O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa afirmou nesta sexta-feira (19) que “não há outra saída” para o Brasil a não ser a renúncia do presidente Michel Temer (PMDB).

No Twitter, o magistrado aposentado chamou de “estarrecedoras” as gravações entregues pelo empresário Joesley Batista à Procuradoria-Geral da República (PGR). Nos áudios, ele aparece em uma conversa com Temer em que relata ao presidente uma sequência de crimes que vão de obstrução à Justiça, suborno de procuradores e compra de informações privilegiadas.

“Agora vieram a público as estarrecedoras revelações do sr. Joesley Batista sobre o mesmo personagem, Temer. São fatos gravíssimos. Não há outra saída: os brasileiros devem se mobilizar, ir para as ruas e reivindicar com força: a renúncia imediata de Michel Temer”, disse o ex-presidente do Supremo. (Bahia.ba)