Não há prazo nem projeto efetivamente aprovado que propiciem a melhora da BA 886 entre Elísio Medrado e Santa Terezinha. De responsabilidade do Governo do Estado, os buracos da morosidade, ratificam a necessidade de investimentos nas rodovias da região, visto que fato semelhante acontece na rodovia de Castro Alves a Sapeaçú e Amargosa a Santo Antônio de Jesus. (Criativa On Line)