web analytics

Paróquia de Amargosa realiza 1° Congresso para as Famílias

Começa neste domingo (09/08) na Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, em Amargosa,  o 1° Congresso Paroquial para as Famílias, como parte das comemorações dos 160 anos de evangelização da referida paróquia. O evento será realizado de 09 a 23 de Agosto de 2015 de acordo com a seguinte programação:

Dia 09/08 – Abertura com a Missa na Igreja de São Roque às 19h30min.

De 10 à 20/08 – Encontro nas casas com as famílias.

Dia 21/08 – Vigília na Catedral das 19h: 30min às 22h.

Dia 22/08 – Palestras e Testemunhos às 15h encerrando com a Missa às 18h

Dia 23/08 – Palestras e Testemunhos das 8h às 17h30min encerrando com a Missa às 18h.

Participe!       (Vinicios Teles/Tribuna do Recôncavo).

(mais…)

Varzedo: Carreata abre novenário em São Roque dos Macacos

Começou nesta sexta-feira (07/08) o novenário preparatório a Festa de São Roque na comunidade de São Roque dos Macacos em Varzedo. Os fieis abriram os festejos com uma carreata que saiu de São Roque por volta das 18:30, passando pela comunidade de Nossa Senhora da Solidade e se encontrando com a comunidade de Nossa Senhora do Carmo. Com muita fé os participantes fizeram o percurso entoando cânticos tradicionais da Igreja Católica, principalmente o hino de São Roque.

Ao retornar para a Igreja, no povoado mais antigo do município, em São Roque dos Macacos, houve a missa de abertura do novenário, presidida pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Varzedo, Padre Fausto Lopes Mota. Em sua pregação, Pe Fausto refletiu sobre a família que deve ser alimentada pelo amor constante. “Antes o homem quando namorava passava lixa na mão, se cuidava para ficar cheiroso e era carioso com a mulher, depois do casamento não liga mais para namorar com sua esposa, pra fazer aquele carinho no pescoço, se achando velho, mas a idade e a aparência não importam, o amor tem que ser único”, concluiu Pe Fausto.

Seguindo o projeto de evangelização da Diocese de Amargosa, os festejos de São Roque não ficarão limitados apenas às celebrações noturnas, outras atividades serão desenvolvidas. Neste 9º domingo do Tempo Comum – Dia dos Pais, acontece o Encontro com as Famílias do Setor São Roque, encerrando com a Santificação do Domingo. No dia 16 de agosto, às 8:30 acontecerá a celebração dos batizados, às 09:30 Festa da Assunção de Nossa Senhora e Festa de São Roque, encerrando às 12h com a confraternização entre as famílias. Até lá as celebrações do novenário sempre a partir das 19h. Participe! (Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo | Fotos: varzedonoticias).

pe 2 (mais…)

Papa pergunta a jovem brasileira quem foi melhor: Maradona ou Pelé?

A jovem brasileira Ana Carolina Santos Cruz, de 19 anos, foi recebida nesta sexta-feira (7) pelo Papa Francisco no Vaticano e surpreendida por uma pergunta inusitada do pontífice: quem é melhor – Maradona ou Pelé?

O fato aconteceu durante o encontro do Movimento Eucarístico Jovem (MEJ), que reuniu 2 mil representantes de diversas partes do mundo no Vaticano. Ana Carolina, que é de São Paulo, foi escolhida para fazer uma das perguntas ao papa. “Qual foi seu maior desafio em uma missão como sacerdote?”, perguntou a brasileira, emocionada, em um microfone.

Em seguida ela se aproxima para falar de perto com o pontífice. “Ele perguntou quem era melhor no futebol: Maradona ou Pelé. E eu, por ser brasileira, lógico, respondi que era o Pelé”, disse a jovem em entrevista à Rádio Vaticano. Com a sua resposta, a jovem arrancou um largo sorriso de Francisco, que é argentino. (Reportagem: G1 / Editado por Tribuna do Recôncavo)

DOM JOÃO NILTON – FÉ, LUCIDEZ E OBEDIÊNCIA.

Em 06 de agosto de 1986, dia do Bom Jesus da Lapa, a Diocese de Amargosa na Bahia foi surpreendida com a eleição do então Padre João Nilton para Bispo coadjutor de Bom Jesus da Lapa, sua sagração episcopal se deu em 09 de novembro do mesmo ano, no bosque de Amargosa, em meio a um clima de muita alegria e emoção, logo em seguida sua posse como Bispo  em Bom Jesus da Lapa, em 29 de novembro de 1986.

Com a indicação de Dom Alair Vilar Fernandes de Melo para Arcebispo de Natal-RN, quis a Providência Divina, trazê-lo de volta para a sua diocese tão amada.  Foram longos 27 anos (1988 a 2015) de trabalho e dedicação a esta Igreja particular diocesana de Amargosa, sem contar é claro, com os outros 18 anos dedicados como vigário desta paróquia.  Mas, como tudo nesta vida tem começo, meio e fim,  chegou a hora de Dom João Nilton entregar o seu cajado. A quem?  Sabe Deus! É algo que não adianta ninguém especular ou fazer apostas no escuro. A eleição de um bispo se dá unicamente pela sapiência da Igreja, iluminada pela ação do Espírito Santo.

Enquanto isso, cabe a nós cristãos, católicos e diocesanos de Amargosa,  rezar e agradecer a Deus por estes anos de Dom João Nilton dedicados à nossa igreja. Sem sombras de dúvida a semente do Evangelho foi semeada. Muitos corações se tocaram com as suas mensagens, seu trabalho, seu afeto pelos cristãos e principalmente pelo seu testemunho de vida Cristã.

Em recente conversa pessoal com Dom João, falando sobre a proximidade de sua renúncia ao cargo de Bispo Diocesano, ouvi dele próprio: “já está na hora!  nunca tive apego a cargos nem a nenhuma forma de poder, já fiz o que era possível dentro dos meus limites, além do mais a diocese já precisa caminhar com alguém mais novo, com mais disposição e mais vigor! Deus se encarregará de providenciar”. Cumpre-se em definitivo o lema do seu episcopado “Fiat voluntas Tua” – Seja feita a Tua vontade.

Dom João Nilton deixa o comando pastoral e administrativo da diocese de Amargosa, mas não deixará de celebrar. Estará sempre presente, agora como Bispo Emérito de Amargosa. Certamente continuará a pregar, fazendo chegar ao coração das pessoas e mensagem de Jesus Cristo através do seu Evangelho.

Graças Vos damos Senhor, por este fecundo pastoreio de Dom João que cessa em nossa Diocese. Rogamos pela sua vida, saúde e paz. E rogamos na  luz do Espírito Santo pelo 4º Bispo diocesano que Deus há de nos enviar. (Postado por Tribuna do Recôncavo)

Gilbenicio[1] (1)

Gilbenício de Souza Brandão

Paróquia São benedito-SAJ

Diocese de Amargosa-Ba

(Colunista do Tribuna do Recôncavo). (mais…)

Encerra nesta quinta-feira a Romaria de Bom Jesus da Lapa

A capital baiana da fé, a cidade de Bom Jesus da Lapa encerra nesta quinta-feira (06/08), a novena festiva no Santuário da cidade. A expectativa para este ano é reunir em torno de 500 mil participantes da Bahia e de outros estados. A cidade recebeu inúmeras caravanas desde o dia 28 de julho, com o início do novenário preparatório.

O bispo de Barreiras, Dom Josafá Menezes, preside a Missa Festiva às 17h desta quinta-feira. Ele, que responde interinamente pela diocese da Lapa. Este ano os romeiros contam com um novo altar na gruta de Nossa Senhora da Soledade e nova iluminação nas grutas Santa Luzia, Água do Milagre e São Francisco.

O santuário de Bom Jesus da Lapa recebe por ano quase dois milhões de visitantes. É o terceiro maior em atração de peregrinos católicos do Brasil, perdendo apenas para Aparecida do Norte em São Paulo e Juazeiro do Norte no Ceará. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Informações: Atarde).

BomJesusLapa

Festa de Nossa Senhora do Carmo em Varzedo contou com a presença do Bispo Emérito Dom João

Com o tema “Em Cristo somos Igreja, Comunidade que se Renova”, a comunidade de Nossa Senhora do Carmo em Varzedo realizou neste domingo (26/07), a Missa Festiva em louvor a sua padroeira. A Igreja que foi recentemente reconstruída ficou lotada, recebendo fiéis de várias comunidades do município, inclusive a comunidade paroquial de Varzedo que foi em carreata com a Imagem de Nossa Senhora da Conceição.

A Festa de Nossa Senhora do Carmo, a primeira após a reconstrução da Igreja, contou com a presença do Bispo Emérito Dom João Nilton que presidiu a celebração. Em sua fala, Dom João refletiu sobre o ser comunidade e a importância do cristão católico ser presença viva na vida de comunidade, assumindo compromissos nas pastorais e conselhos. A missa foi concelebrada pelo pároco, Padre Fausto Lopes Mota.

A nova Igreja da comunidade rural de Nossa Senhora do Carmo em Varzedo, atende as recomendações litúrgicas da CNBB, cuja estrutura não se diferencia da Matriz.  No pós comunhão foi feita uma apresentação de agradecimento aos membros do conselho, como também a todos que contribuíram com a reconstrução da Igreja. A Festa foi encerrada com uma confraternização. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo). Ver mais fotos>>>

11752424_10204719188119641_7436803969751402374_n (mais…)

Paróquia de Amargosa realiza Dia Paroquial da Juventude

Aconteceu neste domingo (19) em Amargosa, o 1° Dia Paroquial da Juventude (DPJ) organizado pela Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho. O evento contou com a animação de boa parte da juventude da paróquia. Durante todo o dia os jovens participaram de momentos de oração, reflexão, partilha, gincanas, apresentações teatrais e brincadeiras.

O DPJ contou com a participação da jovem Gilyane Silva da Paróquia São Roque em Mutuípe, que conduziu uma breve reflexão com a juventude sobre a sua experiência de fé e a relação da juventude com a comunidade e a Igreja.

O Dia Paroquial da Juventude, realizado ao lado da Catedral, foi encerrado com a Santa Missa presidida pelo padre José Filho e concelebrada pelo padre Everaldo Santos, “fechando com chave de ouro” esse dia especial para a Paróquia de Amargosa. (Vinícios Teles/Tribuna do Recôncavo). Ver mais fotos>>>

1513924_488583251307768_8172221367108779189_n

(mais…)

Festa do Sagrado Coração de Jesus reuniu multidão em Valença neste domingo

Durante nove noites católicos de Valença e cidades vizinhas participaram do novenário preparatório a Festa do Sagrado Coração de Jesus que teve o seu grande dia neste domingo (19/07). A Missa Festiva foi presidida pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Purificação em Nazaré, Valmiro Santiago e concelebrada pelos padres: Wilson Vitória, Cristovam Moreira, Almir Caldeiras, Antônio Volpi e Emanuel.

A banda Life fez a animação litúrgica da missa, como também da procissão que reuniu centenas de pessoas pelas ruas da cidade de Valença neste último domingo. Durante a procissão foram feitas várias paradas em pontos específicos. Ao retornar para a Igreja Matriz houve a benção do Santíssimo Sacramento e agradecimentos finais com o pároco, Padre Wilson Vitória. (Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo) – (Fotos: Facebook).

festas_sagrado

O que me falta pra ser dizimista?

Sou católico, vou à missa aos domingos, confesso, comungo. Até participo das atividades da Igreja, colaboro com as campanhas, leilões, construções e reformas de templos, mas ainda não sou dizimista. O que está me faltando?

Está me faltando compreender o dizimo em sua essência. Conhecer sua proposta e acolhê-la. A oferta eu dou quando quero; o dízimo eu tenho a responsabilidade de devolvê-lo. A comunidade conta com minha oferta, mas confia no meu dízimo; com a oferta eu ajudo a construir um templo ou realizar uma atividade convencional; com o meu dízimo eu participo da sobrevivência cotidiana da minha paróquia.  É preciso entender que dinheiro não cai do céu e que sem ele nada funciona. Da mesma forma que precisamos de dinheiro para a nossa sobrevivência a igreja – instituição – também precisa para se manter. Contudo, não vamos confundir dízimo com taxa de manutenção, contribuição de melhoria ou imposto obrigatório.

As organizações não governamentais necessitam de recursos para a sua existência. Ao participar, o primeiro compromisso do associado é contribuir com a taxa de manutenção, nos casos específicos de sindicatos de categoria, a taxa de manutenção já é fixada e definida em lei ou acordo coletivo, e descontada na própria folha de pagamento do trabalhador. Aqui o dinheiro é um meio, ou seja, o cidadão paga para ter, e o associado paga para sê-lo. Já com o dízimo acontece o contrário. Ele é um meio de devolução. Primeiro eu tenho para depois eu dispor. O dízimo não tem objetivo, ele é o objetivo.

Pensar o dízimo como uma forma de pagamento à igreja ou a garantia de alguns direitos, digamos, sobre aquilo que a igreja tem para oferecer, é completamente errado. O dízimo é a minha participação. Dou aquilo que posso sem nada em troca esperar. Embora signifique dez por cento, ou a décima parte, não é preciso fazer conta. Deus, certamente, não vai fazer contas do salário ou da renda de ninguém. Porém, se posso dar dez, por que vou dar cinco? Se eu posso dar cinco por que vou dar dois ou apenas um?  O ato de devolver o dízimo deve ser feito de modo a agradar o coração de Deus e ao meu coração também. E nunca o contrário. Segundo as palavras sábias de São Paulo, Deus ama a quem dá com alegria! (2cor. 9-7). Se eu posso dar mais, significa que estou ganhando mais. E ganhar mais é o objetivo de todos nós trabalhadores. Vivemos infelizmente um mundo capitalista. Ganhar mais, desde que seja de maneira honesta e com o suor de nossos rostos, não é nenhum pecado! Deus deixou o homem para bem viver. Deus não quer ver a nenhum dos seus filhos passando fome. E quando isto acontece, a responsabilidade em alimentá-lo, não é de Deus, é nossa! Tudo que fizestes a um dos meus irmãos pequenos é a mim que o fazes.

É muito triste nos depararmos com cristãos, líderes religiosos pregando um verdadeiro comércio do toma lá da cá com Deus. Ao instituir o dízimo Deus colocou para o ser humano a possibilidade de partilhar aquilo que o próprio Deus lhe dá. E nada exigiu do homem, pelo contrário, Ele propôs e ofereceu recompensa a quem o fizer: trazei o dízimo integral para o templo e vereis se não vos abrirei as portas do céu e derramarei as minhas bênçãos, muito além do necessário. (Ml, 3-10). Será que esta promessa de Deus me diz algo? Pois bem! É bom nos lembrarmos de que Deus não nos obriga a fazer nada. Somos filhos eleitos e livres para decidir o que queremos. O próprio Deus nos deixa dois caminhos: a vida e a morte, e Ele mesmo indica o caminho melhor – ESCOLHE, POIS, A VIDA.

O que me falta pra ser dizimista? Falta o desprendimento do que é material; lembrar-me de que não adianta juntar tesouros aqui na terra; entender que as mãos mais pobres são as que mais se abrem para dar e que a oferta da pobre viúva valeu para Deus, muito mais que outras, às vezes dada apenas porque sobra, pois sua oferta consistia em tudo o que tinha.

Gilbenicio[1] (1)Gilbenicio de Souza Brandão

Paróquia São Benedito-SAJ

Diocese de Amargosa-Ba

(Colunista do Tribuna do Recôncavo).

COMENTÁRIOS:

Zelenildes Santos Ferreira: Que bom! Belo texto, espero que algumas pessoas tenham tido a oportunidade de ler essa mensagem, porque dízimo é uma questão de fé, e compromisso com a igreja cristã . Um abraço amigo! (zelenildes@hotmail.com).

Orlando Arêdes Louzada: Ao falar sobre Dízimo, temos que fazê-lo com responsabilidade e convicção. Quando rezamos  “Cremos na Igreja Católica”  na oração do Creio, estamos assumindo também levar Cristo a todos os irmãos e sustentar nossa Igreja na forma da partilha. Parabéns Gil, são iniciativas como essa que nos faz continuar a caminhada, e nos ensina a divulgar nosso Dízimo de forma fácil de ser compreendido. Um abraço.

Antonia Maria Ferreira de Oliveira: Parabéns amigo Gil, muito interessante e importante seu artigo para a conscientização de nossos irmãos que ainda não entendem o que é ser um dizimista. abraços!

Paróquia de Mutuípe realizou mais uma Feira Chique nesse fim de semana

A Paróquia São Roque em Mutuípe realizou neste domingo (12/07) a tradicional Feira Chique, que teve como objetivo proporcionar as comunidades um momento de lazer e solidariedade. As famílias participaram doando produtos que foram comercializados por um preço simbólico. Todo o dinheiro arrecadado será usado na Festa do Padroeiro a ser realizada no mês de agosto.

O evento foi aberto com a celebração da Santa Missa, em seguida houve apresentação de grupos de capoeira, judô, quadrilha, entre outras atividades.  Após o almoço foi realizado um leilão.

???????????????????????????????Padre Almiro Rezende agradeceu a presença das comunidades rurais e da cidade, destacando a generosidade do povo de Mutuípe que doou tudo. Na oportunidade, Padre Almiro falou sobre a participação da Casa da Cultura na Feira Chique. “Foi um momento muito bonito, as oficinas muito bem feitas e a exposição de quadros. Enfim, um trabalho que promove a pessoa e dar oportunidades para os talentos aqui de nossa cidade”, disse.

Quanto a sua função como administrado diocesano, Padre Almiro informou que não tem enfrentado dificuldade, pois o clero da Diocese de Amargosa é muito unido e ele tem tido o apoio do Bispo Emérito Dom João Nilton. “As coisas estão bem organizados, estou dando andamento ao que já está feito na Diocese”, concluiu Pe Almiro. (Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo) – (Reportagem e fotos: Junicio Junior).

???????????????????????????????

Rosa de Saron emociona público presente no 1º dia do São João em Sto Antônio de Jesus

Os 163 anos da Paróquia Santo Antônio em Santo Antônio de Jesus no Recôncavo Baiano foi celebrado com o show da banda de rock católico, Rosa de Saron nesta sexta-feira (19).

Inicialmente aconteceu uma Missa Campal reunindo centenas de fieis de várias paróquias da Diocese de Amargosa, em seguida o show religioso atraiu um público diversificado, além dos católicos que já estavam no espaço, os foliões que foram curtir a primeira noite do São João puderam dançar, pular e se alegrar com o repertório diversificado da banda.

saron povo

Segundo Catiana Cardoso, integrante do Ministério de Música da Paróquia Santo Antônio, foi um show muito chamativo. “A maioria lá era jovem e é isso que a gente precisa, cativar e chamar a juventude para o nosso meio, evangelizar através da música”.

Muitas pessoas se emocionaram, principalmente durante a apresentação da música:  “As dores do silencio”, cujo refrão é:
Manda Teu espírito
E vem me abraçar
Pra eu não chorar
Preciso de Ti, aqui
Pra me consolar

Catiana ainda falou que o evento foi muito bom para plantar uma cultura de paz. “Nossa cidade está muito violenta referente às outras que são maiores, e essa Missa Campal e o Show, tenho certeza, que tocou espiritualmente nas pessoas para manter o clima de oração e de paz durante os festejos juninos”.

O pároco da Paróquia Santo Antônio, Padre Nelson Franca comentou sobre o evento. “A alegria é de todos nós por este momento grande e bonito que a graça de Deus nos tem concedido a cada ano. Graças a Deus, numa parceria com a Prefeitura Municipal, matemos todo esse clima de fraternidade e de Espírito Cristão trabalhando e vivendo todas essas expectativas de buscarmos dar ao nosso povo o que de melhor e mais bonito poder. A festa do São João está aí aberta, a oração foi feita, que Deus agora nos der a condição e a capacidade de viver tudo isso em nome da paz e para o bem maior de todos”, concluiu o padre Nelson Franca.

???????????????????????????????

Vocalistas

Rosa de Saron é uma banda de rock católico formada dentro do movimento da Renovação Carismática Católica em Campinas-SP, está completando agora 27 anos de missão e seu mais novo trabalho é Cartas ao Remetente com 14 faixas, lançado em 2014. O show durou duas horas e foi encerrado às 22:30.  (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

SAJ: Missa Campal marca os 163 anos da Paróquia Santo Antônio

Aconteceu no Espaço do São João em Santo Antônio de Jesus nesta sexta-feira (19) uma Missa Campal em Ação de Graças pelos 163 anos de criação da Paróquia Santo Antônio, reunindo fieis de Santo Antônio de Jesus e de outras paróquias da Diocese de Amargosa.

Para o Padre Anderson Aparecido, pároco da recém-criada Paróquia Santo Antônio de Pádua em Elísio Medrado, foi um momento de graça. “Como o Papa nos pede, a Igreja deve está presente no meio do povo e hoje com a Santa Missa, e o show católico com a banda Rosa de Saron foi transmitida uma mensagem de paz para todos que vão curtir o São João”, concluiu.

pe nelson

A Missa foi presidida pelo Padre Nelson Franca e concelebrada pelos padres José Raimundo dos Santos e Anderson Aparecido. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

IMG_8537

Dia de Santo Antônio é celebrado com missa e procissão em Santo Ant. de Jesus

Foram 13 noites em preparação para a festa do padroeiro da paróquia e cidade de Santo Antônio de Jesus no Recôncavo Baiano. Neste sábado, 13 de junho, centenas de fieis foram até a Igreja Matriz para pedir e agradecer as bênçãos recebidas por intermédio do Santo conhecido mundialmente como patrono dos casais, das causas urgentes e dos perdidos.

A missa foi presidida pelo pároco, padre Nelson Franca e concelebrada pelo Padre Edson Carvalho, pároco da Paróquia São Benedito, Padre Marco Antônio, pároco da Paróquia São José, padre Valter Menezes, pároco da paróquia São Felipe e São Tiago, padre Manoel Fernando, reitor de seminário maior em Salvador e padre José Raimundo dos Santos, natural de Santo Antônio de Jesus que está em Roma por motivo de estudos.

No inicio, padre Nelson comentou sobre a ausência do Bispo Dom João Nilton na Festa do Padroeiro. “Dom João nunca se negou, nunca se fez ausente, mas a vida de cada pessoa a Deus pertence e os limites próprios às vezes se tornam maiores do que a vontade humana. Tenho certeza que a vontade do nosso bispo era está aqui conosco. Que o tenhamos sempre entre nós” disse Pe Nelson. Dom João teve o seu pedido de renúncia acolhido pelo Papa Francisco, se afastando por questões de saúde, dos exercícios administrativos da Diocese de Amargosa.

Em seguida foi feita uma encenação com arco e flecha, haja vista que em um dos sermões de Santo Antônio, ele pediu a Deus para que fizesse da palavra dele o arco e a flecha, que a língua dele pudesse proclamar as maravilhas do senhor. Esse arco seria a bíblia que cada um de nós tem em mãos e as flechas seriam as palavras que são disparadas no coração do povo.

IMG_1774

Na homilia, entre outros assuntos, padre José Raimundo refletiu sobre um pedido de São Paulo para o povo amar a Igreja. “A gente deve deixar que a palavra atinja o nosso coração como uma flecha, essa palavra é onipotente, ela tem um dinamismo como uma dinamite que quebra as pedras do coração e o coração se quebra a partir de dentro e com essas pedrinhas quebradas no coração da gente, Jesus edifica a sua Igreja”.

O padre José Raimundo concluiu sua pregação falando que Jesus transforma tudo. “O que precisamos é a coragem para dizer como Pedro ‘Jesus tú sabes tudo, tu sabes que eu te amo’. O que Jesus quer de nós é essa certeza, que a gente esteja consciente do amor que temos por ele, porque o milagre de nos transformar quem faz é Jesus…”, disse Pe José Raimundo.

O dia festivo foi encerrado no período da tarde com a procissão de Santo Antônio que este ano foi até a Rua do Expedicionário, retornando pela Avenida Barros e Almeida, seguindo até a Mão Inglesa, passando pela Avenida Roberto Santos, Ruy Barbosa, Rua Gorgônio José de Araújo, Rua Tiradentes, Rua do Colégio Santo Antônio e chegando na Praça Padre Mateus pela Rua dos Correios.

No final foi dada a benção do Santíssimo Sacramento e o Padre Nelson fez os agradecimentos e homenagens aos que contribuíram com a realização da festa, destacando o belo trabalho realizado pela equipe responsável pela ornamentação da charola. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo).

Fotos: Tribuna do Recôncavo. Toda e qualquer reprodução é autorizada mediante citação da fonte. Aproveite, curta nossa página no facebook e fique atualizado. Clique aqui!

???????????????????????????????

???????????????????????????????

Sede vacante – a transição na diocese de Amargosa. Veja o que dizem Pe Edson e Pe Almiro

Aconteceu na cidade de Amargosa (BA) na segunda-feira (15/06) uma reunião extraordinária do clero com a participação do Bispo Emérito Dom João Nilton e de todos os padres da Diocese de Amargosa, em seguida os membros do Colégio de Consultores elegeram Padre Almiro Rezende, como padre administrador da Diocese de Amargosa, até que seja nomeado um novo bispo.

No período da manhã Dom João que pediu renúncia, por motivos de saúde, falou sobre a sua história na Diocese, agradeceu a todos, desde os funcionários até os padres, leigos, religiosos e religiosas. No final Dom João destacou a importância da aquisição da Rádio Clube AM para a evangelização das famílias.

PADRE EDSON - 08

Padre Edson Carvalho

Para o padre Edson Carvalho, administrador paroquial da Paróquia São Benedito em Santo Antônio de Jesus, Dom João foi um bispo bom, acolhedor, humano, um bispo que sempre ouviu os padres. “FOI UM PAI PRA NÓS”, disse Pe Edson.

Quando um bispo renuncia ou é transferido, a Diocese tem no máximo 8 dias para escolher um administrador diocesano que é um padre ou um administrador apostólico que seria um bispo de outra diocese. Em Amargosa, o Colégio de Consultores, formado por 6 padres, após a reunião geral desta segunda-feira (15), se reuniram e elegeram o Padre Almiro Rezende Peixoto, pároco da Paróquia  São Roque em Mutuípe, para conduzir os trabalhos da Diocese até que seja nomeado um novo bispo.

10671260_482314625257472_1164698475428564524_n

Padre Almiro Rezende

Em entrevista ao Site Tribuna do Recôncavo, Padre Almiro falou que para ele foi uma surpresa. “Os meus colegas me escolheram para esse trabalho de administrar a nossa Diocese neste período que a mesma está vacante. Ao mesmo tempo confio na graça de Deus e na colaboração dos meus colegas do conselho para que eu possa continuar a Missão iniciada por Dom João Nilton”, pontuou.

Padre Almiro está em Sergipe participando do encontro com os representantes do clero do Regional Nordeste 3, Bahia e Sergipe. Segundo ele, ao retornar, provavelmente na quarta–feira, 24/06, estará em Amargosa se reunindo com o conselho. O mesmo também continua sendo pároco da Paróquia de Mutuípe, indo a Amargosa duas ou três vezes por semana.

Padre Almiro também falou sobre sua participação, a partir de agora, juntamente com a Nunciatura Apostólica, órgão que representa o Papa no Brasil. “A partir desta eleição que aconteceu em Amargosa, comunicamos o resultado a Nunciatura em Brasília, a Dom Murilo em Salvador e a própria CNBB. A ata será enviada ainda essa semana pelo Padre Wilson Vitória, Secretário do Conselho dos Consultores”.

Padre Almiro concluiu pedindo orações para que aconteça uma boa transição. “Estamos a serviço dessa Diocese, iremos nos empenhar o máximo possível para dar o melhor de nós. Rezem por mim para que eu possa cumprir esta missão que nos foi confiada na Diocese de Amargosa”, concluiu. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

Papa aceita pedido de renúncia de Dom João Nilton, bispo da Diocese de Amargosa

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou na manhã desta quarta-feira, 10 de junho, que o papa Francisco acolheu o pedido de renúncia apresentado pelo bispo da diocese de Amargosa na Bahia dom João Nilton dos Santos Souza.

Dom João Nilton é natural de Amargosa e completará 73 anos em setembro de 2015. Foi ordenado padre em 20 de dezembro de 1969 e ordenado bispo em 9 de novembro de 1986. Seu lema é “Faça-se a tua vontade”.

Conforme o cânon 401 do Código do Direito Canônico, parágrafo 1º, todo bispo ao completar 75 anos deve apresentar a renúncia ao papa. Já o parágrafo 2º do mesmo código diz que o bispo por motivo de doença ou por outra ração deve solicitar a sua renúncia.

Em pronunciamento oficial transmitido pela Rádio Clube de Santo Antônio de Jesus na manhã desta quarta-feira (10), Dom João falou que sua renúncia se dar por motivos de saúde. “Hoje estou plenamente consciente de não mais dispor das mesmas condições de outrora, pois o meu estado de saúde já compromete o governo pastoral da querida e amada Diocese de Amargosa. Então, em clima de oração e reflexão, decidir encaminhar ao papa Francisco meu pedido de renúncia da minha eternamente amada e querida Diocese. Assim a partir de hoje (10/06/2015) já não sou mais o bispo da Diocese de Amargosa.

Dom João agradeceu aos seus irmãos do colégio apostólico, de modo especial os que compõem o Regional Nordeste 3, agradeceu aos sacerdotes pela ajuda constante e eficaz na missão pastoral, aos seminaristas pela compreensão e esperança, aos religiosos e religiosas pela fraternidade e apoio, aos leigos e leigas e a todos os fieis pela amizade, carinho e testemunho de amor a Igreja.

O bispo também agradeceu a todas as comunidades e movimentos eclesiais – base e sustentáculo da missão, agradeceu também as autoridades pela atenção e respeito.

Dom João finalizou pedindo perdão. “Se em algum momento ferir alguém confesso não ter tido a menor intenção, humildemente peço perdão. Com a consciência tranquila despeço-me do meu querido povo conservando em meu coração, na solidariedade da amizade e da oração”, concluiu o bispo pedindo orações por ele e pela Diocese para que o quanto antes um novo pastor seja nomeado.

Missão na Bahia

Antes de ser nomeado bispo dom João foi pároco da paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho, reitor do Seminário Menor e vigário geral da diocese de Amargosa. Foi professor e membro do Colégio de Consultores e do Conselho Presbiteral em Amargosa.

Durante os 27 anos que esteve a frente da Diocese de Amargosa, foram criadas 5 novas paróquias: São José do Andaiá em Santo Antônio de Jesus, Bom Jesus em Valença, São Roque em Presidente Tancredo Neves e recentemente, Santo Antônio de Pádua em Elísio Medrado e Paróquia da Imaculada Conceição em Itatim, somando um total de 28 paróquias.

Além de Amargosa, Dom João foi bispo da Diocese de Bom Jesus da Lapa na Bahia de 1986 a 1988. (Redação: Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo)

LEIA TAMBÉM: Pe. Almiro é eleito administrador diocesano em Amargosa.

(mais…)

Paróquia de São Miguel das Matas realiza celebração da Crisma

A Igreja católica de São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriçá, celebrou na tarde desta quinta-feira (04) o sacramento da Crisma, na Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo. Foram 198 crismandos das comunidades rurais e urbanas.

Fiéis católicos acompanharam a celebração que contou com a presença dos Padres: José Reis Filho, Everaldo dos Santos, do Bispo Diocesano Dom João Nilton e do pároco local Gonçalo Marinho.

listas_fotos_55702_dscn9912_jpg_900_600_1_0__jpg_listas_arquivos_39291_marca_foto_criativa_2014_png_3

Fotos: Ivanildo Jr – Criativa On Line

O Bispo da Diocese de Amargosa Dom João Nilton recebeu uma homenagem sendo presenteado com a imagem de São Miguel Arcanjo. Mesmo se recuperando de uma cirurgia, o Bispo ressaltou que fez questão de estar presente na celebração. (Postado por Tribuna do Recôncavo, com informações da criativaonline)

Voltar à página inicial