JazzTrio da Rumpilezz passeia por Cachoeira

Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz levam seu JazzTrio para Cachoeira no próximo sábado, 18 de março. A apresentação, que acontece na Praça Ubaldino de Assis (Jardim Grande), às 18h, faz parte do projeto JazzTrio pela Baía, que já passou por São Francisco do Conde e Santo Amaro e ainda terá apresentações em Madre de Deus (19/03) e Salvador (a definir).

O projeto “JazzTrio pela Baía” conta com o apoio institucional do Instituto Rumpilezz e da Prefeitura de Cachoeira e é patrocinado por Vivo e Governo da Bahia, através do FazCultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria da Cultura do Estado da Bahia.

Idealizado e desenhado pelo maestro Letieres Leite, com a contribuição de artistas visuais como Flávio Oliveira e Tiago Ribeiro, e construído por Mundinho Tapajós, nome importante na história dos trios elétricos, o JazzTrio foi pensado para o Carnaval. Baixinho, sem cordas e com volume agradável, desfilou pelo terceiro ano seguido na festa, conquistando público crescente. (kali.comunicacao) (mais…)

Curso gratuito de teatro abre inscrições na cidade de Cachoeira

Nos meses de março e abril a cidade de Cachoeira receberá a I etapa do Curso Alvenarias Cênico promovido pelo grupo Finos Trapos. O curso, que é gratuito, será realizado no Auditório Hanse Bahia e é destinado a artistas da cena (intérpretes, encenadores, dramaturgos, figurinistas, cenógrafos etc.), de áreas afins (escritores, artistas plásticos, músicos), técnicos de teatro e produtores culturais, com idade acima de 16 anos.

O objetivo desta ação é fortalecer o fazer cênico no interior da Bahia, a partir do reconhecimento das suas práticas e do aperfeiçoamento técnico de seus fazedores. Serão disponibilizadas 30 vagas e as inscrições devem ser realizadas através do site: www.grupofinostrapos.com.br, até dia 11 de março de 2017 e os interessados devem possuir experiência mínima no ramo das Artes Cênicas.

Financiado pelo Fundo de Cultura, o curso terá duração total de 68h/aula, com a realização de quatro módulos diferentes de abordagem: corpo e voz, maquiagem, produção cultural e dramaturgia. Além do curso, o grupo realizará o fórum de discussão: “Desafios e Perspectivas das Artes Cênicas no Interior Baiano: inciativas públicas e privadas”, que contará com a presença de convidados locais: a profª Drª Daniela Matos (UFRB) e  Magno Rosário, coordenador do Ponto de Cultura Expressão Cultural. O Fórum ocorrerá no dia 15 de março, às 19h, no Auditório Hanse Bahia (Rua Treze de Maio, nº 13), gratuito. Continue Lendo >> (mais…)

Corpo de homem é encontrado boiando no Rio Paraguaçu

Na manhã desta segunda-feira (27) o corpo de um homem foi encontrado boiando no Rio Paraguaçu, na margem que pertence ao município de Cachoeira, no Recôncavo.

A vítima foi identificada, conforme informações da Polícia Militar, como sendo um morador do povoado dos Três Riachos, conhecido como “Dil Maresia”. Segundo relato de populares, ele costumava fazer uso de bebida alcoólica com certa frequência, e pode ter morrido afogado ao cair no Rio, provavelmente durante a madrugada.

O corpo foi removido pela Polícia Técnica e encaminhado para o DPT de Santo Amaro da Purificação, e somente através da autopsia, será possível identificar a causa da morte. (gersonnoticiasonline e Forte na Noticia)

Morador de Cachoeira é baleado em Cruz das Almas

Na tarde deste domingo (26/02), um homem de 24 anos foi atingido nas costas por disparo de arma de fogo no bairro Alberto Passos em Cruz das Almas.

Adriano Nascimento Leite, morador da cidade de Cachoeira, foi socorrido inicialmente para a UPA, e em seguida foi transferido pelo SAMU para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus.

Segundo a PM, o tiro foi efetuado por um homem que estava na garupa de uma motocicleta. O suspeito e o comparsa teriam passado pelo local atirando, sendo que um dos disparos acabou atingido o alvo. O estado de saúde de Adriano não foi divulgado.  (Editado por Tribuna do Recôncavo | Fonte: Forte Na Notícia)

Cachoeira: Preso o suspeito de assassinar vendedora

Um homem foi preso suspeito de ter matado a pauladas a vendedora Antônia Oliveira da França, 38 anos. O crime aconteceu na zona rural do município de Cachoeira, no Recôncavo baiano, no dia 3 de fevereiro. Clerisvaldo da Hora Ferreira, conhecido como Tina, 23 anos, foi preso em casa. Ele nega participação no crime, mas caiu em contradições durante o depoimento.

Segundo o titular da Delegacia de Cachoeira, Eduardo Coutinho, a polícia chegou até Clerisvaldo através dos depoimentos das testemunhas e solicitou a prisão temporária do suspeito. Ele mora no povoado de Ladeira de Padre Inácio, mesma zona rural onde a vítima vivia e onde foi assassinada. O suspeito foi preso em casa.

“Tina disse que mantinha um relacionamento amoroso com a vítima, em segredo. Testemunhas contaram que alguns dias antes do crime ela (Antônia) disse que estava sendo perseguida por alguém e que estava com medo”, contou o delegado. (correio24horas) (mais…)

Cachoeira: amigos e familiares de vendedora assassinada clamam por justiça

A morte de Antônia Oliveira França, de 38 anos, chocou os moradores da zona rural de Cachoeira. De acordo com familiares da vítima, a vendedora de roupas saiu de casa no dia 3 de fevereiro, uma sexta-feira, para fazer cobranças e não mais voltou. O corpo só foi encontrando no dia seguinte, 4, na Ladeira do Padre Inácio, com marcas de violência na região da cabeça.

Inconformados com o crime, amigos e familiares da vítima realizaram uma manifestação neste sábado (11), na localidade da Murutuba. Clamando por justiça, os manifestantes bloquearam um trecho da BR-420 e exibiram cartazes exigindo a prisão do responsável pelo assassinato.

Uma equipe da Polícia Rodoviária acompanhou a mobilização. Um novo ato será realizado na próxima quarta-feira (15), a partir das 8h, em frente à Delegacia de Cachoeira, para chamar a atenção das autoridades e cobrar a elucidação do crime. (Bocão News)

Moradores de Cachoeira interditam rodovia pedindo segurança após morte de idosa

Após o assassinato de uma idosa, que foi encontrada morta em uma estrada, próximo a um hotel fazenda, na localidade de Muritiba, zona rural de Cachoeira, na última quinta-feira, 2, moradores interditaram na manhã desse sábado, 11, a BA 420, rodovia que liga as cidades de Cachoeira e Santo Amaro.

A ação foi para chamar atenção das autoridades para os casos de violência na região. A vítima, conhecida como “Binha”, estava com sinais de apedrejamento. A polícia Militar acompanha a movimentação. Até o fechamento dessa matéria, a rodovia ainda não tinha sido liberada.

Cachoeira anuncia programação da Festa de Iemanjá 2017

Cachoeira celebrará no dia 12 de fevereiro a Festa de Iemanjá, uma das maiores manifestações afro religiosas e culturais do Recôncavo da Bahia. A Festa acontece sempre em um domingo do mês de fevereiro após a Festa de Iemanjá de Salvador, exceto quando a tábua da maré não está favorável à entrega dos presentes à rainha das águas, como é o caso deste ano.

Neste ano, além da cerimônia e dos rituais, a rainha das águas também é homenageada por meio de intervenções e atrações culturais. As intervenções que contam com apresentações de capoeira e exposições artesanais de grupos e artistas locais terão início às 10h e se estenderão por todo o dia.

As atrações se iniciam às 18h com a apresentação do grupo de Samba de Roda Filhos de Nagô. Às 19h30 será a vez do grupo de Samba de Roda Filhos do Caquende. A última atração da Festa de Iemanjá será o grupo Gêge Nagô que se apresenta a partir das 21h. (ASCOM) (mais…)

Sai edital para seleção de músicos para o Laboratório Musical da Orquestra Reggae de Cachoeira

Cachoeira, 26.10.2013. FLICA (festa literária internacional de cachoeira) na foto: Apresentação da orquestra sinfonica do Reggae Foto: Valter Pontes/Coperphoto/Sistema FIEB

Os músicos de Cachoeira e cidades vizinhas interessados em participar da audição do Laboratório Musical da Orquestra Reggae de Cachoeira podem se inscrever a partir do dia 10 de janeiro. O Ato de Convocatória para a seleção de músicos instrumentistas já está disponível no site www.orquestrareggae.com.br.

A audição tem como finalidade selecionar 14 músicos instrumentistas para participar de cursos, oficinas, workshops e práticas coletivas do Laboratório Musical, sendo que os seis primeiros receberão uma bolsa músico. Este projeto da Orquestra Reggae de Cachoeira conta com o apoio do  Rumos / Itaú Cultural.

Podem se inscrever para a seleção músicos com disponibilidade para acompanhar as atividades que serão oferecidas todas as sextas-feiras, das 17 ás 21 horas, e aos sábados, das 8 às 12 horas. A ficha de inscrição encontra-se disponível no site da Orquestra e deve ser preenchida online até o dia 15 de janeiro de 2017.

SERVIÇO

O que: Ato Convocatório para seleção de músicos instrumentistas para o Laboratório Musical

Quando: até dia 15 de janeiro de 2017

Onde: www.orquestrareggae.com.br

Quanto: gratuito (mais…)

Prefeitura de Cachoeira divulga resultado de concurso público

A Prefeitura de Cachoeira divulgou o resultado preliminar do concurso público que selecionou 91 candidatos de nível fundamental, médio e superior. A prova aconteceu em setembro deste ano.

O salário previsto são de R$ 880,00 a R$ 7.000,00, para desempenhar atividades em carga horária de 40 horas por semana.

Serão contratados profissionais nos cargos de Agente de Apoio, Auxiliar de Saúde Bucal, Auxiliar de Serviços Gerais, Educador Físico, Fiscal de Tributos, Médico Clínico, Merendeira Escolar, Motorista cnh “D”, Recepcionista, Técnico de Enfermagem e Vigilante. Para ver o resultado, clique aqui(palestrantede.com).  (mais…)

Ponte D. Pedro II em Cachoeira será interditada neste sábado

A Ferrovia Centro-Atlântica, empresa que opera a linha férrea que corta as cidades de Cachoeira e São Félix, no recôncavo baiano, anunciou que no próximo sábado (12), a partir das 20h, a Ponte D. Pedro II, que liga as duas cidades, será interditada. De acordo com a empresa, a entrada da ponte histórica, tanto em São Félix e Cachoeira, vem causando prejuízos aos motoristas que trafegam na região. A interdição segue até o meio dia de domingo, 13. (Blog do Valente) (mais…)

Poeta colunista do Tribuna avalia a Flica 2016 (Festa Literária Internacional de Cachoeira)

Em sua 6ª edição, a FLICA (Festa Literária Internacional de Cachoeira), ocorreu entre os dias 13 à 16 de outubro, atraindo um numeroso público formado por escritores, artistas, estudantes, professores e simpatizantes da literatura.

Escritores locais, nacionais e internacionais compuseram as mesas literárias abordando temas pertinentes à literatura tais como diversidade de gêneros literários (poesia, crônicas e contos), mercado editorial, dentre outros, e após cada explanação, os escritores interagiam com o público respondendo às suas perguntas e questionamentos, colocando-se à disposição dele para autógrafos, enquanto seus livros eram lançados e expostos à venda na livraria que apoiava o evento.

Ana Maria Machado

Tradicionalmente, a FLICA em cada edição homenageia um escritor e nesta, foi a vez da escritora Ana Maria Machado que dialogou com o público expondo a sua trajetória literária que prioriza os leitores infanto-juvenis, contagiando o público com o seu carisma.

Atividades simultâneas ocorreram em espaços diversos e nas praças como a FLIQUINHA, (voltada para o público infantil como: contação de histórias, bate papo,  exibição de filmes, espetáculos….), oficinas, saraus, apresentações culturais, feira de artesanato e lançamento de Projetos Culturais.

Percebe-se a importância deste evento na preservação, difusão e valorização da Cultura, em especial a literária que através da socialização das experiências vivenciadas pelos escritores (lutas, desafios e conquistas), sensibiliza e motiva o público a adentrar no universo literário, especialmente aos escritores que desejam publicar suas produções.

A cidade de Cachoeira, berço histórico-cultural nacional por excelência, tem a dádiva de incluir no seu acervo a FLICA, relevante evento de cunho literário. (Por Maria do Carmo da Silva Santos-Colunista do Tribuna do Recôncavo) flica-geralVeja mais fotos AQUI em nossa fanpage:

Flica é encerrada com homenagem a escritores independentes

Uma homenagem a sete poetas independentes baianos e de outras cidades do país marcou o quarto e último dia da Flica na manhã deste domingo (16). O tributo foi realizado durante o evento intitulado “Caruru dos 7 Poetas”, que acontece há dez anos em Cachoeira, organizado pela ONG Casa de Barro, e que levou poesia e música ao público presente no Convento do Carmo.

Foi a primeira vez que a Flica abriu espaço para a realização de outro evento dentro da sua programação. A Flica 2016 foi encerrada com a homenagem, ao invés de uma mesa com debate entre autores, como ocorreu nos anos anteriores.

O “Caruru” mescla literatura e cultura religiosa afro-brasileira e faz referência aos santos católicos São Cosme e São Damião. A Flica, que esse ano chega à sua 12ª edição, sempre promove o encontro de poetas locais, nacionais e internacionais para que possam recitar versos e celebrar a cultura e arte literária. (G1) (mais…)

FLICA: Alérgico a pincéis faz sucesso pintando quadros com as mãos. Tribuna ouve artista

Durante a Flica realizada em Cachoeira de 13 a 16 de outubro, o Portal Tribuna do Recôncavo ouviu o artista plástico Adão Lopes, que falou sobre o seu trabalho de pintura. “Desde pequeno eu amo a arte, comecei pintando muros de colégios e depois tive a ideia de pintar quadros com paisagens, cachoeiras, cascatas, entre outros”, disse.

Morador da Praia de Guarajuba em Camaçari, pela primeira vez o mesmo participa da Flica. “É uma maneira de divulgar o meu trabalho e aumentar a minha renda comercializando meus quadros que tão por um preço especial, cada quadro era R$ 15 reais, mas baixei para R$ 10 reais para estudantes”.

Autodidata, Adão pinta desde aos 12 anos sem nunca ter tomado uma aula de pintura. “É um dom que Deus tem me dado e tenho sempre agradecido a Ele por me inspirar para realizar esse trabalho de acordo com as minhas condições físicas, pois pinto com as mãos, já que eu tenho alergia a pincel”, destacou.

O forte de Adão são pinturas de paisagens, mas a depender do gosto do cliente ele também desenha barcos, animais, logotipos, etc. (Foto: Jéssica Santos | Redação: Hélio Alves: Tribuna do Recôncavo). Veja o vídeo:

Flica 2016: Estudantes da UFRB interrompem palestra para protestar contra PEC

Estudantes do curso de História da UFRB realizaram um protesto na tarde deste sábado (15) durante uma mesa da Flica em Cachoeira. Com apitos e cartazes contra a PEC 241, aprovada na segunda-feira (10), que cria um teto para os gastos do governo federal, em torno de 30 estudantes interromperam a mesa Exílios Interiores, com as poetisas Ângela Vilma e Ana Martins Marques.

A aluna Jaqueline Reis, que cursa o 9º semestre de História, relata que o grupo tem ido à Flica desde o primeiro dia, e que escolheram aquela mesa para o protesto ter maior visibilidade. Os estudantes também gritavam palavras de ordem no local, como “Fora Temer” e ainda se posicionaram contra a reforma do Ensino Médio anunciada pela gestão Temer.

Segundo Jaqueline, o grupo deve circular por outras áreas do evento e pela cidade, com o objetivo de se encontrar com outros manifestantes. Os integrantes da mesa não se posicionaram contra o protesto, que durou cerca de cinco minutos, e até acompanharam o coro de “Fora Temer”. Veja o vídeo:

FLICA: Crianças lotam teatro para assistir show na Fliquinha neste sábado, 15

O terceiro dia da Fliquinha, neste sábado (15/10), teve como atração a banda banda Playgrude, liderada pela cantora Marcela Bellas. A apresentação musical, que encerrou a programação do dia para a criançada, lotou o Cine Teatro Cachoeirano, onde o evento infantil que integra a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) ocorre desde quinta-feira.

Bem antes do show, muitos pais já se aglomeravam com os filhos do lado de fora do teatro. A assistente social Luana Nascimento, que é natural de Cachoeira, foi uma das primeiras a entrar no local com o filho Davi, de 5 anos.

Antes da apresentação de Marcela Bellas, ainda à tarde, as crianças também puderam acompanhar na Fliquinha a performance do grupo Mágico Mingau e bateram um papo com Adelice Souza, autora do livro infantil “Adestradora de Galinhas” e diretora teatral baiana.

Pela manhã, teve apresentação do espetáculo “Eu vi o rio rir”, da Companhia Casa de barro, que é uma ONG de Cachoeira, e bate papo com escritores vanda machado, que aproveitou para lançar seu novo livro, intitulado “Galinha Conquém”, história mítica que tem origem na África e que trata da convivência entre as pessoas e o meio ambiente. (G1). VEJA O VÍDEO: (mais…)

Voltar à página inicial