Políticos mais próximos do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro não consideram um problema o fato de o PSL ter pouco tempo de TV para a campanha dele ao Palácio do Planalto.

Segundo a coluna do Estadão, os aliados do parlamentar da “bancada da bala” no Congresso Nacional consideram que quanto menos ele falar, melhor. Bolsonaro lidera, até o momento, todas as pesquisas de intenções de votos em que o ex-presidente Lula (PT) não aparece entre os candidatos. (Bahia.Ba)