Soteropolitana procura irmãos que devem residir em São Miguel das Matas

Uma senhora participou do quadro “desaparecidos” do Programa Bahia Meio Dia da TV Bahia, nesta terça-feira (05/01) em Salvador, para procurar familiares que devem residir no município de São Miguel das Matas, no Vale do Jiquiriçá. Irene Nogueira Santos, 58 anos, pretende localizar seus quatro irmãos que viu pela ultima vez em São Miguel. “45 anos ou até mais sem ver a minha família, e a minha alegria, o meu prazer, é eu rever minha família”, disse Nogueira.

O quadro “desaparecidos” da TV Bahia é uma parceria com o DPP (Departamento de Proteção a Pessoa), órgão criado em 2012 que já registrou 755 casos e reencontrou 644 pessoas. Segundo a investigadora do DPP, Cristiana Coelho, a maioria dos desaparecidos são adolescentes, idosos que sofrem de Mal de Alzheimer, pessoas com problemas mentais e em alguns casos pessoas envolvidas com drogas.

Em Salvador não é necessário aguardar 24 horas para registrar um boletim de desaparecimento na polícia, a equipe do Departamento de Proteção a Pessoa inicia a investigação no momento do registro. Quem souber informações sobre os familiares da senhora Irene Nogueira, favor entrar em contato com o DPP pelo telefone: (71) 3116-0357. (Tribuna do Recôncavo). Confira no play abaixo um trecho do vídeo produzido e exibido pela TV Bahia com Dona Irene»»

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=zURxcppfloY[/youtube] (mais…)

Pernambucana procura pai que nunca conheceu; ele morava em Santo Antonio de Jesus

A comerciante Ana Regina da Conceição, 33 anos, moradora da cidade de Igarassu, região metropolitana de Recife em Pernambuco, está a procura de seu pai de prenome Orlando que hoje tem 60 anos de idade e residia em uma cidade na região de Feira de Santana. Segundo Ana, ele deve está residindo na Bahia, Pernambuco ou Paraíba.

Em 1981 sua mãe, Regina Maria da Conceição, que na época tinha 19 anos, conheceu seu pai, Orlando, na cidade de Pedras de Fogo, estado da Paraíba, com quem engravidou e veio morar na Bahia. Segundo Dona Regina Maria, os dois viviam bem, mas de repente começaram a se desentender. “Ele morava numa fazenda de cacau e tinha 13 filhos, certo dia mandei um dos filhos dele perguntar ao mesmo o que iriámos comer no almoço, o garoto não foi e me falou que Orlando tinha mandado matar uma galinha, pedi ao garoto para pegar uma ave no quintal e ele me trouxe uma galinha choca, preparei a ave para o almoço, e quando Orlando chegou discutimos feio. Já estava com quase dois meses de grávida, mesmo assim vim embora aqui pra Pernambuco e nunca mais tive contato com ele”, disse Regina.

A pernambucana Ana Regina informou que seu pai, Orlando, tem um irmão conhecido como Zeca Vaqueiro e quando conheceu sua mãe, ele tinha um filho com 5 anos de idade. “Eu e minha mão não queremos nada dele, só quero ver, conhecer meu pai. Não vejo a hora de ter noticias dele”, concluiu Ana.

Quem souber qualquer informação sobre o paradeiro de Orlando, favor entrar em contato com a nossa redação através do email: contato@tribunadoreconcavo.com ou via comentário. (Hélio Alves/Tribuna do Recôncavo).

Voltar à página inicial