Bispo pede que fiéis não vejam novelas e diz que Rede Globo é ‘demônio em nossas casas’

Foto: Reprodução/ YouTube

O bispo católico dom Celso Antonio Marchiori, da Diocese da cidade de Apucarana, no Paraná, disse durante um sermão que a Rede Globo “é um demônio dentro das nossas casas” e pediu aos fiéis que parem de assistir à emissora.

O vídeo circula nas redes sociais e foi publicado diversas vezes no YouTube ao longo da última semana. “Vamos nos unir contra esse espírito diabólico que inclusive a Rede Globo está espalhando contra a família e contra a religião”, criticou o bispo. Ele destacou no sermão o papel negativo das novelas e pediu cuidado até mesmo com “os programas com aparência religiosa”.

“Nós, católicos, não deveríamos mais assistir nenhuma novela da Globo. Nós, católicos, aliás, não deveríamos mais assistir à Rede Globo, porque a Rede Globo é um demônio dentro das nossas casas”, bradou o bispo. (Bahia Noticias) Confira o vídeo: (mais…)

Exposição do amargosense Rui Rezende sobre o Rio Paraguaçu percorre seis cidades

Foto: Reprodução / Facebook

As imagens aéreas do maior rio da Bahia, o Paraguaçu, registradas pelo fotógrafo amargosense Rui Rezende, farão parte da exposição fotográfica ‘De Onde Vem a Água que Você Bebe!’, que vai percorrer os municípios de Boa Vista do Tupim, Nova Redenção, Ibicoara, Marcionílio Souza, Itaetê e Andaraí, durante o mês de outubro e novembro.

Durante a exposição, as pessoas poderão conhecer o trajeto do Rio Paraguaçu, que nasce na Chapada Diamantina, no município de Barra da Estiva, e deságua na Baía de Todos-os-Santos, suas belezas, os seus afluentes, além do cotidiano dos moradores das cidades que estão às margens do rio e também situação de danos ambientais.

De acordo com Rui, a escolha do título surgiu por conta da expedição em busca da nascente do Paraguaçu. “Foi um total de 22 horas e quarenta minutos de voo, em nove dias, registrando o rio Paraguaçu, e também da nascente que brota a água que as pessoas usam”, disse o amargosense Rui Rezende. (mais…)

Prêmio Jabuti divulga lista dos livros finalistas deste ano

Foto: Fernando Frazão/ Agência Brasil

O Prêmio Jabuti, principal troféu literário do país, divulgou nesta terça-feira (03), a lista de livros que concorrem à sua final. A categoria romance mostra uma hegemonia da Companhia das Letras -que tem crescido nos prêmios literários deste ano, em especial nesse gênero. Sete dos dez selecionados são da editora. Entre os selecionados, está “Como se Estivéssemos em Palimpsesto de Putas”, de Elvira Vigna, escritora morta em julho que era uma das principais vozes da literatura contemporânea brasileira.

Com ela, concorrem o escritor Cristovão Tezza, com “A Tradutora” (Record), e Bernardo Carvalho, com “Simpatia pelo Demônio” (Companhia das Letras). Ambos são colunistas da Folha. Na lista também aparecem “Descobri que Estava Morto” (Tusquets), de João Paulo Cuenca, e “Machado” (Companhia das Letras), de Silviano Santiago, entre outros. A única casa menor é a @linkeditora, cujo romance “Tristorosa”, de Eugen Weiss, foi eleito.

O Jabuti este ano estreia duas categorias, quadrinhos e livros brasileiros publicados no exterior. Na primeira, estão “Hinário Nacional” (Veneta), de Marcelo Quintanilha, e “Rasga Mortalhas” (Zarabatana Books), de Pedro Vergani e Diogo Bercito (correspondente da Folha em Madri). Na segunda, estão as edições britânicas de “Um Copo de Cólera” e “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar, além de “Brasil – Uma Biografia”, de Lilia Moritz Schwarcz e Heloísa Starling. (mais…)

Apesar de pedido de proibição, juiz autoriza exibição de peça com Jesus transgênero

Apesar do pedido de proibição, a Justiça do Rio Grande do Sul autorizou a exibição da peça teatral “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, que está na programação do 24º Porto Alegre Em Cena. Segundo o G1, na decisão, o juiz José Antônio Coitinho afirmou que “censurar arte é censurar pensamento e censurar pensamento é impedir desenvolvimento humano”. No entendimento do magistrado, é necessário garantir a liberdade de expressão.

O espetáculo tem como protagonista a atriz trans Renata Carvalho e propõe uma reflexão sobre o preconceito relativo às questões de gênero. “E, sem citar um único artigo de lei, vamos garantir a liberdade de expressão dos homens, das mulheres, da dramaturga transgênero e da travesti atriz, pelo mais simples e verdadeiro motivo: porque somos todos iguais”, diz trecho da sentença. O juiz também considerou irrelevante a alegada questão da sexualidade de personagens.

Segundo ele, a avaliação sobre bom ou mau gosto não compete à Justiça. “Transexual, heterossexual, homossexual, bissexual, constituem seres humanos idênticos na essência, não sendo minimamente sustentável a tese de que uma ou outra opção possa diminuir ou enobrecer quem quer que seja representado no teatro”. Vale lembrar que o espetáculo já havia sido proibida pela Justiça de Jundiaí, em São Paulo. (Bahia Noticias)

“Quilombo do Rio dos Macacos” abre o VIII CachoeiraDoc

O 8º CachoeiraDoc – Festival de Documentários de Cachoeira foi lançado oficialmente na noite de terça-feira (05). Neste ano serão exibidos 65 filmes entre curtas, médias e longas. Há quatro inéditos, além do filme Quilombo do Rio dos Macacos de Josias Pires, que abriu a mostra; Por Trás da Linha de Escudos, de Marcelo Pedroso; Escolas em Luta, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli; Em Nome da América, de Fernando Weller e Onde Começa um Rio, de Julia Karam, Maiara Mascarenhas, Maria Cardozo e Pedro Severien.

Com o apoio do Fundo de Cultura da Bahia, através do Edital Setorial do Audiovisual 2016, o evento, um dos mais importantes festivais de documentário do país, acontece até o dia 10 de setembro em Cachoeira, no Cine Theatro Cachoeirano e no Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (CAHL/UFRB).

Presente ao lançamento, o superintendente de Promoção Cultural, Alexandre Simões ressaltou a importância do Festival para a produção do audiovisual baiano. “A longevidade deste festival ratifica sua importância. A Bahia é grande produtora de filmes e documentários e o apoio do Fundo de Cultura reforça a importância dessa indústria que no Edital Setorial de 2016 contou com R$ 14,5 milhões em recursos, parceria com a Ancine (Agência Nacional de Cinema)”.  (mais…)

Artista plástica enfrenta dificuldade para realizar exposição em Santo Antônio de Jesus; ouça o áudio

Está acontecendo na Praça Padre Mateus em Santo Antônio de Jesus, até 24 de junho, a exposição da artista plástica Magda Lúcia. A mesma pinta telas abstratas, floral, paisagem, figuras africanas, entre outras. Só não pinta figura humana.

Magda contou que pinta há 12 anos, mas a arte era um segundo plano em sua vida, pois trabalhava no setor administrativo de uma contabilidade, só depois que ficou desempregada, há dois anos, que resolveu se entregar de corpo e alma as artes plásticas.

Ainda em entrevista ao site Tribuna do Recôncavo, Magda disse que realizou uma exposição na cidade de Nazaré e não teve nenhum tipo de burocracia, só fez comunicar na Prefeitura Municipal. “Me deram um espaço enorme, o pessoal me tratou super bem com água, com merenda, e toda hora perguntava se eu estava precisando de alguma coisa”, disse.

Já em Santo Antônio de Jesus foi necessário fazer dois ofícios, entregá-los nas Secretarias de Infra Estrutura e Cultura, e ir várias vezes aos órgãos citados. Em SAJ foram 15 dias de luta para Magda receber a autorização para realizar sua exposição. “Nas outras cidades o artista de Santo Antônio é bem acolhido, e aqui em nossa cidade a gente fica, praticamente, mendigando”, desabafou. Ouça o áudio completo no play abaixo ! (Tribuna do Recôncavo)

Veja mais fotos em nossa fanpage. CLIQUE AQUI !

Cachoeira: Flica anuncia novo curador para a edição deste ano

O escritor e jornalista Tom Correia substituirá Emmanuel Mirdad, um dos idealizadores e coordenador geral da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), na função de curador do evento.

Autor de quatro livros individuais de contos e com participação em várias coletâneas, Tom foi um dos convidados da Flica, em 2013, e atuou como mediador da mesa com a escritora baiana Mariana Paiva e o português Gonçalo M. Tavares.

Já a Fliquinha, que contém a programação infantil da Flica, permanece pelo 5º ano consecutivo com a curadoria de Lília Gramacho e Mira Silva. (Bahia.ba)

Comissão julgadora do Prêmio Braskem de Teatro já avalia espetáculos concorrentes em 2017

Cinco renomados profissionais ligados às artes cênicas já estão atentos a todas as produções teatrais em cartaz em Salvador para eleger os destaques de 2017. Eles compõem a Comissão Julgadora da 25ª edição do Prêmio Braskem de Teatro, que até 17 de dezembro, irão avaliar e indicar os espetáculos concorrentes a mais tradicional premiação do teatro baiano.

Este ano integram a comissão, Bertrand Duarte, ator, apresentador e titular da Diretoria de Audiovisual do Governo do Estado da Bahia (DIMAS); Cristiane Mendonça, atriz; Edvard Passos, arquiteto, diretor teatral e dramaturgo; Mauricio Pedrosa, ator, diretor, cenógrafo e bonequeiro; e Warney Jr., dançarino, ator, coreógrafo e professor de dança de salão.

Para Warney Jr., os meses serão intensamente dedicados à observação e apreciação da cena teatral baiana. “O prêmio oxigena, transforma e impulsiona a produção baiana, assim como, resgata a autoestima daqueles que escolhem o fazer artístico como ofício”, conclui. A supervisão da comissão julgadora continua a cargo de Vadinha Moura, atriz, diretora, produtora teatral, gestora cultural e arte educadora.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail coordenacao@premiobraskemdeteatro.com.br. (mais…)

Artistas se reúnem em Mutuípe com a finalidade de fortalecer a cultura no Vale do Jiquiriçá

A Casa de Cultura De Mutuipe que completou neste mês 10 anos de atividades no Território do Vale do Jiquiriçá, sediou entre os dias 28 à 30/04 o Programa de Formação e Qualificação de Agentes Culturais com o apoio da Secretaria de Cultura da Bahia, objetivando incentivar, reconhecer, valorizar e expandir a diversidade de expressões culturais existentes no Território, proporcionando aos participantes (artistas, agentes culturais e interessados), incentivo ao fortalecimento da cultura em suas várias modalidades (música, dança, teatro, poesia, artesanato,…).

A abertura do encontro, aconteceu às 18hs do dia 28 pelo Coordenador da Casa de Cultura Antonio Carlos que acolheu os presentes dando-lhe as boas-vindas e convidando os poetas a declamarem poesias. Em seguida, o Professor Antonio Albino Rubim (coordenador do Programa), proferiu sobre a importância deste Programa para a comunidade e a  professora Giuliana Kauark, deu início as atividades utilizando ao longo do curso de dinâmicas e exposição de vídeos para desenvolver os temas, envolvendo os participantes nas discussões, versando sobre: Agentes culturais; culturas brasileiras e baianas, imersão cultural; políticas culturais no Brasil e na Bahia e organização da cultura.

A Imersão Cultural contou com a participação do Sr. Jonas de Carvalho (cantor e compositor), da cidade de Lafaiete Coutinho que abrilhantou o evento apresentando o seu trabalho com uma diversidade de gêneros musicais, além de testemunhar também a sua trajetória artística para os presentes.

O encerramento da capacitação aconteceu na manhã deste domingo (30) num clima de alegria e satisfação dos participantes, expresso pelo desejo de fortalecimento da cultura local e regional. O encontro contou com a participação de pessoas dos municípios de Mutuipe, Laje, Amargosa, Jiquiriçá, Ubaíra e Santa Inês. (Maria do Carmo Silva/Tribuna do Recôncavo) (mais…)

No Dia do Índio Matheus e Phoebe homenageiam valorização da cultura indígena

Nesta quarta-feira (19/04) é comemorado o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas. Neste dia ocorrem vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Nas escolas, os alunos costumam fazer pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os municípios organizam festas comemorativas.

Deve ser também um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais. Seguindo esta tradição, dois modelos resolveram posar com figurinos inspirados na cultura indígena, homenageando estes que foram um dos primeiros povos que habitavam nosso país em 1500 quando os portugueses chegaram em nosso país.

Foi com o figurino de ‘Cunhã Poranga’, considerada a mulher mais bela da tribo, que a  Musa Fitness Phoebe Vecchioni, natural da cidade de Americana-SP,residente em Orlando na Florida, optou por homenagear as lindas índias.

Já o modelo gaúcho Matheus Gouveia, de 37 anos, que é empresário e atua como Personal Stylist na cidade de Americana no interior de São Paulo, onde também reside, optou pelo figurino do Índio Pajé, considerado uma pessoa de destaque em certas tribos indígenas. Os Pajés, são curandeiros, tidos como portadores de poderes ocultos ou orientadores espirituais. (mais…)

‘Lua rosa’ vai iluminar o céu nesta noite de terça-feira

Apesar de podermos ver a lua cheia a cada 29 dias, a que aparecerá no céu na noite desta terça-feira (11) não é como a que estamos acostumados a ver. Ela se chama “Lua rosa” e era especialmente importante para as antigas culturas, que seguiam o calendário lunar no lugar do solar.

A “Lua rosa” recebeu este nome graças às flores da mesma cor que costumavam aparecer precisamente nesta época, coincidindo com o equinócio vernal. Eram os nativos da América do Norte que assim chamavam este corpo celeste. Este fenômeno é cheio de simbolismo, e não é por acaso que cristãos, judeus e hindus deram a estas datas um significado especial.

Antigamente, a primeira Lua cheia de abril marcava a chegada da primavera, segundo informou o The Sun. Apesar do seu nome, esta Lua não tem um motivo para ser precisamente cor de rosa, dado que a cor que vemos depende das condições ambientais como a poluição, nuvens e névoa. (Sputnik Brasil)

S. A. de Jesus: Secretaria de Cultura realiza reunião com artistas visuais nesta quarta, 05

Nesta quarta-feira (05/04), às 18h30 na Biblioteca Municipal, haverá mais um encontro do Projeto Escuta Cultural, promovido pela Prefeitura de Santo Antônio de Jesus, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude. Desta vez, o grupo de artistas a ser reunido será o de Artes Visuais.

Neste projeto, os artistas locais são recebidos pela Secretária da Pasta, Dene Cortês, que colhe as propostas e anseios da classe, para posteriormente subsidiar a criação de um projeto cultural para município, baseado na gestão participativa. Alguns grupos já foram recebidos, como Músicos, Fanfarras, Cultura LGBT, Literatura, entre outros. (ASCOM-PMSAJ)

Alunos da UNEB promovem “Exposição Heroínas Negras do Brasil” em Santo Antônio de Jesus

Na última quinta-feira (30/03), aconteceu a 1ª Exposição Heroínas Negras do Brasil na Praça Padre Mateus em Santo Antônio de Jesus, realizada pelos alunos do curso de Letras, Língua Portuguesa e Literaturas da Universidade do Estado da Bahia – Campus V (UNEB). O objetivo da exposição foi que as pessoas conhecessem histórias de mulheres negras que realizaram feitos heroicos, mas que são silenciadas pela História oficial. O portal Tribuna do Recôncavo prestigiou o evento e conversou com algumas das organizadoras.

Uma das entrevistas foi Jaciane Santana, aluna do VI semestre do curso que contou como surgiu a ideia da exposição e como foi a preparação. De acordo com ela, a ideia surgiu no componente Literatura e relações étnicos raciais, ministrado pela professora Suely Santana. “A princípio tínhamos a ideia da exposição ficar apenas na UNEB, mas achamos que seria mais viável que essa exposição saísse dos muros da Universidade e viesse para a comunidade, para que as pessoas prestigiassem.”

Outra aluna entrevistada foi Isadora Silva, aluna do II semestre do mesmo curso. Segundo ela, a exposição foi desenvolvida a partir dos cordéis de Jarid Arraes, uma escritora negra, cearense e feminista que produz cordéis que desconstroem estereótipos. “Nós produzimos banners com imagens e biografia dessas mulheres para que se conheça não só o perfil físico, mas também o perfil histórico.” Além disso, ela falou sobre a participação da comunidade. “As pessoas foram chegando e nós íamos apresentando. Alguns alunos das escolas também participaram”, contou. (mais…)

Recôncavo Baiano recebe exposição Cotidiano Expresso Pela Arte

De abril a outubro de 2017 três cidades do Recôncavo sediarão a exposição Cotidiano Expresso Pela Arte – Gravuras de Cesarino, do artista mineiro Cesarino Gonçalves do Nascimento. O projeto é uma homenagem ao artista que reúne cerca de 30 obras de xilogravuras retratando o cotidiano e a religiosidade do povo mineiro e carioca. Além da exposição, que conta com recursos de áudio descrição e braile, garantindo a acessibilidade, o projeto realizará oficinas educativas com o objetivo de aproximar o público com a técnica artística das obras expostas.

Muritiba, cidade onde vive a esposa do artista, Margarida Santos do Nascimento, será a primeira a receber a exposição, com abertura dia 08 de abril, às 19 horas, seguindo aberta à visitação até 22 de maio na Avenida Rui Barbosa em Muritiba. Em seguida as obras vão para Cruz das Almas, onde serão expostas na Casa da Cultura Galeno d’Avelírio, de 27 de maio a 30 de julho. Cachoeira encerra o circuito no período de 01 de setembro a 01 de outubro, no Núcleo de Memória e Documentação do Recôncavo.

Cesarino (1928-1978), artista negro, nasceu na cidade de Barão de Cocais e cresceu em Sabará, ambas interior de Minas Gerais, estudando desenho e gravura na Escola de Belas Artes de Minas Gerais. Mais tarde passou em um concurso para cartógrafo no Ministério da Saúde, quando se mudou para o Rio de Janeiro. Durante sua vida participou de concursos e bienais recebendo diversos prêmios e teve suas obras expostas no Leilão Cenaberta- Hotel Gloria- RJ (1974) e em Salões Universitários nas cidades do Rio de Janeiro- RJ, Brasília-DF, Rio Grande do Sul-RS e Salvador-Ba. (mais…)

Projetos culturais recebem R$ 15 milhões do Fazcultura na Bahia

Diversos eventos em Salvador e em outras cidades baianas, como Festival Brasil Guitarras, Música no Parque, Enxaguada do Bonfim, Mercado Iaô e Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), contam com o apoio financeiro do Programa Estadual de Incentivo ao Patrocínio Cultural (Fazcultura). A iniciativa é responsável por investir milhões de reais na promoção da cultura na Bahia. Em 2017, o Governo do Estado destina R$ 15 milhões para essas propostas.

Gerido pela Secretaria de Cultura (Secult), em parceria com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), o Fazcultura segue com as inscrições abertas até o fim do ano. Em 2016, 54 projetos foram beneficiados pelo programa de incentivo, que investiu R$ 13,4 milhões em projetos diversos. Os recursos são destinados às ações culturais através de renúncia do ICMS. O Governo do Estado renuncia de uma parcela do imposto de determinada empresa e destina o valor aos projetos. Essas quantias podem variar de 5 a 10% do imposto anual recolhido pela empresa.

De acordo com o superintendente de Promoção Cultural da Secult, Alexandre Simões, o Fazcultura é um dos principais mecanismos de financiamento de políticas culturais no estado. “Somos um celeiro de boas ideias, e o Fazcultura tem a responsabilidade de mesclar a valorização das iniciativas de artistas consagrados com aqueles que têm batalhado pelo seu espaço, por visibilidade em todos os segmentos. O programa é uma janela de oportunidade para o produtor que tem uma ideia, seja na capital ou no interior, consagrar seu trabalho, tirar a ideia do papel e transformar em realização”, explica Simões.  (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Bocão News)

Filme baiano “Jonas e o Circo Sem Lona” faz estreia nacional

Aos 13 anos de idade, Jonas tem uma difícil missão: administrar o circo que ele mesmo fundou no quintal de sua casa. Neto de artistas circenses, o garoto tenta manter a paixão da família através do seu circo improvisado, na periferia de Salvador. O dia a dia deste artista-mirim do circo é mostrado no documentário Jonas e o Circo Sem Lona”, primeiro longa de Paula Gomes, que estreia em todo Brasil  através do projeto Sessão Vitrine Petrobras.

Em Salvador, haverá um debate com a diretora e a presença do personagem principal, nesta quinta-feira (16), às 20h30, no Shopping Paseo. O filme entra em cartaz no dia seguinte (17 de março) nos cinemas Paseo, Itaú Glauber Rocha e UCI Oriente do Shopping Barra. As sessões custarão R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia entrada).

Rodado ao longo de dois anos na Região Metropolitana de Salvador, o filme partiu de uma pesquisa iniciada em 2006 pela diretora. Paula procurava por circos itinerantes pelo interior da Bahia quando conheceu a família de Jonas. Vindo de uma família tradicional de artistas, Jonas teve a ideia de criar o seu próprio circo, usando materiais que restaram do circo que a família tinha deixado para trás. Os novos artistas são amigos e vizinhos que ele convidou para participar e ensinou um pouco da arte circense.  (mais…)

Voltar à página inicial