem me comparando com corruptos, canalhas e ladroes”.

“Eu recebi a visita de meu amigo Pr Michael Aboud da Igreja Embaixada do Reino em Balneário Camboriú, que levou um membro de sua igreja que queria me dar uma oferta pessoal, eu depositei esse dinheiro na minha conta conjunta que tenho com minha esposa e declarei no meu imposto de renda, aí eu lhe pergunto é realmente necessário isso?”

“Por que eu não recebi uma intimação para ir prestar depoimento? Condução coercitiva como se eu fosse um bandido e estivesse envolvido nisso? Se existisse mais de um cheque em minha conta, mas só tinha um cheque vindo de uma oferta pessoal como eu recebo de diversas outras pessoas”.

“Eu sei por que é isso, é porque eu tenho partido forte contra a lei de abuso de autoridade, nós estamos em um estado de policialesco em que a reputação de um cidadão é jogada na lama, eu não aceito a forma que as grandes mídias saíram falando por aí como se eu estivesse envolvido com esses corruptos, isso eu não aceito”, finalizou. (Uanderson Alves / Tribuna do Recôncavo)   Assista Aqui o vídeo de Malafaia explicando o que realmente aconteceu: (mais…)

Igreja paga U$ 3 mi para resgatar 226 cristãos das mãos do Estado Islâmico

No interior da Síria, um bispo da igreja assíria trabalhou secretamente para salvar a vida de 226 cristãos capturados pelo grupo Estado Islâmico (EI). Para devolver-lhes a liberdade, o religioso reuniu cerca de 3 milhões de dólares, recebendo ajuda do mundo todo. Em 23 de fevereiro de 2015, jihadistas atacaram ao mesmo tempo 35 povoados cristãos, levando centenas de pessoas.

A maioria vivia no vale do rio Khabur, no Norte da Síria. Poucas semanas depois, o bispo Mar Afram Athneil começou a negociar com os extremistas. O processo todo demorou mais de um ano. Os sequestros de cristãos ocorrem desde que o EI começou a conquistar territórios no Iraque e na Síria. Contudo, vários governos se negaram a negociar com os jihadistas.

A ideia de oferecer dinheiro a milícias radicais sempre gera dilemas morais, inclusive para quem não vê outra alternativa. “Do ponto de vista moral, eu entendo. Se damos dinheiro a eles, vamos apenas alimentá-los. Sabemos que eles vão matar com esse dinheiro”, admite Aneki Nissan, que ajudou a arrecadar cerca de 100 mil dólares no Canadá.

Contudo, não se pode esquecer que havia mais de 200 vidas em jogo: “Somos minoria e temos que ajudar uns aos outros”, resume. A igreja assíria, também chamada de Igreja do Oriente pertence a um ramo do cristianismo que não está vinculado ao Vaticano, nem à Igreja Ortodoxa. Acabam sendo a minoria dentro da minoria. Abdo Marza, um dos cristãos capturados, conta que todos achavam que iriam morrer, pois as ameaças eram constantes.

Ele recebeu autorização do EI para ir até a cidade de Hassakah, a 60 km de distância e levar uma mensagem. A exigência do Estado Islâmico era muito alta. Seriam US$ 50 mil por pessoa, o que totalizaria US$ 11 milhões por todos os capturados. Continue Lendo >> (mais…)

Projeto de combate à corrupção não vai acabar com a Lava Jato, diz Pr. Silas Malafaia

Famoso por abordar temas polêmicos em suas pregações como aborto, homossexualidade, e atacar diretamente políticos que criam ou apoiam projetos de lei que vão contra os princípios bíblicos cristãos, dessa vez o Pr. Silas Malafaia postou dois vídeos em seu canal no You-Tube esclarecendo o texto base do projeto com medidas de combate à corrupção.

O mesmo começa um de seus vídeos com as seguintes perguntas: “Será que a Câmara modificou as dez medidas e isso vai acabar com a lava jato? Os deputados estão protegendo os seus amigos corruptos e ladrões?”, em seguida ele faz uma colocação com a afirmação do jurista autor do impeachment, Miguel Reale Júnior, dizendo que discorda de algumas medidas, mas que elas não acabam com a Lava-Jato.

“Vamos ler o que foi aprovado antes de ficarmos acreditando no que os outros falam, nós não somos juristas, porem não somos imbecis, então prestem atenção no que foi aprovada e o que foi reprovado”.

Aprovado: “Criminalização do caixa dois, tornar crime hediondo a corrupção, criminalizar compra de votos, aumentar a pena de corrupção de acordo com o valor desviado, acelera o processo de investigação, tornar crime o abuso de autoridade inclusive do judiciário”.

Reprovado: “Impedimento da pratica de habeas corpus, Confisco de bens sem prova do ilícito, pagamento de delator da corrupção, simular situação de corrupção para testar a integridade do servidor e a anistia do crime de caixa dois”, Malafaia finaliza dizendo que tanto o jurista Miguel Reale quanto os jornalistas independentes estão com toda razão, quando dizem que as modificações não acabam com a Lava-Jato. (Uanderson Alves / Tribuna do Recôncavo) Assista o 1ª vídeo:                                           Assista Aqui o 2º vídeo: (mais…)

Edir Macedo e Ester Bezerra completam 45 anos de casamento

O casal formado pelo líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), Edir Macedo, juntamente com Ester Bezerra, completa 45 anos de casamento. Com a marca, a dupla produziu um vídeo, disponível no YouTube, com conselhos matrimoniais.

O vídeo trata-se de uma videoconferência transmitida pelo canal de Edir Macedo e assistida por cerca de dez mil pessoas. Ao lado da esposa, o líder e fundador de uma das maiores instituições neopentecostais do país deu orientações de como manter um relacionamento duradouro.

“Nós tínhamos costumes diferentes, e por causa disso a convivência ficaria difícil se não tivéssemos o elemento chamado fé, temor para com Deus, respeito de um para com o outro. Então, isso foi nos dando elementos para que pudéssemos viver os dias em aprendizado constante”, disse Macedo, em nota divulgada pela assessoria de comunicação da Universal.

O casal considera que abnegar-se de suas vontades em favor do outro é uma atitude necessária. “É errando que a gente aprende, e no dia a dia vamos conhecendo um ao outro. Tem que haver vontade em acertar, de agradar a pessoa com quem você está vivendo”, disse Ester Bezerra. (Gospel Prime) Assista: (mais…)

Igrejas pedem “desconto” para emissoras de TV

O jornalista e colunista Ricardo Feltrin, por meio de uma publicação no UOL, afirmou que líderes de várias igrejas se reuniram para ‘pressionar’ as emissoras de TV aberta brasileiras. Segundo ele, o processo envolve as igrejas Universal do Reino de Deus, Internacional da Graça de Deus, Mundial do Poder de Deus, Assembleia de Deus Vitória em Cristo e outras instituições evangélicas.

Estas instituições, que detém o maior tempo nas emissoras, alegam que a crise econômica enfrentada pelo Brasil prejudicou a arrecadação de dízimos e ofertas, com a diminuição de frequentadores. Assim, as igrejas desejam que os valores pagos sejam menores no ano de 2017. Nas palavras de Ricardo, não há números oficiais pelos quais as igrejas custeiam suas programações. Os números apresentados pelo colunista estimam uma movimentação de 600 milhões de reais por ano.

A Igreja Universal do Reino de Deus, segundo ele, tem a intenção de reduzir seus custos até mesmo com os aluguéis de horários na TV Record. E, em emissoras concorrentes, seus gastos chegam a 80 milhões de reais por ano. As consequências para as contas são imediatas. A AD Vitória em Cristo, presidida pelo pastor e psicólogo Silas Malafaia, perdeu horários por conta dos valores. Sob situação pior, a Mundial de Valdemiro Santiago também tem tido dificuldade com os preços.

Na avaliação de Feltrin, existem três aspectos na legislação brasileira pelos quais considera a venda de programações para igrejas algo “nebuloso”. Um deles, em sua opinião, é a falta de regulamentação e o desinteresse pelo processo por meio de instituições como a Anatel, o Ministério das Comunicações e do Governo Federal. Assim, o pedido pela redução dos preços feito pelas igrejas é uma estratégia e reconhecimento dos líderes de que o valor pago por eles é uma importante receita para as emissoras de televisão nacionais. (Gospel Prime) (mais…)

HQ mostra Jesus violento como parábola da religião

Contar a história de Jesus Cristo em formato de quadrinhos é uma ideia antiga, agora transformá-lo em um herói sedento de sangue parece, no mínimo, heresia. Sem estar preocupado com questões teológicas, o roteirista Grant Morrison – conhecido por seu trabalho em títulos de super-heróis como Superman, X-Men e Animal Man – resolveu usar esse conceito em sua nova produção.

A nova série, batizada de “Savage Sword of Jesus Christ” [A Espada selvagem de Jesus Cristo], será publicada em capítulos na revista Heavy Metal, voltada para o público adulto. Não por acaso, será lançada nos EUA na semana do Natal. Em uma entrevista para o site especializado Vulture, Morrison revelou que sua ideia para um reboot da história de Jesus Cristo veio enquanto ele estudava sobre o nazismo, fazendo pesquisas para um roteiro. Ele descobriu que havia projeto criado pelos nazistas chamado Cristianismo Positivo, que visava mostrar Cristo como um ariano violento em vez de um judeu manso.

Fã da série de Conan, o Bárbaro, o roteirista decidiu então criar um messias fortão e com sede de sangue. Surgiu assim “A Espada Selvagem de Jesus Cristo”, uma alusão à fase clássica de Conan nos quadrinhos, cuja revista se chamava justamente “A Espada Selvagem”. O desenho ficou a cargo dos Irmãos Molen, conhecidos por seu trabalho na graphic novel “The Aftermath”, que fala sobre um futuro apocalíptico. Continue Lendo >> (mais…)

“Quem é Jesus” é uma das perguntas mais feitas no Google Brasil

Um levantamento da empresa de marketing digital SEMRush revela quais são as perguntas mais comuns feita pelos brasileiros ao Google. Os números foram colhidos nos primeiros 6 meses de 2016, a partir do software da empresa, que vasculhou mais de 6 milhões de palavras-chave.

O objetivo é identificar tendências e analisar os assuntos que mais geram dúvidas nos usuários brasileiros da ferramenta de busca mais popular do mundo.

A primeira expressão do ranking é “Como chegar?”, usada por 823 mil pessoas que precisaram de ajuda e recorreram ao Google. No distante segundo lugar vem “Como fazer tapioca?” (com 90,5 mil menções). A enigmática “porque ele vive?” aparece na terceira colocação, com 12,1 mil buscas.

O levantamento também apontou a preocupação dos brasileiros com diferentes questões, entre elas “Quem é Jesus”. Em sexto lugar, essa é a dúvida de 5,4 mil pessoas no primeiro semestre. (Gospel Prime)

Veja Aqui a lista completa do ranking: (mais…)

Igrejas do Brasil recolhem R$ 17 bilhões de dízimo em um ano

As igrejas do país, de diferentes religiões, declararam ter recolhido cerca de R$ 17 bilhões em dízimo e doações em 2013.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, este é o último ano para o qual a Receita Federal tem dados consolidados sobre o assunto.

O montante representa aumento de 23,6% em comparação a 2011, quando os centros religiosos arrecadaram R$ 13,7 bilhões. (Noticias ao Minuto) (mais…)

Evangélica, embaixadora nomeada por Trump na ONU defenderá Israel

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou claro sua postura pro-Israel durante toda a sua campanha. Também trabalhou próximo a muitos evangélicos e agora, enquanto começa a nomear os cargos-chave, isso se torna ainda mais visível. Após os rumores, já desmentidos, sobre o pastor Mike Huckabee ser o embaixador dos EUA em Israel, a confirmação de Nikki Haley caiu como uma bomba nos meios diplomáticos.

Ela será a próxima embaixadora norte-americana junto das Nações Unidas. Atual governadora da Carolina do Sul, Haley, de 44 anos é filha de imigrantes originários da Índia. Considerada uma estrela em ascensão no Partido Republicano, é a mais jovem entre os governadores dos EUA. Agora, torna-se a primeira mulher e a primeira representante de ‘minorias’ a ser nomeada para a administração Trump. Isso contradiz todo o discurso dos opositores do novo presidente, chamado constantemente pela mídia de racista e machista.

No comunicado oficial, o próximo presidente americano avisou que ela “Será uma grande líder para nos representar na cena mundial”. Nikki Haley nasceu em uma família que segue a religião Sikh, mas na adolescência converteu-se a Jesus. Ela pertence a uma igreja metodista e escreveu um livro sobre sua caminhada espiritual, “Can’t is not an option”.

Outro aspecto que chama atenção é que em janeiro, ela fez uma apaixonada defesa de Israel e repreendeu duramente as políticas do presidente Barack Obama no Oriente Médio, em especial o acordo nuclear com o Irã. Durante seu governo, a Carolina do Sul tornou ilegal no estado o movimento de BDS (Boicote, Desinvestimento e Sanções) que visa prejudicar a economia israelense. Também demonstrou solidariedade ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. O anúncio de Haley foi elogiado pelo embaixador de Israel junto às Nações Unidas, Danny Danon.

Já Riyad Mansour, representante da Palestina na ONU, reclamou, por saber da postura pró-Israel da nova embaixadora, assegurando que irá aguardar os primeiros anúncios. A partir de janeiro Nikki Haley terá a oportunidade de influenciar as votações na ONU, que vem aprovando uma série de resoluções contra Israel. Um duro golpe no lobby árabe que tenta forçar o reconhecimento da Palestina como nação independente e a divisão de Jerusalém. (mais…)

Voltar à página inicial