Durante os seis primeiros meses de 2018 a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Castro Alves realizou importantes ações de auxílio à população rural de Castro Alves. Somente entre janeiro e junho deste ano foram realizados cursos, pesquisas e acompanhamento na elaboração de projetos. O apoio à produção rural, através de crédito e subsídios, também foi garantido, com mais de 2 mil pessoas beneficiadas com as ações voltadas para o desenvolvimento da zona rural.

Somente através do crédito rural fornecido pelo Programa Agroamigo, financiado pelo Banco do Nordeste, 168 contratos foram assinados, injetando no município mais de R$800 mil. Ao todo 840 pessoas foram beneficiadas direta ou indiretamente com a viabilidade de projetos de agricultores e profissionais liberais de diversas áreas (como barbeiros, cozinheiros e mecânicos).

A Secretaria de Agricultura desenvolveu uma série de atividades na área ambiental, emitindo licenças, fiscalizando e monitorando ações ambientais em toda cidade, na sede e na zona rural. Foram desenvolvidos projetos de educação ambiental nas escolas, em parceria com a Secretaria de Educação, realizando uma Conferência Infanto Juvenil do Meio Ambiente, além de ações durante a Semana do Meio Ambiente e o Circuito Tela Verde, auxiliando a formação e conscientização ambiental dos jovens estudantes.

A formação e preparação da mão de obra local também foi uma prioridade do município, que promoveu cursos eletricistas para jovens e curso sobre a cultura da mandioca, qualificando os produtores. Através do ensino, da demonstração de manejos, execução de dois campos de demonstração e unidade de observação, os agricultores foram qualificados em diversas áreas. Muitos outros projetos foram realizados, ajudando toda a população e diferentes áreas da agricultura e pecuária.

Foto: Divulgação

A distribuição de 50 mil mudas de palma forrageira a 50 famílias, auxilia a manutenção da alimentação de diferentes rebanhos das zonas áridas e semi áridas, garantindo que os animais não sofram com a seca. Além disso, ações de conscientização sobre a importância de realizar análise do solo, também fizeram parte das ações da pasta. Em parceria com o governo federal, o município executa o programa Garantia Safra, que neste ano cadastrou 290 famílias, garantindo a elas renda mínima em caso de perda de safra em função de falta de chuvas ou excesso hídrico. Através do Programa Aração Comunitária, que teve investimentos de R$ 100 mil e beneficiou 650 famílias, a terra foi preparada adequadamente para o cultivo, estimulando a produção.

Segundo o secretário da Agricultura, João Mendonça, o planejamento para o segundo semestre inclui mais cursos e auxílio a elaboração de propostas para o programa Agroamigo. “O nosso objetivo é ampliar o atendimento, fomentando a produção de qualidade e crescimento de  pequenos negócios na zona rural. Castro Alves cresce através da agricultura familiar e de importantes ações no campo”, afirmou. O secretário ressaltou ainda que as parcerias com as entidades públicas e privadas, como a SUAF (Superintendência da Agricultura Familiar), ligada a SDR (Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural), e com o Banco do Nordeste continuam.

Ascom/ PCA