Já imaginou não precisar mais gravar senhas de cartões, e-mails e conseguir desbloquear seus eletrônicos ou abrir a porta de casa apenas aproximando as mãos? Um morador de Belo Horizonte já faz uso dessa novidade do mundo tecnológico.

O consultor de Tecnologia, Raphael Bastos, de 28 anos, é o primeiro brasileiro a implantar um biochip na pele. O aparelho, de tamanho semelhante a um grão de arroz, foi colocado na mão do rapaz com a ajuda de uma agulha. O procedimento foi feito em um estúdio de tatuagem e custou cerca de R$ 600,00.

Com o chip, as informações são transmitidas por radiofrequência e é possível desbloquear celulares, tablets, computadores, além de destravar catracas de ônibus, fazer transações bancárias e armazenar informações variadas, como tipo sanguíneo, peso, altura e doenças. (Postado por Tribuna do Recôncavo, com informações do folhavitoria).