Foram apreendidos na zona rural de Dom Macedo Costa na quarta-feira (14/12) 800 quilos de carne bovina, armazenados em depósito clandestino e sem refrigeração para a produção ilegal de charque. Com um mandado de busca e apreensão expedido pela comarca de Santo Antônio de Jesus, os policiais civis foram acompanhados por técnicos da Vigilância Sanitária e da Adab até a Fazenda Terra Boa para fazer a apreensão.

De acordo com o com o chefe da ADAB, Luiz Geraldo, a situação era caótica. “Uma verdadeira pocilga. Um desrespeito muito grande com a população”. Luiz Geraldo também chamou a atenção para os receptores da carne. “Eu não entendo como é que ele chegava e vendia no mercado. E o que vai se descobrir agora é quem comprava esse produto. Porque quem comprava, sabia que estava comprando a carne irregular”, garante.

A propriedade é de posse do pai de Leonardo Melo Cerqueira, que é investigado por furtos de animais bovinos em Alagoinhas, Catu, Pojuca e região. Horas antes de encontrar o depósito, uma equipe de polícia foi até à fazenda, a fim de localizar Cerqueira, mas ele não estava no local. O homem continua sendo procurado. (Editado por Tribuna do Recôncavo | Reportagem: Antônio Carlos | Decupagem: Blog do Valente)