Apresentação de pesquisa de mestrado divulga mestras do saber do povoado de Conceição de Salinas da Margarida

Promover as Comunidades tradicionais e reconhecer sua importância para manutenção da cultura popular é um compromisso das pesquisas de Mestrados acadêmicos e profissionais. Desta forma, a Prof. Ana Carla Nunes discente do Programa GESTEC da UNEB – Universidade do Estado da Bahia, apresentará para a comunidade do Povoado de Conceição de Salinas a pesquisa do seu trabalho de Mestrado sob orientação da Profa. Dra. Kathia Marise Sales.

Essa pesquisa teve como produto final um Museu Virtual, que visa difundir o conhecimento popular de duas Mestras do Saber do Povoado de Conceição de Salinas, Dona Zéo (Rezadeira) e Dona Silvia (Matriarca de um Centro de Umbanda) na cidade de Salinas da Margarida-Bahia.

O trabalho foi concretizado a partir de pesquisas históricas e bibliográficas, entrevistas com moradores e fotografias. O processo só foi possível porque contou com o apoio da comunidade local, das responsáveis pelo centro comunitário da Igreja de Nossa Senhora da Conceição e das Associações de Pescadores e Marisqueiras. Continue Lendo >> (mais…)

Recôncavo Jazz Festival volta para Cachoeira

A elegância do jazz vai se misturar mais uma vez com o charme do Recôncavo Baiano. De 6 a 8 de abril, Cachoeira recebe a terceira edição do Recôncavo Jazz Festival. O evento aberto ao público traz à Bahia nomes do jazz local, nacional e internacional. A programação  contribui para o fortalecimento da cultura do jazz e da música instrumental no Brasil.

Com patrocínio da Prefeitura Municipal de Cachoeira, o Recôncavo Jazz Festival é produzido pela Putzgrillo! Cultura e Ginga P Culture Business, responsáveis por trazer o saxofonista Joshua Redman na primeira edição do evento e pelo Santo Antônio Jazz Festival, que já trouxe para a Bahia a lenda do gênero, o pianista McCoy Tyner. O evento tem realização da Funarte e Governo Federal. (Laboratório da Noticia)   (mais…)

FazCultura: inscrições para exercício de 2017 abrem nesta sexta-feira

Estão abertas a partir desta sexta-feira (3) as inscrições para o Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (FazCultura). O sistema de financiamento público/privado a projetos culturais está no 21º ano de atividade, mantendo o investimento de R$ 15 milhões disponibilizados através de chamada de renúncia fiscal pelo Governo da Bahia.

Quem quiser se inscrever no programa executado em parceria com as secretarias de cultura e da fazenda, para o exercício de 2017, tem até o final do ano. Em 2016, o FazCultura beneficiou 54 iniciativas, concedendo R$ 13,4 milhões para projetos em áreas diversificadas, um acréscimo de 42% em relação à utilização de recursos do ano de 2015, que chegou a R$ 9,4 milhões. O patrocínio foi realizado com participação de 23 empresas recolhedoras de ICMS, em segmentos como música literatura, audiovisual e teatro, entre outros. (Bahia.ba)

Saj: Varal das Artes reuniu arte e cultura na Praça Padre Mateus neste domingo, 19

Neste último domingo (19/02), no espaço cultural Renato Machado, da Praça Padre Mateus, o Varal das Artes promoveu um evento repleto de atrações artísticas para a população. Na ocasião, o portal Tribuna do Recôncavo entrevistou o professor de Direito, Valter Almeida, que falou sobre a finalidade do evento e como é realizado. Segundo ele, há três anos eles tinham um calendário com 12 apresentações contínuas e depois desse tempo parado, o grupo retomou as atividades.

Esse é o primeiro evento de 2017 e este ano terá eventos desse tipo mensalmente, aos domingo. Eles estão trabalhando num calendário que terá informações a respeito dos eventos. Breve o calendário será divulgado nas redes sociais. Inclusive com frequência os membros do grupo se reúnem virtualmente para planejar as atividades e, quinzenalmente, têm as reuniões presenciais

De acordo com o professor Valter, nesse evento teve atrações variadas com a exposição artesanatos e fotografias, apresentações musicais de diferentes ritmos, apresentações de danças e sapateado, além de apresentações de teatro e recitais de poesia. Para ele, as apresentações promovidas pelo Varal das Artes são muito importantes porque “mexe com a vida das pessoas e dá esperança para que elas possam pensar na vida com uma expectativa mais positiva. São espaços de conscientização. Salva vidas. A cultura e a educação dão oportunidade de vida.”

O professor convida as pessoas a participarem seja se apresentando ou prestigiando os artistas. Para ele, “a cidade precisa valorizar mais a cultura. Precisamos de um espaço adequado para as apresentações e de apoio, pois esses artistas precisam de cachê porque eles estão buscando se profissionalizar. Então, fica aqui um apelo para uma maior atenção por parte do poder público.” Para as pessoas que tiverem interesse em se apresentar, ele orienta que elas devem enviar um e-mail para o endereço:varaldasartes@hotmail.com. Feito isso haverá uma reunião com todos os interessados para organizar as apresentações, os horários e os materiais necessários. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo). VEJA O VÍDEO:

‘Varal das Artes’ em Santo Antônio de Jesus dia 19/02. Participe!

Vem aí o Varal das Artes dia 19 de fevereiro em Santo Antônio de Jesus. Segundo o professor de Direito Valter Almeida, o evento começou com um simples encontro entre amigos na Praça Renato Machado.

“Fizemos a projeção de um filme, após o filme ficamos discutindo sobre arte e pensamos em nos reunir sempre, criar um espaço que fosse positivo para o artista expor seu talento e que a família pudesse ir. Cada varal teria uma temática, nesse agora vamos fazer um varal multitemática abordando todas as linguagens artísticas”, disse.

No dia 31 de janeiro acontecerá uma reunião com todos os participantes para organização das apresentações. Os interessados devem entrar em contato através do e-mail varaldasartes@hotmail.com. (Blog do Valente) (mais…)

S. A. de Jesus: Artista plástica de apenas 4 anos já pintou mais de 300 telas

A pequena Maria Luiza começou a pintar com apenas 2 anos e hoje com 4 anos tem mais de 300 telas pintadas. Tudo começou quando seu pai, Jailson Prazeres, decidiu fazer da pintura uma terapia para superar os impactos psicológicos que a família sofreu por causa da crise econômica que afeta o país. Entretanto, a pequena Maria Luiza tomou posse dos materiais de pintura de seu pai e começou a pintar. A família ficou surpresa ao ver o trabalho da menina que em um dia chegou a pintar 6 telas.

Com as telas da garota já foram realizadas 3 exposições e mais uma será realizada pelo SESC no dia 17/02 e ficará aberta à visitação até o dia 01 de abril. Depois as telas serão encaminhadas para Sesc de outras cidades do interior da Bahia e depois para o Sesc do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao repórter Hélio Alves, Jailson contou que no momento as telas da criança não estão à venda, são apenas para exposição, mas talvez no futuro quando a menina estiver mais velha. Além disso, ele disse que se a menina continuar pintando e tiver uma quantidade considerável, eles podem vender para ajudar com os estudos da criança. Inclusive duas empresas, uma em São Paulo e outra em Santa Catarina, demonstraram interesse em vender as telas da pequena Maria Luiza.

Apesar de ser uma artista, Maria Luiza tem uma vida como das outras crianças. Estuda e tem momentos de lazer, como ir à praia e passear no shopping. Quem quiser conhecer o trabalho da Maria Luiza pode conferir na exposição que vai ocorrer no Sesc ou pode acompanhar nas redes sociais da pequena grande artista. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo)

“Quinta do Artesanato” reúne artesãos em Santo Antônio de Jesus

Toda quinta-feira acontece na Praça Padre Mateus “A quinta do Artesanato”, uma feira na qual artesãos têm a oportunidade de apresentar e vender suas produções. Nesta quinta-feira (02/02), o portal Tribuna do Recôncavo visitou a feira e conversou com algumas artesãs a respeito do trabalho que desenvolvem. O grupo de artesões que participa da feira é composto por cerca de 48 pessoas, dentre eles está a senhora Jucélia Gomes que declarou que trabalha com artesanato há mais de vinte anos e falou sobre suas produções. De acordo com a artesã, ela produz diversas peças em crochê, como vestuário feminino e acessórios para casa.

Outra artesã entrevistada foi a senhora Marinalva que há vinte anos produz bonecas de tecido. Segundo ela, “é um sonho de infância. Desde criança, sempre gostei de boneca de pano”. Além de produzir ela foi instrutora do Senae por dez anos, onde ensinava a fazer bonecas de tecido. Por motivos de saúde teve que se afastar, mas continuou a produzir. Além de ser uma atividade complementar à renda para a artesã, é segundo ela, “uma terapia”, por isso ela recomenda que outras pessoas conheçam melhor esse trabalho.

O Tribuna do Recôncavo também ouviu a senhora Tânia Maria que produz bichos e bonecas em feltro e tecido, além de pesos para porta. A artesã declarou seu amor ao artesanato, “eu trabalho porque eu amo muito. Eu sou apaixonada por essas coisas. Amo fazer o meu trabalho”. Para ela o artesanato também é uma terapia, uma maneira de suportar os problemas, por isso, ela recomenda que outras pessoas pratiquem artesanato.

De acordo com as artesãs, o dia da feira será alterado para as quartas-feiras afim de abranger um público maior, mas por enquanto, continua acontecendo às quintas-feiras das 9h às 19h. Antes a exposição era realizada até às 21h, mas por conta da violência e da falta de segurança, esse horário foi reduzido. (Maíra Oliveira/Tribuna do Recôncavo)

Governo libera R$ 15 milhões para o Fazcultura

As secretarias da Fazenda (Sefaz) e de Cultura (Secult) do governo do Estado destinam R$ 15 milhões para o Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura). A verba se destina para ano exercício financeiro de 2017, por meio de incentivos fiscais.

Conforme o superintendente de Promoção Cultural em exercício, Matias Santiago, “O Fazcultura é uma das principais ferramentas de incentivo à cultura do Estado e tem conseguido aproximar patrocinadores e projetos culturais consolidados, fruto de um trabalho de comunicação junto aos proponentes que acessam o programa”.

A parceria entre a Secult e a Sefaz, o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia, tem o objetivo de promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bahia.ba)

Últimos dias para realizar inscrições no Edital de Mobilidade Artístico-Cultural

Continuam abertas até o dia 7 de fevereiro as inscrições para a chamada única do Edital de Mobilidade Artístico-Cultural para atividades a serem desenvolvidas de maio a junho de 2017. Em 2016 foram realizadas três chamadas públicas, tendo sido disponibilizado um total de R$ 750 mil. A nova convocação envolve recursos de R$ 250 mil, sendo que as propostas têm valor limite de R$ 50 mil para projetos de intercâmbio e difusão; e R$ 25 mil para projetos de Residência Artística e Cultural e Formação Artística e Cultural.

O edital e os formulários de inscrição encontram-se disponíveis na página da SecultBA. O apoio é voltado para ações que impulsionem a circulação de artistas, técnicos, produtores e obras. Segundo o superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões, o objetivo do edital de Mobilidade Artístico-Cultural é divulgar a produção artística e cultural do Estado. “O ‘Mobilidade’ incentiva e ampara iniciativas de agentes culturais, permitindo a troca de experiências nas diversas linguagens da cultura, qualificando os nossos artistas e também absorvendo o melhor da cultura nacional e internacional”.

O edital, segundo ele, investe na profissionalização de agentes culturais. As propostas inscritas serão avaliadas por uma comissão de mérito, de acordo com a capacidade de execução. As inscrições foram abertas no dia 9 de janeiro. O edital com novas chamadas para 2017 será divulgado ainda no primeiro semestre deste ano envolvendo projetos a serem desenvolvidos a partir do mês de agosto/2017. Nele, constará um novo formato, agregando modificações sugeridas pelos próprios proponentes culturais selecionados nas edições anteriores. (ASCOM/SecultBA) (mais…)

Documentário retrata cultura hip hop em Santo Antônio de Jesus. Assista!

O documentário “Elementos em Movimento” é o resultado de um processo de cartografia das práticas de ativismo compreendidas na cultura Hip Hop de Santo Antônio de Jesus.

Ezival Souza, conhecido Val, contou ao repórter Marcos Augusto do Voz da Bahia que a SajSystem de jovens, artistas, mobilizadores, agitadores culturais, grupos comunitários e coletivos artísticos é uma espécie de submundo, no qual uma relevante produção artística local emerge como um contra fluxo de resistência à negligência e descaso das instituições de poder em relação à cultura.

Para os artistas, o filme transporta o público para uma comunidade “invisível”, na qual projetos, atividades e eventos são realizados e financiados de maneiro colaborativo, “sem o devido apoio, incentivo e respeito do poder público e privado, porém com a força da coletividade e a crença na capacidade de transformação dos sujeitos que a cultura Hip Hop possui”, diz um dos produtores do filme.

Segundo os jovens e adolescentes que lançaram o filme, “Elementos em Movimento” é um manifesto pelo direito humano de acesso à cultura e ao sublime, um registro histórico estruturado em narrativas audiovisuais que refletem e discutem sobre como a arte pode ser um potente instrumento para a prática política na sociedade. (Voz da Bahia). ASSISTA: 

Bel Borba expõe no Eco Parque Sauípe

O artista plástico baiano Bel Borba, leva para o Eco Parque Sauipe, no município de Mata de São João, a 77 km de Salvador, a exposição O Olhar Material. De 13 de janeiro a 26 de fevereiro, durante a terceira edição do Verão Eco Parque Sauípe, os visitantes poderão conferir as 39 obras que integram a exposição.

Entre as peças expostas estão esculturas feitas com fragmentos da implosão e demolição do antigo estádio da Fonte Nova, em Salvador e de barreiras de estradas americanas (highway), que já foram expostas em Nova York e na Suíça. O Verão Eco Parque Sauípe é promovido pelo Instituto Fábrica de Florestas e patrocinado pela Braskem e Cetrel, que também são mantenedoras do Instituto.

A taxa de visitação ao Parque é de R$ 20 por pessoa. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do local ou no estande de vendas, no 2º piso do Shopping da Bahia. (ASCOM) (mais…)

Marinha promove exposições de fotografias e pinturas no Museu Náutico da Bahia

Os trabalhos vencedores do 10º Salão de Fotografia do Mar e do 14º Salão Bahia-Marinhas, promovidos pelo Comando do 2º Distrito Naval em Salvador, foram conhecidos na noite desta terça-feira (13/12) durante cerimônia realizada no Clube Naval Cabana da Barra.

Os salões fazem parte das comemorações da Semana da Marinha e têm como tema “Navegando pela Amazônia Azul”. Cada um dos salões reúne 30 obras de técnicas variadas, que foram selecionados por comissões julgadoras independentes, formadas por docentes e especialistas em artes plásticas e fotografia.

Em 2016, o 14º Salão Bahia-Marinhas tem como convidada especial a artista plástica baiana, Hilda Oliveira, que integra as exposições com cinco de suas obras. Este ano, os Salões contam com o apoio da Braskem, Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB) e Poupex.

As exposições ficarão abertas ao público no Museu Náutico da Bahia, localizado no Farol da Barra, nos meses de dezembro de 2016 e janeiro de 2017. Em fevereiro, as imagens do Salão de Fotografia do Mar também serão expostas no Shopping Bela Vista. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: ASCOM). VEJA MAIS FOTOS EM NOSSA FANPAGE:

Evento do movimento Hip-Hop movimenta Santo Antônio de Jesus neste mês de novembro

Vai acontecer na Praça principal da Urbis IV em Santo Antônio de Jesus, no próximo dia 27 de novembro, um evento de integração social promovido em parceria com o Coletivo Voz Ativa e toda a comunidade local.

Haverá rodas de conversas, aulas de zumba, oficina de fotografia, rima e grafite, apresentação de samba de roda e karatê. O principal objetivo da ação é promover o diálogo com a comunidade em geral.

As atividades também serão realizadas no pátio da Escola Madre Maria do Rosário de Almeida, entre das 09 às 18h, em parceria com os alunos da instituição. (Blog do Valente) (mais…)

Abertas as inscrições do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger

Fotógrafos de todo o Brasil podem se inscrever no Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger, a partir desta terça-feira, dia 8 de novembro. As inscrições para a seleção e premiação de conjunto de trabalhos de três fotógrafos acontecem até 8 de março de 2017.

O Prêmio é realizado pela Coordenação de Artes Visuais/Dirart da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), com o objetivo de incentivar, divulgar e valorizar a produção fotográfica brasileira.

Serão premiados três fotógrafos nas categorias Trabalhos de fotografia de livre temática e técnica; Trabalhos de inovação e experimentação na área de fotografia; Trabalhos de fotografia documental, que receberão, cada um, o valor de R$30 mil.

A Comissão de Seleção indicará, ainda, 12 fotógrafos que, juntamente com os três premiados, participarão de uma exposição coletiva e de um catálogo do Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger 2016/2017. Os 15 (quinze) selecionados receberão uma ajuda de custo de R$1 mil cada, para despesas com os trabalhos a serem expostos. Continue lendo» (mais…)

Sesc de Santo Antônio de Jesus promove 4ª etapa do Sonora Brasil 2016

O SESC de Santo Antônio de Jesus convida a todos para a última etapa do Projeto Sonora Brasil com apresentação do grupo “Violas Caipiras” com músicos de São Paulo. O evento acontece no dia 12 de novembro, às 19h30, no Teatro do SESC em SAJ. A apresentação tem ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e R$ 8 (Carteira Social Sesc atualizada).

O Violas Caipiras traz a viola que na região sudeste ficou consagrada como caipira e sertaneja, em que a primeira ficou relacionada ao meio rural e a segunda ao urbano. O Sonora Brasil – Formação de Ouvintes Musicais é um projeto temático que tem como objetivo desenvolver programações identificadas com o desenvolvimento histórico da música no Brasil. Informações: (75) 3162-1731. (ASCOM) (mais…)

IPAC abre parcerias para reedição e lançamentos de livros sobre patrimônios baianos

Livros que tratam dos patrimônios culturais baianos, materiais e imateriais, produzidos pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), estarão abertos para parcerias que propiciem novas edições e lançamentos com outras instituições.

“O conhecimento científico produzido pelo órgão deve ser disseminado para a sociedade e não ficar guardado apenas para uso técnico”, afirma o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira. Segundo ele, todos os livros do IPAC já estão disponíveis para download e podem ser acessados aqui: ipac.ba.gov.br. “Mas estamos abertos para parcerias com instituições públicas e privadas que desejem reeditar e lançar essas publicações”, explica.

Dentre os títulos do IPAC estão a Festa de Santa Bárbara, Pano da Costa, Carnaval de Maragojipe, Conjunto Escola Parque, Ofício dos Vaqueiros, Festa da Boa Morte e Desfile dos Afoxés, e Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix.

Além dos livros, o IPAC publicou Apostilas em que estão compiladas palestras e debates sobre a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Afrobrasileiro, Festas Populares, Cortejo 2 de Julho, Circuitos Arqueológicos da Chapada Diamantina e a Experiência do ICMS Cultural de Minas Gerais. (secom). Confira AQUI as Apostilas do IPAC: (mais…)

Voltar à página inicial